Política e a Igreja

0

Senhores (as): Eu tenho visto, com certo desapontamento, que em épocas próximas às eleições, muitas igrejas “abrem oportunidades” para candidatos políticos discursarem a respeito de suas plataformas políticas, caso sejam eleitos. Isto é algo lamentável, pois, demonstra dois absurdos:

1 – A igreja se coloca a disposição para induzir o seu próprio rebanho, a votarem neste ou naquele candidato;

2 – Os futuros políticos (candidatos a cargos eletivos), estão se utilizando de subterfúgios reprováveis (manipulação religiosa) para serem eleitos… Nesta situação, eu não sei quem é pior: o político que não quer vencer por seus próprios méritos pessoais (e sim, por meio de indução religiosa), ou a igreja que se presta a este tipo de disparate…

Pelo que me consta, um candidato político pode frequentar uma igreja, mas de modo algum deve se utilizar de um púlpito, para discursar politicamente… Esta é uma atitude corrupta (dentre tantas) que eu tenho visto em nosso imenso e amado país… Infelizmente…


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here