Ui, te machuquei, foi mal!

0

Sempre preferi escrever textos sobre espiritualidade e reflexões sobre a vida, mas de um tempo para cá tenho observado com mais atenção os relacionamentos pessoais, amorosos, de amigos e com Deus.

A forma como você se relaciona com pessoas diz muito sobre você. A forma como você se relaciona com pessoas, diz muito da forma como Deus vê você.

Não existe isso de ter um ótimo relacionamento com Deus e um péssimo relacionamento com meu próximo. Só há relacionamento com Deus se existe uma boa convivência com seu irmão.

Com o passar dos anos e com as pedradas que levamos, acabamos nos tornando pessoas rasas, superficiais. Amamos e desamamos como se fosse a coisa mais comum de todas.
Descobrimos um novo melhor amigo a cada momento e deixamos de lado alguém simplesmente por que não concordamos com algum comentário. Isso não é se relacionar!

Imagina se Deus desistisse de nós cada vez que o decepcionássemos?

Magoamos e ofendemos pessoas, mas como não sentimos as dores delas, exclamamos um simples: “Ui, te machuquei, foi mal!” e continuamos a vida como se nada estivesse acontecendo. Do outro lado um coração sangra, alguém ferido ajunta os cacos e tenta sobreviver, enquanto nós caminhamos dizendo o “quanto amamos a Deus.”
Posso repetir?

Não existe isso de ter um ótimo relacionamento com Deus e um péssimo relacionamento com meu próximo. Só há relacionamento com Deus se existe uma boa convivência com seu irmão.

João, um discípulo que realmente sabia de relacionamentos, pois era o mais próximo de todos de Jesus, a ponto de Jesus reclinar a cabeça em seu ombro, disse assim: “Aquele que diz que está na luz, e odeia a seu irmão, continua nas trevas.” 1 João 2:9

Ui, forte esse texto ein? Quer andar na luz? Ame seu irmão!

Ao vivermos essa onda do desapego, onde tudo e todos são descartáveis, temos relacionamentos superficiais com familiares, relacionamentos rasos com amigos e uma trágica história de relacionamentos frustrantes com namoradas(os).

As pessoas não são substituíveis. Não há ninguém no mundo inteiro como eu e você. Somos únicos e especiais da forma que somos e altamente amados por um Deus que nos fez, nos amou e não nos trata como tratamos os outros. Já imaginou se fossemos pagos na mesma moeda?

Pense em quantas pessoas já passaram na sua vida e você não tem mais contato.

Quantos amores eternos e quantos melhores amigos que nem se sabe mais onde moram. O Senhor quer se relacionar conosco e nos dá uma formula bem antiga e importante de ser aprendida:

Se alguém afirmar: “Eu amo a Deus”, mas odiar seu irmão, é mentiroso, pois quem não ama eu irmão, a quem vê, não pode amar a Deus, a quem não vê. 1 João 4:20
Vamos mudar? Vamos mostrar ao mundo a nossa diferença começando por investir em relacionamentos. Diga ao seu amigo/parente/marido o quanto ele é especial e o quanto você lutará por manter essa comunhão.

Quando investimos em pessoas, saramos corações feridos. Reconstruímos histórias e geramos um mundo melhor.

E que o Senhor nos ajude.

Na paz d’Aquele que é fiel a Sua Palavra e nos permite escrever e ler textos sobre Seu amor.

Pr. Felipe Heiderich
www.felipeheiderich.com
@FelipeHeiderich


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here