O lar consagrado

2

INTRODUÇÃO

I – EDIFICADOS POR

DEUS

1. Através da Santificação

2. Através da Obediência

3. Através da Oração

II – GUARDADOS POR

DEUS

1.  Segurança Física

2. Segurança Emocional

3.  Segurança Espiritual

III – SUPRIDOS POR DEUS

1. O Pão de cada dia

2. O Poder contra o inimigo

CONCLUSÃO

Salmo 127

1 – Se o SENHOR não edificar a casa, em vão trabalham os que edificam; se o SENHOR não guardar a cidade, em vão vigia a sentinela.

2 – Inútil vos será levantar de madrugada, repousar tarde, comer o pão de dores, pois assim dá ele aos seus amados o sono. 3 – Eis que os filhos são herança do SENHOR, e o fruto do ventre, o seu galardão.

4 – Como flechas na mão do valente, assim são os filhos da mocidade.

5 – Bem-aventurado o homem que enche deles a sua aljava; não serão confundidos, quando falarem com os seus inimigos à porta.

INTRODUÇÃO

O apóstolo Paulo, usado por Deus e em resposta ao carcereiro de Filipos, (At 16.31) deixou uma mensagem explícita não apenas para aquele homem, mas para toda a humanidade: “Crê no Senhor Jesus e serás salvo, tu e a tua casa”. Esta é uma promessa que se estende a toda a casa daquele que crê, numa clara indicação de que Deus tem interesse em abençoar a família e não somente o indivíduo. No entanto, o que temos visto são filhos e filhas de crentes entregues aos prazeres mundanos e carnais, entre os quais, o vício das drogas, da lascívia e da prostituição, sem temor e sem reverência à santidade de Deus, deixando os pais angustiados e preocupados com o que lhes possa acontecer

Para termos famílias consagradas, onde a operação divina é tão atuante e poderosa a ponto de nos livrar das maldições que o pecado traz a nossas famílias, os pais – principais líderes e responsáveis na condução de uma família a Deus – necessitam colocar o Senhor no centro de seus corações, de suas atitudes e de seu lar.

I – EDIFICADOS POR DEUS

Se o SENHOR não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam”; (Sl 127.1a)

Para que a família seja, de fato consagrada, não pode estar apoiada em valores sociais ou morais por melhores que eles sejam, mas unicamente em Deus, o autor da família, e em seus princípios, que tem todos os atributos necessários para torná-la uma bênção, além de ser Ele mesmo o maior interessado em ser o Senhor de nossos lares (Ef 3:20). “Porque Deus é o que opera em vós tanto o querer como o efetuar, segundo a sua boa vontade.” (Fp. 2.13)

1. Através da Santificação

Segui a  paz  com todos  e  a santificação,  sem a qual ninguém verá o Senhor.” (Hb 12.14)

O primeiro passo que devemos dar para que nossos lares sejam, de fato, consagrados a Deus é a santificação. O ambiente de paz, tranqüilidade, amor e sabedoria que desejamos para nossas famílias só se manifestará com a presença constante de Deus em nossas casas previamente consagradas a Ele, em plena santificação de nossas vidas.

Não é por acaso que o autor da epístola aos Hebreus associou a santificação à paz, uma vez que o coração consagrado não abre espaços para brigas e contendas, posto que essas são obras da carne, incompatíveis com um lar santificado. Isso significa dizer que um lar essencialmente cristão e separado para Deus produz marido, esposa e filhos pacíficos e equilibrados.

O lar santificado não se associa com as obras da carne (Gl 5.19-21), mas pratica o fruto que o Espírito Santo produz (Gl 5.22).

2. Através da Obediência

E estas palavras, que hoje te ordeno, estarão no teu coração; E as ensinarás a teus filhos e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e deitando-te e levantando-te.”(Dt 6.6-7)

Deus deu ordens aos israelitas a respeito da sua Palavra. Ela deveria ser ensinada aos filhos em todas as ocasiões do dia em que surgisse a oportunidade: assentado em casa, andando pelo caminho, ao levantar e ao deitar.

Se cada pai e mãe se dispuser, no seu coração, a obedecer a esse mandamento bíblico, seremos abençoados com uma geração de crianças, jovens e adultos comprometidos com a Palavra de Deus e tudo que dela implica, seja a renúncia ao pecado e aos hábitos mundanos, seja dedicação total a Deus.

Mas é importante notar que Deus diz que a sua Palavra deverá estar, primeiramente, no coração dos pais. Não na mente, no raciocínio, na consciência, apenas, mas no coração, o lugar da devoção e da obediência, o que os capacitará a ser bons exemplos a seguir.

3. Através da Oração

…A oração do justo pode muito em seus efeitos.”(Dt 6.6-7) Não há como termos um lar consagrado a Deus se nele não houver a presença diária da oração. O próprio Senhor Jesus orava noites inteiras e sempre ordenava-nos à oração (Mt 14.23; 26.41) Através da oração, os pais podem e devem rogar a Deus pelos filhos desde o ventre da mãe para que os torne servos fiéis e obedientes do Senhor. Por ela, podemos interceder pelos cônjuges para salvação, transformação e edificação. Devemos, também, suplicar ao Altíssimo a nossa santificação e aperfeiçoamento na fé

Em Atos 10 e 11, temos um bom exemplo do Centurião Cornélio, que salvou a sua família através da oração. Quando em resposta às orações daquele homem Deus enviou Pedro para lhe pregar a respeito da Salvação, toda a família foi salva e cheia do Espírito Santo.

II – GUARDADOS POR DEUS

…se o SENHOR não guardar a cidade, em vão vigia a sentinela.” (Sl 127.1b)

1. Segurança Física

E até mesmo os cabelos da vossa cabeça estão todos

contados”(Mt 10.30)

Atualmente, uma das indústrias que mais crescem no Brasil e no mundo é da área de segurança pessoal. Pagam-se elevadas somas de dinheiro para a contratação de serviços de vigilância, mas, apesar de todo esse cuidado e de todo o aparato envolvido, vez ou outra, temos notícias de alguém que foi seqüestrado e/ ou morto, numa demonstração de que, sem a guarda de Deus, todo os métodos humanos são falíveis.

Para os salvos, no entanto, a Bíblia diz que “o anjo do Senhor acampa-se ao redor dos que o temem e os livra”. (Sl 34.7).

O Salmo 91 é uma das mais belas promessas de Deus para quem nele confia de que, quando surgirem as pestes, mortandades e assolações, o Senhor estará nos guardando. Rm 8.28 nos faz lembrar que “todas as coisas contribuem para o bem daqueles que amam a Deus…”.

2. Segurança Emocional

E ele converterá o coração dos pais aos filhos, e o coração

dos filhos a seus pais…” (Ml 4.6)

Há, no mundo de hoje, uma terrível tendência para o egocentrismo, a busca dos próprios interesses, as divisões e separações dentro dos lares.

Filhos há que, revoltados, nada ouvem das palavras dos pais.

Maridos e mulheres já não reconhecem como autoridade sobre suas vidas as palavras de Jesus contra o divórcio e posterior casamento (Mt 19.9) e desobedecem a esse mandamento. A cada um desses eventos, as pessoas demonstram a falta de consagração ao Senhor, posto que estão com o coração endurecido.

Mas Deus, ao planejar o primeiro casamento e a primeira família, no Éden, criou homem e mulher para serem um e não mais dois. As pesquisas mostram que filhos de pais que nunca se separaram, tampouco, tem intenção para isso, são mais equilibrados e melhores pessoas.

3. Segurança Espiritual

E não temais os que matam o corpo e não podem matar a alma; temei, antes, aquele que pode fazer perecer no inferno a alma e o corpo.”(Mt 10.28)

Quando as nossas famílias estão consagradas a Deus, podemos ter a alegria de ver pai, mãe e filhos, em todas as fases de suas vidas, seguindo a Deus com todo vigor e alegria, sabendo que maior é o que está conosco do que o que está no mundo (I Jo 4.4) e que nós temos todas as condições de permanecermos com toda a família nos caminhos do Senho

Ainda que o diabo ataque o nosso lar, há uma receita precisa e eficaz de Deus para nós: “sujeitai-vos, pois, a Deus, resisti ao diabo e ele fugirá de vós”. (Tg 4.7)

III – SUPRIDOS POR DEUS

1. O Pão de cada dia

Inútil vos será levantar de madrugada, repousar tarde, comer o pão de dores, pois assim dá ele aos seus amados o sono.”(Sl 127.2)

Quando estamos com o nosso lar voltado para a vontade de Deus, devemos confiar que Ele é capaz de suprir todas as nossas necessidades. O salmista dizia: “fui moço, e agora sou velho; mas nunca vi desamparado o justo, nem a sua semente a mendigar o pão”. (Sl 37.25)

Uma vez que Deus tem suprido as necessidades das nossas famílias, e continuará a fazê-lo, é importante, para os pais e para os filhos, equilibrar a dedicação ao trabalho secular com a dedicação ao cônjuge e aos filhos, e, principalmente, a Deus, uma vez que muitos há que, de tanto trabalhar terminam negligenciando tanto a família quanto a Deus

2. O Poder contra o inimigo

Bem-aventurado o homem que enche deles a sua aljava; não serão confundidos, mas falarão com os seus inimigos à porta.” (Sl 127.5)

A família unida por Deus tem todas as condições para vencer o maligno e a todos os seus adversários com mais facilidade.

Quando permitirmos e buscarmos para nossos lares, um ambiente de amor e harmonia vindo de Deus seremos como Levítico 26.8: “cinco de vós perseguirão a um cento deles, e cem de vós perseguirão a dez mil; e os vossos inimigos cairão à espada diante de vós”.

Não é sem motivo que o diabo tem investido tanto para popularizar o divórcio e ridicularizar o casamento, até mesmo entre os crentes, pois ele sabe que o crente separado é crente derrotado e isolado, tornando-se presa fácil para suas armadilhas. Sabe ele, também, que filhos separados de um ou de outro dos pais é filho instável, inseguro e sofrido, portanto, sujeito às suas artimanhas. Mas quando consagramos nosso lar e nossas vidas a Deus, temos poder para vencer o maligno.

CONCLUSÃO

A estabilidade e segurança que um lar consagrado produz transfere -se, automaticamente, para os demais membros do corpo de Cristo, a Igreja.

Satanás sabe, muito bem, que contra uma Igreja cujos membros vivem o Evangelho de Cristo na forma genuína como nosso Senhor deixou não é uma presa fácil para suas armadilhas. Eis a razão porque o seu primeiro alvo é destruir as famílias, restando a cada um de nós ficar atento para suas astutas ciladas e vencê-las todas (Ef 6.10-11).

1. O seu lar é consagrado?

2. Você tem se dedicado à santificação, à obediência e à oração dentro de seu lar?

3.Você está disposto a mudar o que está errado na sua vida para que Deus tenha lugar dentro de sua casa?

Fonte: Missão Aupe

2 COMENTÁRIOS

  1. Esses estudos tem verdadeiramente a unçao do SENHOR JESUS sao verdadeiras armas para alcançarmos conhecimentos e vidas aqui na terra. DEUS ABENÇOE…………….

DEIXE UMA RESPOSTA