Usando os controles

0

ROMANOS 12.1-8

… que apresenteis o vosso corpo por sacrifício vivo, santo e agradável a
Deus, que é o vosso culto racional. (Rm 12.1.)

Quantos acidentes automobilísticos acontecem diariamente no trânsito!
Um irmão estava dirigindo sua moto da maneira correta. Ia para o seu local
de trabalho, quando sofreu um acidente. O motorista do carro que bateu
nele era um idoso senhor, já com seus reflexos mais lentos. E, em vez de
pisar no freio diante do sinal que se fechava, acelerou mais forte, atingindo
a moto. Algumas costelas quebradas, várias escoriações e até mesmo a desistência de continuar como motoqueiro, foram algumas das conseqüências
do acidente.

O uso errado ou indevido dos controles de qualquer veículo pode trazer
danos irreparáveis. O freio, o volante e o acelerador têm funções especí? cas
e, quando estão em ordem, obedecem ao comando do motorista. Assim
também nós, seres humanos, fomos dotados por Deus de controles específicos
para que a vida corra de maneira adequada e feliz.

O controle do nosso interior define nossas atitudes. O perdão, a mansidão
e o domínio próprio são indispensáveis para conseguirmos chegar ao
destino (à pátria celestial). O Senhor promete nos ajudar na jornada. Ele é o melhor motorista que existe. Você quer deixá-lo guiar a sua vida?

Dou a ti, Senhor, o controle do meu viver.
Aos seus pés, deixo minha ansiedade.
Sonda, prova e limpa todo o meu ser,
Pois quero te adorar em espírito e em verdade.

Pai, jamais conseguirei chegar ao fim da jornada sem a tua
direção, sem o teu amor, sem a tua companhia. Preciso de ti.
Necessito de tuas mãos a guiarem meu destino, de teu coração
a trazer-me segurança e paz na caminhada. Amém.


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here