Batismo com Fogo

0

“Disse João a todos: Eu, na verdade, vos batizo com água, mas vem o que é mais poderoso do que eu, do qual não sou digno de desatar-lhe as correias das sandálias; ele vos batizará com o Espírito Santo e com fogo.
A sua pá, ele a tem na mão, para limpar completamente a sua eira e recolher o trigo no seu celeiro; porém queimará a palha em fogo inextinguível.” (Lucas 3.16,17)

Estas palavras de João Batista, relativas ao batismo de fogo, se analisadas no próprio contexto em que foram proferidas, parecem indicar diretamente que há uma referência a dois tipos distintos de batismos que seriam feitos pelo poder de Jesus Cristo:

– O primeiro grupo, com o Espírito Santo, para aqueles que nele cressem e se arrependessem dos seus pecados, que ele indica a seguir como sendo o trigo que seria recolhido e preservado pelo Senhor no seu celeiro.
– O segundo grupo, com o fogo inextinguível, por ser palha e não trigo, ou seja, aqueles que não cressem no Senhor e que não se arrependessem dos seus pecados, e que são lançados no fogo do inferno por Deus.

Muitos interpretam esta passagem relativa ao batismo de fogo proferido por João, como sendo o revestimento de poder do Espírito Santo, uma vez que no dia de Pentecostes foram vistas línguas como que de fogo sobre as cabeças dos discípulos, representando o próprio Espírito Santo, com o qual nosso Senhor havia prometido que eles seriam batizados por ocasião da sua ascensão ao céu, depois da Sua ressurreição.

Nosso Senhor havia prometido na mesma ocasião que eles seriam revestidos de poder para dar testemunho do evangelho a todas as nações quando o Espírito Santo viesse sobre eles.
Todavia, não podemos esquecer que o fogo é usado nas Escrituras, no caso de crentes, principalmente como meio de purificação deles e da sua fé, por meio das provações, e pela santificação do Espírito Santo, como se vê por exemplo com o que foi feito com Isaías com a brasa retirada do altar, do refino dos crentes com o fogo de ourives citado em Malaquias, e por tantas outras passagens de igual significado, porque nenhum crente será sujeito ao fogo consumidor e inextinguível do inferno e do lago de fogo e enxofre, que é destinado somente aos ímpios, conforme pode ser observado em diversos textos das Escrituras.

Pr Silvio Dutra


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here