A Minha Consolação na Aflição

0

Partes de um sermão de Charles Haddon Spurgeon, traduzidas e adaptadas pelo Pr Silvio Dutra.

“O que me consola na minha aflição é isto: que a Tua Palavra me vivifica.” (Salmo 119.50)

É quase desnecessário dizer que, em alguns aspectos, os mesmos eventos acontecem a todos os homens igualmente – em matéria de aflições isto é certamente assim. Nenhum de nós pode esperar escapar da tribulação. Se você é ímpio, “muitas dores virão para os ímpios.” Se você é piedoso, “muitas são as aflições do justo.” Se você andar nos caminhos da santidade, você encontrará obstáculos lançados no caminho pelo inimigo. Se você andar nos caminhos da injustiça, você será apanhado em armadilhas e segurado lá até a morte. Não há como escapar de problemas! Nós nascemos para isso, como as faíscas voam para cima.

Quando nascemos de novo do Espírito, nós herdamos inúmeras misericórdias, porém temos certamente nascido para um outro conjunto de problemas, porque entraremos em tribulações espirituais, conflitos espirituais, dores espirituais e assim por diante, e, portanto, temos um conjunto duplo de angústias, bem como de mercês duplas.

Quem escreveu este Salmo 119 era um bom homem, mas certamente era um homem aflito. Muitas vezes Davi teve tristeza e muita tristeza. O homem segundo o coração de Deus foi um dos que sentiu a mão do próprio Deus em castigo. Davi era um rei e, por isso, seria tolice de nossa parte supor que os homens que são mais ricos e superiores a nós, são mais blindados para a aflição – mas muito ao contrário. Quanto mais no alto da montanha, mais turbulentos os ventos.
Grandeza, proeminência, popularidade, nobreza, realeza não trazem alívio de tribulações, mas sim um aumento das mesmas.
Filho de Deus, lembre-se que nem bondade nem grandeza pode livrá-lo da aflição! Você tem que enfrentá-la, qualquer que seja sua posição na vida, portanto, enfrente-a com coragem destemida e extraia uma vitória dela.

No entanto, mesmo se você enfrentá-la, você não vai escapar dela. Mesmo se você clamar a Deus para ajudá-lo, ele irá ajudá-lo através do problema, mas Ele provavelmente não vai afastá-lo de você. Ele te livrará do mal, mas ainda pode levá-lo à provação. Ele prometeu que vai livrá-lo em seis problemas e que em sete não haverá nenhum toque do mal em você, mas Ele não promete que seis ou sete provações devem ser mantidas longe de você. Um semelhante ao Filho de Deus estava com os três amigos de Daniel, mas não para extinguir o fogo da fornalha, ou para impedir de serem lançados nela.” Eu estou com você, Israel, ao passar pelo fogo”, pode muito bem descrever a garantia da Aliança.

Que possamos experimentar o fogo se só assim podemos perceber a Presença Divina! Alegremente podemos aceitar o forno se podemos encontrar a companhia do Filho de Deus com a gente lá.
“Eu vi o quão feliz você estava, caro amigo, quando se encontrava em apuros. Eu te vi doente em outro dia e notei a sua paciência. Eu sabia que você foi caluniado e eu vi como você estava calmo. Você pode me dizer por que estava tão calmo e controlado?” É uma coisa muito venturosa se o cristão pode responder a essa pergunta totalmente. Eu gostaria de vê-lo pronto para dar uma razão para a esperança que está nele com mansidão e temor, dizendo: “Esta é a minha consolação na minha angústia.” Eu quero que você, se você tem experimentado o conforto de Deus, que você possa passá-lo para um amigo! Que você possa dizer aos outros o que é, para que eles possam provar a consolação com que Deus o consolou. Esteja pronto para explicar aos jovens iniciantes – “Esta é a minha consolação na minha angústia.”

Esse conforto vem de uma FONTE PECULIAR “Este é o meu conforto, porque a Tua Palavra me vivifica.” O conforto, então, é em parte externo, vem da Palavra de Deus, mas é, principalmente, e eminentemente interior, pois é a Palavra de Deus a experiência necessária como o seu poder de vivificação dentro da alma.
Se é a Palavra de Deus que conforta, por que procurar em outro lugar em busca de consolo, senão na Palavra de Deus?
Todas as cisternas secam – somente a fonte permanece. Da próxima vez que você estiver com problemas, chegue até a Bíblia. Diga para a sua alma: “Alma, aquieta-te e ouça o que Deus, o Senhor vai falar, pois Ele falará de paz ao seu povo.”
Agora para a parte interna da sua consolação. “Esta é a minha consolação na minha aflição, porque a Tua Palavra me vivifica.” Oh, não é a letra, mas o Espírito Santo, que é o nosso verdadeiro conforto! Nós não olhamos para esse livro, que consiste de tanto papel e tanta tinta, mas com o testemunho de vida dentro do livro! O Espírito Santo incorpora Si mesmo nestas palavras abençoadas de Deus e trabalha em nossos corações a fim de que sejamos vivificados pela Palavra! É isso que é o verdadeiro conforto da alma.

Irmãos e irmãs, é uma coisa muito estranha que quando Deus quer fazer uma coisa, Ele sempre faz outra. Quando Ele quer nos confortar, o que ele faz? Ele nos conforta? Sim, e não. Ele nos vivifica e assim Ele nos conforta. Às vezes, a forma indireta é o caminho em linha reta. Deus não dá o conforto que pedimos por um ato distinto, mas Ele nos vivifica e assim obtemos conforto.
Então, queridos amigos, o seu conforto e o meu é a Palavra de Deus, aplicada por Deus, o Espírito Santo, em nossos corações, vivificando-nos para um aumento da vida espiritual! Não tente fugir de suas provações. Não se preocupe sob seus cuidados. Não espere que este mundo possa trazer rosas sem espinhos. Não espere evitar a eclosão de espinhos e cardos.

Peça vivificação! Peça para que a vivificação venha, não por novas revelações, nem pela excitação fanática, mas pela própria Palavra de Deus aplicada em silêncio pelo Seu próprio Espírito! Então, você deve vencer todas aos suas tribulações, superar suas dificuldades e entrar no céu cantando aleluias à mão direita do Senhor e do santo braço que lhe tem dado a vitória!


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here