Iniciativa Humana ou Obra de Deus

1

“Todavia, através de uma janela, desceram-me muralha abaixo dentro de um cesto.” II COR 11: 33

A partir do verso 30 de sua segunda carta aos Coríntios capitulo 11, Paulo declara:
“Se, portanto, devo me orgulhar, então que seja nas atitudes que revelam minha própria fraqueza”.

Descrevendo sua decepção com o resultado de seus primeiros esforços evangelísticos, declarando ter conhecido “suas fraquezas”, em um fato ocorrido em Damasco, a primeira cidade a qual Paulo, o apostolo dos gentios evangelizou.
“Em Damasco, o governador da cidade, sob a autoridade do rei Aretas, vigiava a cidade dos damascenos com o firme propósito de prender-me. Todavia, através de uma janela, desceram-me muralha abaixo dentro de um cesto. E assim, fui livrado das mãos dele. O espinho na carne e a glória “ Atos 9: 22.

O resultado de cerca de três anos de esforços evangelísticos, foi um fracasso. Paulo foi grandemente usado pelo Espirito Santo, mas não em Damasco, observe como o Espirito Santo descreve seu trabalho lá:
“Saulo, porém, se esforçava muito mais, e confundia os judeus que habitavam em Damasco, provando que aquele era o Cristo.”
A expressão “se esforçava mais” aponta sua confiança em si mesmo. Ele ainda era um aprendiz dos princípios do andar no Espirito, e portanto, descreve mais tarde como um inteiro fracasso o resultado de três anos de seus esforços evangelísticos baseados em sua capacidade natural, descritos assim:
“Todavia, através de uma janela, desceram-me muralha abaixo dentro de um cesto.” II COR 11: 33 .

Ninguém se converteu, nenhuma igreja plantada, apenas a fuga na calada da noite. E porque resultado tão pífio? Certamente pelo fato de que Paulo estava ainda operando do poder de suas próprias habilidades, ele, Saulo, estava tentando fazer a Obra de Deus.
Não me admira que após iniciar a andar no poder do Espirito Santo preferiu ser chamado de Paulo, que significa o pequeno, a Saulo, que significa o grande. Pois quanto menos a obra que fazemos tem de nós mesmo, mais tem do Espirito Santo.

“Minha graça é suficiente para você, pois o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza.Portanto, eu me gloriarei ainda mais alegremente em minhas fraquezas, para que o poder de Cristo repouse em mim.” II Coríntios 12: 9.
E olha que estamos falando de Paulo, que no auge de seu ministério foi acusado pelos judeus de Tessalônica de colocar o mundo romano de cabeça para baixo, de tão efetivo que era em seu ministério.
“Estes que têm causado alvoroço em todo o mundo, agora chegaram também aqui. Atos 17: 6.

Mesmo Paulo, cometeu erros para apreender a diferença entre uma Obra genuína do Espirito Santo e puro e sincero esforço humano. Para que no futuro, se tornasse um cooperador de Deus em sua Obra, sendo um instrumento que colocaria o mundo de cabeça para baixo, tumultuando o império romano com o poderoso evangelho do Reino de Deus.

Link para o artigo completo:
https://docs.google.com/document/d/10OM5Ehnab_9-VhVAPbXyquk0Aeg7uuXS52Q5sHhC5lA/edit?usp=sharing


1 COMENTÁRIO

  1. Não entendi, o que tem a ver Lc 11.4 com dìzimo? O texto referido não está falando de dìzimo,mas sim em relação a oração do Pai nosso. Mt 23.23 aí sim ,Jesus fala do dízimo,e ele não está abolindo,mas mandando fazer as duas coisas,sem omitir nenhuma. ( O AMOR, E O DÍZIMO).

  2. Não entendi, o que tem a ver Lc 11.4 com dìzimo? O texto referido não está falando de dìzimo,mas sim em relação a oração do Pai nosso. Mt 23.23 aí sim ,Jesus fala do dízimo,e ele não está abolindo,mas mandando fazer as duas coisas,sem omitir nenhuma. ( O AMOR, E O DÍZIMO).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here