O Braço Forte

0

Citações de um sermão de Charles Haddon Spurgeon, traduzidas e adaptadas pelo Pr Silvio Dutra.

“Tu tens um braço poderoso; forte é a tua mão, e alta está a tua destra.” (Salmo 89.13)

Nós estamos implorando a Deus, humilde e fervorosamente para que venham sobre nós épocas de avivamento. É bom para nós lembrarmos da fonte de onde toda a força procede. Um genuíno avivamento jamais pode surgir a partir da carne. “O que é nascido da carne é carne”. A emoção humana no seu maior zelo não pode produzir a verdadeira conversão das almas. Aqui somos ensinados quanto à lição, “não por força nem por poder, mas pelo meu Espírito.” Um verdadeiro avivamento sempre está apoiado na Graça divina e não na emoção humana. “O nosso socorro vem do Senhor que fez o céu e a terra.”
É bom estar constantemente convencido disso. Temos de ter o braço de Deus lançado para o trabalho ou então nada será feito que possa suportar as provas solenes do último grande dia.

Madeira, feno e palha podemos construir sozinhos, mas ouro, prata e pedras preciosas são da tesouraria do Rei. “Sem mim nada podeis fazer”, foi a palavra do Salvador a Seus Apóstolos escolhidos! Quanto mais isto se aplica a nós que somos “menos do que o mínimo de todos os santos”.
Será em vão suas santas assembleias! Em vão os seus desejos sinceros! Em vão seus clamores apaixonados! Em vão seus esforços de mil e uma formas! A menos que o próprio Deus esteja um passo à frente do esconderijo de Seu poder e opere a Sua própria obra gloriosa, nada de bom pode advir de tudo o mais.
“Se o Senhor não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam.”

Tendo lembrado a nós mesmos, queridos amigos, que os nossos grandes feitos repousam na força do Deus de Jacó, é muito reconfortante percebermos quão grande é essa força. Existe apenas um braço para nós para descansarmos, mas é uma abençoada segurança – está escrito: “Tu tens um braço poderoso.”
O poder de Deus é como Ele mesmo – autoexistente e autosustentado. O poder na criatura é como a água na cisterna. O poder no Criador é como água na fonte. A criatura é a lua que brilha com luz refletida – o Criador é o Sol, cuja luz é derivada de uma fonte dentro de si mesmo.

Ele próprio é a grande fonte central e originador de todo o poder. Nós devemos vir, então, ao escabelo de Seus pés, sentindo que tudo deve vir Dele.
Nada temos que trazer, senão a nossa fraqueza, e o senso de necessidade, e vir a Ele clamando: “Ó Deus, tu és todo-suficiente. Não necessitas de nós, nem podemos contribuir com nada para contigo. Agora deixe Sua capacidade fluir em nós e cinja a cada um de nós, pobres fracos que somos, com Seu poder!”

No próximo lugar, o poder de Deus é abrangente, incluindo todo o poder que reside em todas as criaturas no Universo. “Deus falou uma vez. Duas vezes tenho ouvido isto, que o poder pertence a Deus.” Quando as rodas de uma máquina giram há energia em cada roda dentada. Mas todo esse poder estava originalmente no motor. Assim que no Senhor, “vivemos, nos movemos, e existimos.”
Seja qual for o poder que possa haver na mais poderosa das criaturas de Deus é ainda inerente ao próprio Deus.
Assim, meus irmãos, o Senhor terá o prazer de ensinar alguns de vocês como orar e outros como exortar.

O poder de Deus, em terceiro lugar, é imutável.
O que quer que Ele tenha feito no passado Ele é capaz de repetir agora. Seu braço nunca aumenta em força – senão como poderia ser Todo-Poderoso? Ele nunca diminui – senão como poderíamos concebê-lo como sendo de Deus Todo-Suficiente?
Falamos de mudança das épocas, mas não devemos pensar em um Deus mudando!
Nosso Deus não é o Deus somente do passado, mas do presente.
Deixe isto então encorajar-nos em nossas fervorosas súplicas para que Ele faça para nós as maravilhas que Ele operou para a Igreja Primitiva.
Cabe-nos lembrar, também, que o poder de Deus está na plenitude de ser perfeitamente irresistível. Admitimos que quando Deus coloca para fora, senão um pouco da Sua força, ninguém pode deter a Sua Onipotência.

Corações orgulhosos são humilhados, corações duros são quebrados, o ferro e a rocha são derretidos quando o Senhor está operando.
Deus fará Sua boa vontade e, em resposta às suas orações, ele vai enviar a bênção! Seu poder é irresistível! Lance mão dele e prevaleça.
Este poder, não posso me esquecer de dizer, é infinito. O poder na criatura deve ter um limite porque a criatura em si é finita. Mas o poder no Criador não tem nem medida nem limite. Estou certo, amados, que nós tratamos nosso Deus muitas vezes como se Ele fosse como nós mesmos. Sentamo-nos depois de alguma derrota ou decepção, e dizemos que nunca vamos tentar novamente – porque supomos que o trabalho será impossível. Mas há alguma coisa difícil para o Senhor? Por que então limitar o Santo de Israel? Deus não é homem para falhar, nem o filho do homem para que sofra uma derrota.

Cristão, o poder que habita em Jeová pertence a você!
“Ao que crê todas as coisas são possíveis.”
Olhe para trás com solene reverência sobre as obras de Deus na derrubada do pecado. Veja toda a terra inundada com inundações destrutivas. “Tu tens um braço poderoso, ó Deus.”
Mais uma vez, o poder de Deus é manifesto, queridos amigos, para nossa alegria em obras de sustentação, bem como de criação. O poder de Deus foi visto, tenho certeza, não somente em sustentar o mundo, mas em preservar Sua Igreja no mundo todos estes anos.
O poderoso braço de Deus foi notável em apoiar a Sua Igreja em anos passados; como o Senhor tem feito nestes dias presentes. Tenhamos, então, bom ânimo. Por que Deus não deveria abençoar e socorrer Sua amada Igreja agora? Por que Ele não o faria nestes dias um belo palácio para Si mesmo para morar? Porque para a edificação da sua Igreja novos convertidos são necessários.

Mas, amados, a manifestação mais marcante do poder divino é encontrada nas obras de redenção. Típico disto foi a grande obra redentora no Mar Vermelho, e, portanto, a música de Moisés é juntada ao cântico do Cordeiro. Pensem, queridos amigos, do poderoso braço de Deus em trabalhar os meios de nossa salvação. Isso não foi um trabalho fácil que Jesus empreendeu.
Cristo vai limpá-lo. Ele está lhe livrando! Ele vai lhe limpar por meio da Sua morte! Ele tomou as coisas vis e as desprezadas para transformá-las por meio do Seu poder! E então nós dizemos, “tu tens um braço poderoso” para fazer tais maravilhas por coisas insignificantes.


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here