O real segredo da Prosperidade – REVELADO

0

O movimento da “Teologia da Prosperidade” está em alta ultimamente nas igrejas. Mas quais são as “técnicas” que tornarão você próspero? Será que existe a “unção” que faz multiplicar os zeros na conta? Há aqueles que defendem e aceitam este movimento, outros não. Mas deixando de lado a polêmica em torno desse assunto, hoje vou te ensinar a “encher o bolso” e também encher-se do Espírito Santo.

O versículo tema para este estudo está em Provérbios 28:13, onde está escrito: “Quem esconde os seus pecados não prospera, mas quem os confessa e os abandona encontra misericórdia.” (Nova Versão Internacional)

Este é o primeiro conceito de prosperidade. Se você vive uma vida de pecado, certamente está atrasando sua vida. Primeiro porque Deus tem um plano para você e isso envolve a sua vida em todos os aspectos: espiritual, pessoal, financeiro, familiar, sentimental, social, enfim… TUDO. Prosperidade à luz da Bíblia é isso: você ter sucesso em todas as áreas da sua vida. E isso começa quando você chega pra Deus e conta tudo pra Ele.

Talvez você se pergunte: “Tá, mas tipo assim, Deus sabe de tudo, conhece tudo, por que preciso contar o que Ele já sabe?”

Realmente, você está certo. Mas Deus precisa que você lhe fale tudo para assim começar um relacionamento com você. Hoje você começa confessando seus erros, amanhã seus projetos e depois suas conquistas. É um círculo de amizade que começa daí. Quando não estamos acostumados a falar com Deus, a primeira coisa que lembramos é de nossos erros (comigo foi assim). No começo, nossos pecados são a “coisa do momento”. Mas depois de receber o perdão do Senhor, começamos a fazer planos, e buscamos a vontade de Deus para nossa vida. E conforme passa o tempo, nosso diálogo com o Pai não é só de pedidos, mas de agradecimentos pelas conquistas. Nesse momento a prosperidade começa a ser realidade na sua vida.

Tudo isso é muito lindo, mas é importante ver que no versículo tema deste post (lá em cima, Provérbios 28:13), é preciso “jogar limpo” com Deus, não esconder nada, confessa e abandonar nossos erros. Isso mesmo, largar mão desse pecado aí de “estimação”. É um processo difícil, mas trará a você um retorno maravilhoso. O quê, não acredita? Então lê o versículo abaixo:

“Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça.” (1 João, 1: 9 – Almeida Revista e Atualizada)

Entendeu porque confessar é importante? Permita-me explicar: quando pecamos, o pecado endurece nosso coração e se, não confessarmos pra Deus, nos distanciamos da sua presença, e quanto mais longe do seu amor, mais vazio ficamos. Confessar alivia a alma e acalma o coração. Faz um teste aí mesmo, se possível, abaixe sua cabeça e fale em pensamento com Deus o que você tem feito de errado. Bota pra fora isso que te amargura! Lembre-se que em Isaías 43: 25, está escrito: “Eu, eu mesmo – diz o Senhor – sou o que apago as tuas transgressões por amor de mim e dos teus pecados não me lembro. (Almeida Revista e Atualizada). Não existe pecado maior do que a graça de Deus!

Aí que entra aonde queria chegar.

Já falamos de confessar, abandonar agora preciso chegar no final do versículo de Pv. 28:13: encontrar misericórdia. Isso tem ligação direta com a graça de Deus. Seria arrogância da minha parte falar de pecado e não falar da graça. Pois “…onde aumentou o pecado, transbordou a graça…” (Romanos, 5:20-NVI). Em termos gerais, a pecaminosidade da humanidade deu ocasião para Deus se mostrar ainda mais gracioso ao perdoar os pecados das pessoas, através do sacrifício de Jesus, isto é, este ato nos trouxe redenção, nos reaproximou de Deus, e nos dá uma perspectiva de uma vida nova, agora com Deus.

Antes de terminar, me permita falar um pouquinho mais sobre misericórdia. O profeta Jeremias escreveu: “Todavia, lembro-me também do que pode dar-me esperança. Graças ao grande amor do Senhor é que não somos consumidos, pois as suas misericórdias são inesgotáveis. Renovam-se cada manhã; grande é a tua fidelidade! ” (Lamentações, 3: 21 a 23 – Nova Versão Internacional)

O que lhe dá esperança? O que te motiva quando você acorda todos os dias? Jeremias estava passando um momento difícil da vida dele. Mas ele pegou as memórias que o haviam desanimado e usou-as como motivação, encorajamento. Quando você para e pensa no amor de Deus, nasce a esperança no teu coração. E quando você busca conhecer os planos de Deus para sua vida, esta esperança te dar um “gás” que te faz continuar perseverando. Porque assim o Pai revela na sua Palavra: “Porque sou eu que conheço os planos que tenho para vocês, diz o Senhor, planos de fazê-los prosperar e não de lhes causar dano, planos de dar-lhes esperança e um futuro. (Jeremias, 29: 11 – Nova Versão Internacional)

Abraços,

Que a graça esteja com você!

Por: Charles Júnior – www.charlesjunior.tk


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here