Quisera eu Saber Louvar

0

Louvar ao Senhor não é opcional, mas uma obrigação. Na essência do relacionamento de cada cristão com Deus está o dever de louvá-lo. Trata-se de uma ordem Bíblica que tem por finalidade exaltar as virtudes e/magnificência do todo Poderoso. Louvar ao Senhor é uma das principais funções dos anjos e um privilégio, para o povo de Deus.

Louvar significa magnificar, honrar, glorificar, oferecer ação de graças, elogiar, adorar, aclamar. O ato do louvor implica a mais íntima comunhão com Aquele que está sendo louvado. Em sua essência, o louvor significa voluntariedade de espírito em adorar e servir ao Supremo Deus. Louvar a Deus é regozijar-se em suas obras. Deus se compraz e se deleita em suas obras criadas(Gênesis 1; Salmos104.31;provérbios 8.30,31) e toda a criação, incluindo os anjos, expressam sua alegria por meio do louvor(leia jó 38.4-7 e apocalipse 4.6-11).

Louvar a Deus é muito mais que simplesmente agradecê-lo, Louvar a Deus é esquecer-se de si mesmo. Quando louvamos a Deus, devemos nos esquecer de nós mesmos, de nossas Necessidades e até das respostas que já recebemos. É necessário que nos concentremos somente em Deus, nas suas qualidades eternas, que não mudam:

Seu poder, sua fidelidade, seu amor, e de todos os outros atributos que fazem parte de seu ser. No genuíno louvor, nossa atitude não é tanto a de estar pronto a receber, mas a de dar: nos oferecermos a nós mesmos.
Por que louvar a Deus?

Porque Ele é digno de louvor
Ele merece todo o louvor.
Fomos criados para louvá-lo
O louvor opera maravilhas
O louvor traz a resposta eterna.
O louvor nos sintoniza com os céus.
Temos motivos para louvarmos a Deus

Por sua majestade (SI 96.1,6)
Por sua glória (SI 138.5)
Por suas excelências (SI 148.13)
Por sua grandeza (SI 145.3)
Por sua bondade (SI 107.8)
Por sua misericórdia (SI 89.1)
Por sua longanimidade e veracidade (SI138.2)
Por sua salvação ( SI 18.46)
Por suas maravilhosas obras (SI 89.5)
Por suas consolações (SI 42.5)
Por seus juízos (SI 101.1)
Por seus conselhos eternos (SI 16.7)
Por sua proteção (SI 71.6)
Por seu livramento (SI 40.1-3)
Por suas respostas às orações (SI 28.6)
A adoração não é um passatempo, e nem uma atitude de louvor irrefletida (Romanos 12.1),mas sim, é a expressão sacrificial de nosso ser a Deus; isso implica uma oferta completa de nosso afeto, bens e de todo o nosso trabalho. Nosso espírito só poderá penetrar na dimensão do louvor quando estivermos dispostos a oferecer o nosso melhor para Deus.

Louvar é o segredo para se acrescentarem bênçãos a nossa vida.
A Bíblia diz” Louvem-te a ti, ó Deus, os povos, louvem-te os povos todos.
Então a terra dará o seu fruto; e Deus, o nosso Deus, nos abençoará, e todas as
extremidades da terra o temerão”. Salmos 67.4-6)

Eliel Feitosa
Teólogo, músico e compositor

Assembleia de Deus
ministério Fé na terra

Brasília-DF


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here