O retorno da lei da antiguidade judaica; a idade certa para a mulher se casar.

0

Autor: Cláudio Ribeiro Melo.

Atualmente, as nações que realizam casamentos de adolescentes e pré-adolescentes enfretam muitas críticas e combates dos países ocidentais.

Javé é o Deus soberano.

O que os países ocidentais não sabem ou esqueceram é que o casamento com adolescentes e pré-adolescentes era costume das sagradas sociedades cristãs e judias heterossexuais do passado.

Nos tempos sagrados em que Jesus Cristo viveu, as mulheres se casavam logo após a puberdade, antes dos 15 anos de idade. Maria, mãe de Jesus Cristo, se casou aos 14 anos ou antes desta idade, em sua adolescência.

O casamento com jovens donzelas era costume das sociedades judias do passado.

O casamento com jovens donzelas também era costume das monarquias cristãs do passado.

Catarina de Médicis, rainha da França, casou-se aos 14 anos de idade.

Isabel de Aragão, rainha de Portugal, casou-se na pré-adolescencia. A rainha Isabel de Aragão passou à história como uma mulher rica em misericórdia para com os pobres; ela foi uma mulher que usou de caridade, doações, com muitas pessoas humildes em sua vida.

Isabel de Aragão se casou aos 12 anos de idade.

Carlota Joaquina, a rainha do Brasil, se casou aos 10 anos de idade.

O Brasil enfrenta uma realidade em que as jovens estão se casando cada vez mais cedo, grávidas e sem apoio devido da sociedade.

O Brasil também está mergulhado em prostituição infantil.

Aprovar o casamento de adolescentes e pré-adolescentes no Brasil, com o consentimento da jovem esposa e dos pais, é uma forma de combater a prostituição infantil e é uma forma de trazer dignidade e respeito para as jovens donzelas que estão se casando de qualquer forma , grávidas.

O governo brasileiro concede permissão para que as adolescentes e pré-adolescentes casem grávidas.

O governo brasileiro deveria permitir que elas se casem virgens, com respeito e temor a Deus; semelhante a Maria, mãe de Jesus Cristo e semelhante às jovens rainhas do passado cristão. A sociedade antiga cristã e judia casava-se nesta faixa etária, bem jovem.

É possível, no Brasil, se encontrar muitas moças grávidas aos 8 anos de idade.
Elas estão iniciando a vida sexual cada vez mais cedo.
Sem casamento ( união estável), as moças vão iniciar uma vida de sexo sem compromisso e vão se entregar à prostituição. Isso está acontecendo no Brasil, as jovens moças que não se casam estão iniciando uma vida de sexo sem compromisso e estão se tornando prostitutas antes mesmo da puberdade.
Virgindade é uma virtude; casamento é sagrado, casamento é um ensinamento de Deus.
Aisha, a princesa do Oriente, casou-se aos 6 anos de idade.
Observando Aisha se torna possível chegar à idade dos casamentos da antiguidade.
A nação israelita teve sua cultura modificada.
O Oriente preservou elementos da antiga tradição judaica.
Afinal, por que Israel, centro do mundo cristão e judeu, impõe obstáculos para a aprovação por lei da poligamia e de sua própria legislação da antiguidade bíblica?

A verdade é que Israel está sob domínio e influência de grupos políticos sodomitas. ( Existem os fiéis a Deus em Israel, pois o remanescente será salvo mas a nação está sob influência de grupos apóstatas.)

As duas testemunhas lutarão em Israel contra a besta. Ao final de sua pregação serão mortas e seus corpos serão levados para a praça de Jerusalém.

A Bíblia descreve Jerusalém, nesta época, como uma cidade dominada pelo pecado.

E jazera o seu corpo morto na praça da grande cidade que, espiritualmente, se chama Sodoma e Egito, onde o seu Senhor também foi crucificado.

Livro de Apocalipse, capítulo 11 , versículo 8.

As profecias, apesar das dificuldades, revelam que a lei antiga de Javé retornará.


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here