Vencendo as olimpíadas da vida (parte 2)

0

Aquele, pois, que cuida estar em pé, olhe não caia. (1 Cor 10:12)

Nessa olimpiada também vimos o caso de uma corredora jamaicana e de um velocista chinês que correram demais no início e estavam liderando , mas um obstáculo no meio do caminho impediu que eles chegassem até o fim. É dificil ficar no caminho quando a vitória está certa. O grande problema daquela velocista foi não ter enxergado o obstáculo que estava a sua frente. Muitas vezes a AUTO CONFIANÇA É CONFUNDIDA COM FÉ.

Fé é dependência de Deus e auto-confiança é dependência em si.Muitas pessoas por correrem demais em suas vidas não conseguem enxergar os obstáculos que estão a sua frente. Muitas vezes por acreditarem muito em si e pouco em Deus acabam caindo.

A palavra de Deus diz:
“A soberba precede a ruína, e a altivez de espírito precede a queda” Pv.16:18.


Outra coisa que pode derrubar um atleta espiritual além da soberba é a falta vigilância diante do pecado.

Aquele, pois, que cuida estar em pé, olhe não caia. (1 Cor 10:12)

Em algumas outas versões diz que “olhe para que não caia. Quando fala “olhe que não caia” o contexto se refere a ao povo que andava com Moisés mas que Deus não se agradou da maior parte dele, pois cometeram toda sorte de pecado, como cobiça, idolatria, murmuração e prostituição.

Por isso Jesus certa vez disse: Vigiai e orai para que não entreis em tentação , pois o espírito está pronto, mas a carne é fraca (Mc 14:38).

“Olhai, vigiai e orai, porque não sabeis quando chegará o tempo” (Mc.13:33).

“Sede sóbrios, vigiai, porque o diabo, vosso adversário anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar, ao qual resisti firmes na fé, sabendo que as mesmas aflições se cumprem entre os vossos irmãos no mundo.” (I Pe.5:8,9)

Vigiai, estai firmes na fé; portai-vos varonilmente, e fortalecei-vos.(1 Corintios 16:13).

Muitas pessoas até oram muito, mas não vigiam sua atitudes. Vigiam os outros, mas não vigiam sua vida e como ela está diante de Deus.Se dizem crentes mas não conseguem dominar seu modo ímpio de proceder e sua carnalidade insaciável.Por não conseguir dominar a sua própria lingua, nem sua atitudes mais carnais muitos acabam caindo.As Escrituras nos recomenda a refreiar nossa lingua e ter domínio próprio.

Pois assim diz o Senhor:Se alguém entre vós cuida ser religioso, e não refreia a sua língua, antes engana o seu coração, a religião desse é vã.(Tiago 1:26)

Todo atleta em tudo se domina; aqueles, para alcançar uma coroa corruptível; nós, porém, a incorruptível.Assim corro também eu, não sem meta; assim luto, não como desferindo golpes no ar. Mas esmurro o meu corpo e o reduzo à escravidão, para que, tendo pregado a outros, não venha eu mesmo a ser desqualificado. (1 Cor 9: 25-27).

Paulo dizia que todo atleta se domina para alcançar algo. Ele corria para uma meta, um alvo, mas não desferia golpes no ar, mas esmurrava a sua carne, para que ela não vencesse essa luta. Ele sabia que se submetido a Deus as coisas seriam melhores para ele. Paulo sabia que a sua carne lutava contra o seu espírito para vencer essa batalha. Sabia que não dependia de sua força, mas do Senhor para superar tudo isso.

Assim, pois, isto não depende do que quer, nem do que corre, mas de Deus, que se compadece.(Romanos 9:16)

Paulo sabia que aquilo que ele alimentasse mais na sua mente venceria essa batalha. Era por isso que ele treinava, corria e lutava para se sujeitar a Deus e no fim receber o galardão.Mas Paulo como um bom lutador espiritual profissional fazia o que era certo , pois seguia os conselhos do seu mestre.

Foi ele mesmo que disse: Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé. (II Tim.4:7.)

Esse mesmo Jesus que Paulo seguia também hoje nos dá a dica de como ser um vencedor em todas as áreas da nossa vida.
Diz as Escrituras:

Sujeitai-vos, pois, a Deus, resisti ao diabo, e ele fugirá de vós. Tiago 4:6-7

Um dos maiores exemplos de vitória que vimos nessas olimpíadas aconteceu com dois irmãos brasileiros. Eles lutaram no boxe e obtiveram as medalhas de ouro e bronze na competição. Um dos fatores que fez com que aqueles irmãos lutadores fossem vencedores foi o fato de terem sido provados na adversidade em sua caminhada. Os crentes,em geral, como atletas de Cristo devem ter a sua fé provada diante das adversidades, pois são elas que nos moldam para sermos mais espirituais.

Diz a palavra de Deus:

Amados, não estranheis a ardente prova que vem sobre vós para vos tentar, como se coisa estranha vos acontecesse; (Romanos 8:28)“Para que a prova da vossa fé, muito mais preciosa do que o ouro que perece, e é provado pelo fogo, redunde para louvor, glória e honra na revelação de Jesus Cristo”. (I Pe. 1:7).

A obra de cada um se manifestará; na verdade o dia a declarará, porque pelo fogo será descoberta; e o fogo provará qual seja a obra de cada um. Se a obra que alguém edificou nessa parte permanecer, esse receberá galardão. ( 1 Coríntios 3:13-14).

O verdadeiro atleta espiritual recebe as adversidades como desafio de sua fé, não como algo que venha a destrui-lo. Aqueles irmãos boxeadores puderam superar as adversidades porque entenderam que existia algo maior a ser alcançado.Nós como cristãos devemos declarar: Maior o que está nós do que o que está no mundo..

Outra coisa, aqueles boxeadores se destacaram na mídia não somente pelas medalhas, nem pelo fato deles de terem vivido a infância de uma forma precária, mas venceram porque ouviram as instruções do seu pai.Os melhores atletas não são aqueles que estão bem fisicamente, mas aqueles que estão bem treinados e seguem as instruções de seus mestres. Nem sempre virá o ouro olímpico para eles, mas alguns chegam até seus objetivos. Como crentes devemos entender isso, que nenm tudo nos levará ao pódio nessa vida, mas existe algo maior que nos reserva na eternidade.

Amados, aqueles jovens boxeadores brasileiros só tiveram sucesso porque ouviram os conselhos e foram treinados por seu pai. Eles não se sujeitaram para ouvir a voz do inimigo por outros que poderiam desanima-los. Devemos ouvir a voz de nosso mestre e Pai que nos mostra o caminho que devemos seguir.
Como atletas espirituais devemos nos sujeitar a Deus e resistir ao inimigo e as sugestões que ele coloca na nossa mente para errar, pecando contra Deus.Devemos nos santificar mais, nos consagrar mais a Deus, buscando agradar a Deus e não a homens. O atleta espiritual deve ser treinado para viver em santificação, pelo qual ninguém verá o Senhor (Hb 12:14). Sem isso todo trabalho antes será vão.

Também diante das adversidades deste mundo devemos estar preparados , orando e vigiando em todo tempo, pois os dias são maus, as tribulações devem aumentar e o mundo seguirá o seu curso. Devemos enfrentar as adversidades como vencedores. Mas se proventura, cairmos, diz a sua palavra que temos um advogado diante de Deus que pode perdoar do nosso pecado(1 Jo 2:1). O salmos diz:
Os passos de um homem bom são confirmados pelo SENHOR, e deleita-se no seu caminho.
Ainda que caia, não ficará prostrado, pois o SENHOR o sustém com a sua mão. (Salmos 37:23-24)

O importante não é se um dia fomos vencedores, mas que SOMOS VENCEDORES. Aqueles irmãos lutadores só obtiveram exito porque entenderam que antes mesmo de lutar nas olimpíadas , seu pai os ensinara o caminho , por isso eles já eram mais que VENCEDORES nas olimpíadas da vida.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA