Quem quiser salvar sua vida, a perderá

1

Quem quiser salvar sua vida a perderá. Os últimos serão os primeiros.

Aconteceu nesta sexta-feira (13/01) um naufrágio de um Navio em um Cruzeiro, onde o capitão abandonou a embarcação, enquanto o navio estava naufragando, que deixou pelo menos 6 mortos e 29 desaparecidos.

A imprensa italiana transcreve nesta terça trechos da conversa entre o capitão Francesco Schettino, de 52 anos, e a Capitania dos Portos que revelam que ocultou o motivo do naufrágio.

Segundo a imprensa italiana, o comandante estava em terra às 23h40 locais (20h40 de Brasília), e os últimos passageiros só foram resgatados por volta das 5h local (3h de Brasília).

Às 21h54 (18h54 de Brasília), com o navio já encalhado em frente à ilha de Giglio, no centro da Itália, o capitão garantiu que tudo estava bem e enfrentava apenas um problema técnico.

Segundo o “Corriere della Sera”, a Capitania perguntou a Schettino às 0h32 (21h32 de Brasília) quantas pessoas ainda restavam a bordo. Embora a embarcação estivesse cheia, o comandante respondeu que apenas entre 200 e 300.

A resposta fez levantar suspeitas à Capitania que perguntou se ele ainda estava a bordo e Schettino confessou que o navio estava inclinando e ele havia deixado a embarcação.

“Mas como abandonou o navio?”, perguntaram a partir da Capitania.

Mesmo que o capitão tenha se retratado dizendo que não tinha abandonado o cruzeiro, a partir da Capitania ninguém conseguiu encontrá-lo.

“Volte imediatamente a bordo, suba pela escada de segurança e coordene a evacuação. Deve nos dizer quantas pessoas há lá dentro: crianças, mulheres, passageiros, o número exato de cada categoria”, acrescentaram.

“Comandante, é uma ordem, agora comando eu. Anteriormente o senhor declarou que havia abandonado o navio, volte à proa e coordene o resgate porque há mortos”, exigiram.

“É o senhor quem tem de me dizer quantos. O que quer fazer? Ir para sua casa? Volte imediatamente e nos diga o que é preciso fazer, quantas pessoas restam e o que necessitam”, ordenaram a partir da Capitania. (Folha.com)

 

Por quê de tudo isto? Por um simples motivo. É regra de navegação que o Capitão do Navio é responsável por toda a tripulação e DEVE ser o último a sair do navio.

Muitos cristãos tem feito como este capitão. Diante da primeira dificuldade abandonam o barco e deixam as pessoas para trás para morrerem. Se preocupam em primeiro lugar consigo mesmos.

Porém isto não é cristianismo. O que Jesus nos chamou para fazer é sermos os últimos nesta embarcação chamada humanidade, que está naufragando e indo para o inferno. Muitos estão pulando fora e pouco se importando com as pessoas que perecerão.

Por isto Jesus disse: os últimos serão os primeiros. Aqueles que servem, serão os maiores. Aquele que quer ganhar sua vida, a perderá. Aquele que perder sua vida, ganhará a Vida Eterna!

Você tem sido como aquele capitão?


1 COMENTÁRIO

  1. Que maravilhoso exemplo do navio(cruzeiro),mas é a pura verdade.Ontem me ligou uma senhora que me pediu que orasse por ela(pela Misericórdia de Deus),pois ela evangelizava,trabalhava no arado,as ontem se encontrava sem forças nenhuma e muitos a procuravam para que ela orasse por pessoas que não tem(não sei motivos)JESUS em suas preciosas vidas.Eu fiz esse mesmo comentário:Nós escolhidos pela Misericórdia do Senhor,deixaremos as pessoas perecerem?Temos que jejuar e orar ao Senhor e peçamos SABEDORIA,levantemos a bandeira da Salvação e lutemos para guerrear,pois Nosso General de guerra já está a posto,em o Nome de Jesus.”Ide e pregai a toda a Terra”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here