Pessoas que não Herdarão o Reino de Deus

0

A Paz do Senhor Jesus, amados!

Hoje trago um tema bastante polêmico e que causa extensas discussões em nosso meio jovem e cristão, por isso, decidi que estudaria um pouco mais sobre o tema e traria uma breve explicação a respeito dessa passagem.

Leiamos o versículo:

Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o Reino de Deus.” – 1 Coríntios 6.10


Com a minha leitura pude levantar alguns pontos e individualmente fiz uma breve pesquisa sobre cada um deles e tentarei de uma maneira mais clara possível transmitir o que pude aprender.

  1. Devasso:

    A palavra “devasso” vem de imoralidade, libertinagem e obscenidade. Por essas definições, podemos ver que uma pessoa devassa, é aquela que comete imoralidades, partindo de todas as áreas, incluindo as correlatas ao sexo e também aquelas ligadas a tradições religiosas, familiares e morais de uma sociedade.

  2. Idólatra:

    Uma pessoa idólatra é aquela que adora a ídolos, valores e ideais em oposição a um Deus monoteísta. Isso se aplica em nossos dias ao passo que, o cristianismo vem se tornando idólatra, prestando cultos e ritos a imagens, objeto, doutrinas e pessoas que não representam a doutrina de Cristo.

  3. Adúlteros:

    Uma pessoa adúltera, é aquela que profana estatutos dados por Deus à Igreja, indo desde o matrimônio, como também a Sua Palavra, visto que abandonar ou alterar a palavra de Deus é uma forma de adultério.

  4. Efeminados:

    Sem dúvidas, este é o assunto mais polêmico do versículo e um dos mais do Novo Testamento.

    Efeminado é um termo traduzido do grego Malakoi (ou Malakos), que realmente tem como um dos principais sentidos, o significado de devasso, porém, possui um sentido correlato em sua aplicação grega de sexualmente passivo a outro homem, ou seja, possui um desejo sexual por outro homem (ou pessoa do mesmo sexo) mas sem exercer a prática homossexual.

    Portanto, podemos concluir que como o apóstolo Paulo já havia mencionado a devassidão, o significado aqui é no sentido sexual do termo Malakoi, indo em contraste com a tese defendida por muitos adeptos da Teologia Inclusiva de que haveria aqui uma recursividade no discurso de Paulo.

  5. Sodomitas:

    Provém do termo original grego Arsenokoitai, que é basicamente uma complementação do sentido de Malakoi, onde  o sentido é de passividade. Já no Arsenokoitai, o sentido é de pratica, ou seja, ser ativo ou praticante de atos sexuais com pessoas do mesmo sexo, deixando claro que do mesmo jeito que pensar e sentir desejo, praticar atos sexuais com pessoas do mesmo sexo é igualmente pecado.

    Outra evidência desse sentido, é que o termo faz referência aos antigos habitantes de Sodoma e seu comportamento depravado em relação ao sentido sexual.

  6. Ladrões:

    São os vigaristas, trapaceiros e os que roubavam. Logo, todos podemos concluir que assim como perante às leis humanas, o crime é punível e um pecado igualmente grave.

  7. Avarentos:

    São aqueles que são gananciosos pelo ganho, com um desejo insaciável de ter mais, sendo que esse desejo toma o lugar de Deus na vida das pessoas.

  8. Bêbados:

    Refere-se àqueles que bebem livre e habitualmente, que se tornam alcoólatras. Assim como já sabemos, a ingestão de bebidas alcoólicas pode causar danos para a nossa saúde, bem como causa efeitos em nossos pensamentos, nos deixando alterados, logo, também é um pecado.

  9. Maldizentes:

    Seriam pessoas culpadas de usarem um discurso abusivo, difamadores. Infelizmente é o pecado de estimação que muitos de nós temos guardados em nossas vidas, que causa escândalo e nos faz pecar cada vez mais.

  10. Roubadores:

    São aqueles que roubam ou confiscam uma propriedade durante uma perseguição. Aqui pode significar aqueles que tiram vantagem dos outros de uma forma legal, porém completamente injusta.

Bom irmãos, esse foi o resultado da minha pesquisa e sei que podem haver discordância de alguns temas aqui dispostos, mas pela graça de Jesus somos justificados (Romanos 3.24), e se há mais alguma dúvida em relação à esses temas, podemos pedir ajuda ao próprio autor!

Essa é a beleza da Bíblia, que sempre se completará, e quando estivermos com dúvidas, podemos recorrer ao próprio autor, que nos atenderá a qualquer momento e em qualquer lugar.

A graça seja com todos vós. Amém.” (Hebreus 13.25)

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA