Isaías 42.3

0

“Ele não quebrará a cana trilhada, e não apagará o pavio fumegante.” (Isaías 42.3)

Deixe que eu me alegre num Salvador e Senhor, que tem tomado sobre Si mesmo a minha própria natureza em suas fraquezas e dores. Eu posso estar absolutamente certo de sua simpatia e seu apoio. Mesmo eu sendo um caniço rachado – Ele não quebrará a minha fraqueza. Mesmo sendo eu um pavio que ainda fumega, Ele não extinguirá a minha luz bruxuleante. Ele se lembra muito bem quando colocaram uma cana na Sua própria mão, e o cetro que Lhe deram; e quando, na escuridão do Getsêmani e Gólgota e do sepulcro, a Sua luz parecia completamente extinta.

Não, não. Ele usa e gosta de transformar caniços feridos. Eles se tornam canetas, para escrever as maravilhas de Sua verdade e as riquezas da Sua graça. Eles se tornam instrumentos de música doce, para tocar os Seus louvores em melodias de triunfo. Eles se tornam colunas que sustentam e adornam o Seu templo. Eles se tornam espadas e lanças para derrotar seus inimigos; para que, como um poeta canta, “o caniço rachado é amplamente capaz de atravessar e furar o escudo do erro.”

E Ele ama e emprega e transforma em chama brilhante o pavio que ainda fumega. Eles são mudados. . .
em lâmpadas que brilham para a orientação de pés errantes,
em tochas que transmitem a Sua mensagem para a geração seguinte,
em raios de farol que conduzem os marinheiros na tempestade ao porto desejado.

Sou grato por um Senhor que é tão poderoso e tão bondoso. Eu não preciso desesperar de mim mesmo, desde que Jesus é quem cuida de mim.

Texto de Alexander Smellie, traduzido e adaptado por Silvio Dutra.


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here