O Povo de Deus Não Pode ser Manipulado por Maus Políticos

6

Em Provérbios 29:2 está escrito: “Quando os honestos governam, o povo se alegra; mas, quando os maus dominam, o povo reclama” – Bíblia de Estudo NTLH (Nova Tradução na Linguagem de Hoje) da Sociedade Bíblica do Brasil, 2005.

Quando o povo vota mal, os maus políticos dominam…

E o que acontece quando os maus dominam, de acordo com a passagem bíblica acima?

O povo reclama…

E somente há reclamação, quando algo não está indo bem, não é mesmo?

Logo, para que o nosso país possa “funcionar bem” e para que honestos governem o nosso amado Brasil, é necessário que o povo de Deus vote com consciência, cientes de que estão fazendo a melhor escolha possível…

Para que isso aconteça, o povo de Deus não pode ser manipulado por maus políticos ou ser enganado por eles…

Desse modo, venho através desse estudo, levantar algumas questões e reflexões, que podem nos auxiliar no momento de escolhermos algum candidato a cargo eletivo, antes de votarmos nele….

Antes de qualquer coisa, eu gostaria de salientar que:

Quando eu disser a palavra “candidato” nesse estudo, estarei me referindo (de forma genérica) a candidatos (masculino) e a candidatas (feminino), pois, creio firmemente que deva haver oportunidades iguais no ambiente político, tanto para homens, quanto para mulheres…

Iniciando…

Eis algumas perguntas que cada cristão (e cidadão brasileiro) deveria fazer a si mesmo, antes de votar em algum candidato:

1 – Qual a ideologia defendida pelo partido político do “candidato” a cargo eletivo? Tal ideologia fará (de fato) bem ao Brasil e a Igreja de Cristo? Não sejam ingênuos: a maioria dos candidatos, após eleitos, acabam cedendo a pressão do partido político em que estão, a fim de não perderem a “mamata” ($$$$)…

2 – O partido do meu “candidato” possui ideais comunistas?
Lembrem-se: cristão não vota em comunista, como já tratei em outro estudo (anterior), intitulado “Cristão de verdade não vota em comunista”…

3 – Qual a proposta defendida pelo meu candidato?
É uma proposta coerente e realizável…

4 – O passado político (e cotidiano) de tal candidato é limpo?
Ou seja, qual o “testemunho” do meu candidato?

5 – O meu candidato “cresceu” no meio político por méritos próprios ou por ter “costa quente” apenas?

6 – Tal candidato faz parte de uma família com passado limpo?
Qual exemplo familiar ele teve durante seu crescimento?

7 – Qual será a prioridade da gestão de tal candidato (caso seja eleito)?

8 – O partido político do meu candidato (e o próprio candidato) sabe “ouvir” a voz do povo que o elegeu?

9 – Caso o candidato já tenha exercido (no passado) um cargo eletivo, deve-se questionar o seguinte: Ele cumpriu tudo o que prometeu, depois de eleito?

10 – O meu candidato tem o mínimo de preparo intelectual e vivência política para colocar em prática, tudo o que está prometendo durante a campanha eleitoral?

Tais perguntas deveriam ser o crivo para todo brasileiro (e cristão) selecionar em quem vai votar…

Como cristão, não votem nos candidatos políticos citados abaixo…

Um candidato a cargo eletivo não pode (e não deve), durante a campanha eleitoral:

1 – Distribuir cestas básicas, com a finalidade de cooptar votos das pessoas que se apropriam de tais cestas… E há muitos “apoiadores” (pagos) que param o carro nas esquinas de locais carentes e promovem tal ilicitude.

2 – Promover “churrascos”, “almoços” e similares, a fim de ganhar o voto dos eleitores “pelo estômago”. E são muitos os (candidatos) políticos que praticam tal disparate…

3 – Dar dinheiro para que os eleitores votem nele… Aliás, têm muitos que pegam até o CPF das pessoas que são “beneficiadas” com tal “agrado” ilícito…

4 – Têm muitos candidatos a cargo eletivo, que durante a campanha eleitoral, abrem as portas de seus sítios, fazendas etc, a fim de massagear o ego de seus eleitores, oferecendo-lhes um pouco de conforto… Tudo visando o voto…

5- Não se impressionem com fotos de candidatos, ao lado de pessoas pobres e simples… Visitas a locais carentes não muda a situação de vida das pessoas menos favorecidas…

6 – Não se deixem levar por frases prontas, carregadas de boas intenções… Se todo candidato a cargo eletivo cumprisse o que promete, o Brasil não estaria no buraco que se encontra, com milhões de desempregados…

7 – Não votem em candidatos que só sabem lembrar do povo durante as eleições… Muitos, depois de eleitos, se esquecem do povo que o elegeu…

8 – Caso o candidato já tenha exercido (no passado) um cargo eletivo, questione o seguinte:

Tal candidato só se preocupou em:

– Fazer favores pontuais a esse ou aquele, em vez de agir em prol da coletividade?

– Dar nome às ruas do seu município?

– Implantar pontos de ônibus?

– Implantar lombadas nas ruas?

Se a sua resposta for “sim”, então, tal candidato não merece ser reeleito e viver no luxo, à custa do povo, fazendo tão pouco pelo povo que o elegeu… Tudo o que citei tem a sua importância, mas um “mandato” não pode se resumir a isso apenas… E tem muito vereador que só se dedica a tais coisas durante a sua legislatura, em detrimento de outras demandas mais importantes…

9 – Não votem em candidatos que só sabem criticar os outros candidatos alheios… A crítica faz parte do processo democrático, mas uma campanha não pode se limitar a isso somente…

Para os candidatos que só sabem atacar outros candidatos (concorrentes) e nada mais, eu pergunto:

– Por que não ajudaram a resolver alguns (dos vários) problemas que assolam a nossa sociedade, durante os últimos anos?

– Por que só estão apontando os “defeitos” da gestão alheia, neste momento, em que se aproximam as eleições? Por que não fizeram isso antes?

– Se já tinham consciência dos problemas (e limitações) que atropelam o bem estar social, então, por que não fizeram nada para mudar essa realidade, antes do período eleitoral?

– Se são tão preparados, então por que não fizeram nada de significativo pelo povo?

E por fim…

10 – É só chegar o ano eleitoral, que começam algumas afirmações ridiculamente mentirosas, como a frase “temos uma nova forma de fazer política”, por exemplo… Se tais partidos políticos (ou candidatos a cargo eletivo) são detentores de soluções inovadoras para velhos problemas recorrentes em nosso país, então por que já não colocaram em prática antes? Por que somente agora, em ano eleitoral?

E atenção…

Todos os cargos eletivos são importantes e necessários, mas tenham uma atenção especial com aqueles que pertencem ao Poder Legislativo… São eles que elaboram leis, que podem afetar a situação social e econômica de nosso país, além, é claro, de promover a legalização de projetos que sejam contrários (ou favoráveis) aos princípios bíblicos. Então, escolham com sabedoria, as pessoas em quem irão votar: para Vereador (Âmbito Municipal – Câmara dos Vereadores), para Deputado Estadual (Âmbito Estadual – Assembléias Legislativas), para Deputados Federais e Senadores (Âmbito Federal – Congresso Nacional)… E também votem com sabedoria, na escolha de candidatos a cargos no Poder Executivo: Prefeito (Âmbito Municipal), Governador (Âmbito Estadual) e Presidente (Âmbito Federal)…

Em suma:

– O povo de Deus não pode ser ingênuo, a ponto de acreditar na (pseudo) sinceridade e (suposta) boa vontade de todos os candidatos a cargo eletivo… Tem muito lobo sedento de poder, posando de ovelhinha…

– O povo de Deus não pode ser manipulado por maus políticos, que dizem agir em prol da coletividade, mas que estão interessados somente em dinheiro, poder e promoção pessoal.
Temos o Espírito Santo para nos guiar em todas as decisões…

Então, consulte a Ele, para saber em quem votar…

Da mesma forma, temos uma razão, que nos permite tomar boas decisões…

Lembrem-se de que o nosso culto é racional…

Então, consulte a sua consciência… Use o seu cérebro… Questione… Avalie… Vote de uma forma consciente…

O seu voto pode contribuir na formação de um país melhor, que continue propiciando a propagação do Evangelho…

Não abra mão desse direito…

Seja um “cidadão do céu” (cristão) que também sabe exercer a “cidadania terrena” (neste mundo), com seriedade e responsabilidade…

Espero que tenham gostado de todas as reflexões e questionamentos tratados nesse estudo…

Até mais, se Deus assim quiser…


6 COMENTÁRIOS

  1. Não estou criticando ninguém da "Bancada Evangélica", Rafael Braga… Estou dizendo que independente da "bancada" (Boi, Bala ou Bíblia), o que importa é avaliarmos os nossos candidatos e verificarmos se merecem ou não, o nosso voto…

  2. Crente não vota em comunista? Onde tem comunista no Brasil hoje? Acho que o autor está bastante desinformado.
    Acho que crente deve votar: “naquele que é íntegro em sua conduta e pratica o que é justo, que de coração fala a verdade e não usa a língua para difamar, que nenhum mal faz ao seu semelhante e não lança calúnia contra o seu próximo, que rejeita quem merece desprezo, mas honra os que temem ao Senhor, que mantém a sua palavra, mesmo quando sai prejudicado, que não empresta o seu dinheiro visando lucro nem aceita suborno contra o inocente”. Que “seja irrepreensível, marido de uma só esposa, equilibrado, tenha domínio próprio, seja respeitável e hospitaleiro”, e todas as qualidades definidas em toda a Bíblia para uma pessoa alcançar o céu e que tenha o seu nome escrito no livro da vida.
    Acho que essas qualidades faltam em muitos dos nossos da chamada vendida e vergonhosa “Bancada Evangélica no Congresso” e em muitos Líderes (Pastores, Bispos, Apóstolos e Semi-Deuses) da Igreja Evangélica atual. Leia Salmos 15:2-5

    então teremos que tirar os primeiros capítulos de Atos dos Apóstolos da Bíblia.

    • Onde tem comunista? Partido dos Trabalhadores é um partido de cunho comunista… O PT tem tentado implantar o comunismo no Brasil, fazendo uso das seguintes metas: – Aparelhar o Estado; – Relaxar o combate ao narcotráfico; – Perseguir a oposição e imprensa livre… Tais metas foram amplamente ensinadas pelo Foro de São Paulo… Além de tudo isso, o PT fez uso das riquezas brasileiras para financiar o próprio partido petista e suas ideologias comunistas (inclusive em outros países de ideologia bolivariana)… Não é a toa que o Brasil quebrou… Temos também outros partidos de ideologia comunista, tais como: PCB (partido Comunista Brasileiro), PC do B (Partido Comunista do Brasil), PSOL (Partido Socialismo e Liberdade), PSTU (Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado) e a Rede Sustentabilidade… Mas, os comunistas não se deram por vencido… Após o impeachment da Dilma (pois, nem o PT quer mais a Dilma), o Lula vai tentar voltar em 2018… Se o Lula for preso e não voltar em 2018, o PT terá que se reinventar, abrindo espaço para uma nova liderança esquerdista, a saber: Marina… Por isso, eu sempre digo que a Rede Sustentabilidade é o PT com uma nova roupagem… É o plano B dos esquerdistas comunistas… Waltovânio, será que sou eu o desinformado? Atualize-se…

  3. temos que nos mantermos integro limpos diante de Deus e dos homens como diz um ditado “A beleza de um cavalo está em seu trote e a de um homem em seu carater“A palavra de Deus diz: cuida tu que esta em pe para que nao caia.

    • Concordo contigo, Rossana… Mas, não podemos espiritualizar a política, achando que Deus fará tudo por nós… Somos nós que votamos e não Deus… Por isso, precisamos fazer uso de nosso livre – arbítrio com responsabilidade, escolhendo políticos que realmente possam fazer algo de significativo pelo povo brasileiro e que também defendam os valores bíblicos… Essa escolha é nossa… Esta responsabilidade Deus delegou a nós… Abraços fraternais…

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here