“o que Deus é capaz de fazer para mudar a vida de um homem”

0

O EVANGELHO SEGUNDO NABUCODONOSOR
“o que Deus é capaz de fazer para mudar a vida de um homem”

Daniel 4

Introdução – O título pode parecer herético, mas não é. Afinal, o que é o evangelho senão a história do que Deus foi capaz de fazer para salvar o homem, o que aliás é descrito no episódio que estamos abordando. O texto é um documento oficial autobiográfico escrito pelo rei Nabucodonosor após ter aprendido a maior de todas as lições da maneira mais difícil (reconhecer que Deus é quem manda). O documento foi anexado na íntegra por Daniel em seu livro, por se tratar de uma das conversões mais extraordinárias da Bíblia, ao lado da conversão de Paulo.
Divida o texto em três partes muito simples e isso facilitará o entendimento do assunto, afinal essa é uma história que pode mudar a sua história! (se você preferir divida em duas partes – do palácio para o pasto e do pasto para o céu).
1. A exortação ao rei – o significado do sonho
2. A humilhação do rei – a realização do sonho
3. A restauração do rei – o propósito do sonho

Algumas lições merecem destaque e não é nosso objetivo esgotar o assunto, mas provocá-lo ao estudo pessoal dessa conversão.

1. Ninguém sabe quantas oportunidades terá, portanto trate cada oportunidade como se fosse a última – O rei no capítulo 1 foi impactado pelo testemunho de servos de Deus, no capítulo 2 obteve respostas de Deus e no capítulo 3 presenciou milagres de Deus. Mas nada disso havia adiantado. Ele se deixou impressionar, mas não se transformar. Ouviu a verdade, reconheceu como verdade, mas não se comprometeu com a verdade. Agora, Deus iria apelar para esse expediente terrível a fim de fazê-lo dobrar-se de uma vez por todas! Infelizmente tem gente que é quebrada e não se quebranta!

2. Não é preciso ser o pior dos pecadores para cometer o pior de todos os pecados – quando pensamos ser melhores que os outros, acabamos por nos tornar menores que todos. Os cristãos e os não-cristãos tem a teologia do cão na teoria e a teologia do gato na prática (o cão vê o seu dono dar o que ele precisa e pensa – ‘esse cara é legal, deve ser Deus’, já o gato submetido ao mesmo tratamento pensa – ‘Como sou legal, devo ser Deus’). O orgulho nos faz ver as bênçãos como direitos e conquistas e não como dádivas. O orgulho é o pior dos plágios (atribuir a si aquilo que é obra de Deus)! Quer saber se você é orgulhoso? Existem alguns testes infalíveis – pense em como você se sente quando é esnobado; pense na sua reação quando surge alguém melhor do que você e pense em como você encara as pessoas orgulhosas – será que você ainda tem dúvidas? A única maneira de parar de olhar os outros de cima para baixo é olhando para Deus de baixo para cima!!!

3. Pare de confundir conforto com segurança – era um tempo de tranquilidade, mas será que tranquilidade é sinônimo de paz? A arca não era confortável, mas era segura! Pare de acreditar que o fato das coisas estarem dando certo na sua vida, isso é um sinal de que você está certo – circunstâncias favoráveis não são um sinal confiável da aprovação divina (permissão é diferente de aprovação) e circunstâncias contrárias também não significam que Deus está descontente com sua vida. Um juízo adiado não é o mesmo que um juízo cancelado. O pecado quase nunca é pago imediatamente, mas sempre é pago integralmente!

4. Abandone seus pecados antes que seus pecados abandonem você – não basta saber o que fazer, é preciso fazer o que sabe. Não basta deixar de fazer o mal, é preciso começar a fazer o bem (o princípio da substituição). Transforme seus bens em bênçãos, antes que seus bens se tornem males. Assim como o Faraó você vai querer passar mais uma noite com as rãs? O pecado dá prazer, mas não alegria. O prazer que o pecado proporciona é muito rápido e pequeno diante da dor duradora e enorme que ele reserva para o final. É preferível sofrer no caminho do bem, do que desfrutar de prazeres num caminho que leva à morte!

5. Lembre-se que Deus permite que coisas ruins nos aflijam para que as piores não nos atinjam – quanto você vai precisar perder para não se perder? Às vezes, Deus nos tira algo para nos dar algo superior, outras vezes, Ele nos tira algo para que esse algo não nos tire o que é importante!

6. Pare de buscar alívio para os seus problemas e passe a buscar a verdade mesmo que isso lhe traga mais problemas – não faça de Deus seu último recurso, mas seu único refúgio!!!

7. Conte o seu testemunho a todos, mas principalmente a você mesmo – Nabucodonosor está contando para todo mundo a sua conversão. Paulo fazia o mesmo e a conversão no caso dele foi tão marcante que ele sabia o dia e a hora! A melhor maneira de continuar sendo quem você se tornou depois de Cristo, é não se esquecendo de quem você foi antes de Cristo. O contato com os perdidos nos mantém ‘a salvo’. Os perdidos são um espelho que reflete a nossa imagem no passado e é bom sempre tê-la em nossa memória!

REFLEXÃO – “O que faz uma vida valer a pena não é o fato de você se tornar bem-sucedido, mas se tornar bem-aventurado. A lição do texto não é que se você se converter vai ter mais do que tinha ou tem. A lição é que não importa se vamos ter muito ou pouco, se vamos perder para ganhar mais ou perder para nunca mais ganhar. O que importa é que você vai ganhar algo que nunca poderá ser tirado – a salvação de sua alma!!! A lição é que longe de Deus nos tornamos menos que humanos e junto Dele somos feitos pessoas santas!!! A maior vitória de um homem é ser vencido por Deus!!! Talvez você pense que isso não é para você, já que você não é tão mau assim. Mas saiba que a questão não é se você não é tão mau, mas que você não é tão bom quanto deveria. Esse texto nos ensina que não há ninguém tão mau que não possa ser salvo, mas não nega que não há ninguém tão bom que não precise!!! Não importa se a sua fé é fraca, mas se ela é verdadeira.”

CONCLUSÃO – “O que Deus vai precisar fazer para você se converter? Creio que Ele não precise fazer mais nada, pois já fez tudo. Ele não vai precisar torná-lo um louco, pois Ele se fez pior que isso, Ele se fez pecado por nós. Ele não precisa mandar você comer capim como os animais, pois Ele voluntariamente foi até a cruz por você!”


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here