Culto Doméstico

1

Momentos em família são agradáveis e corriqueiros na vida de cada pessoa. Nos reunimos para aniversários, para aquela macarronada de domingo, um bom churrasco ou para ver um jogo da seleção (essa não anda nos animando tanto assim…). Ainda há as reuniões de dia a dia, quando nos reunimos para tomarmos o café da manhã, no almoço ou no jantar ou vendo TV na sala. Porém uma reunião que tem ocorrido cada vez menos nos lares das nossas famílias é o Culto Doméstico, e é sobre ele que vamos falar agora.

Em muitas igrejas e lares o culto doméstico é algo opcional ou, no máximo, um exercício superficial, assim como uma breve oração de graças à mesa antes das refeições. A consequência é que muitas crianças crescem sem qualquer experiência ou impressão da fé cristã e do culto como uma realidade diária. Em outras igrejas e lares a situação é ainda pior, o culto doméstico simplesmente inexiste.

Estamos distanciando nossas crianças dos caminhos do Senhor. A “religião familiar” ou a pratica da fé dentro dos nossos lares é um dos pilares do cristianismo. Caso não acordemos, o quanto antes, para a necessidade de retomarmos nossa fé dentro de nossas famílias, muito em breve estaremos como relatado no livro de Juízes “outra geração após deles se levantou, que não conhecia ao SENHOR, nem tampouco as obras que fizera a Israel” (Jz. 2:10).

Este esquecimento não foi de um dia para outro, foi gradual, foi paulatino. Os pais tem neglicenciado o dever bíblico de educar seus filhos!!!

Alguma razões para se fazer o Culto Doméstico:

É bíblico – Deus recomendou em Deuteronômio 6.7. “Sentado em tua casa” quer dizer sentar com a família para falar de Deus e das coisas espirituais. Timóteo aprendeu em casa, com a avó Loide e a mãe Eunice.
Comunhão Familiar: – Dissensões, inimizades e separações dificilmente acontecem numa família que cultua a Deus e medita em sua Palavra diariamente.
É momento para tirar dúvidas a respeito da Bíblia e da vida cristã.
Porque o culto doméstico suaviza as asperezas do relacionamento no lar e enriquece grandemente o convívio em família. Ler Efésios 6.1-9.

Porque o culto doméstico ajuda a manter na fé os filhos que saem de casa, afastando-se da influência dos pais. II Timóteo 3.15 “Porque desde criança você conhece as sagradas letras, que são capazes de torná-lo sábio para a salvação mediante a fé em Cristo Jesus.“
É uma excelente oportunidade de evangelizar seus vizinhos e parentes, convide-os para participar do seu culto doméstico.
O Culto familiar, ou doméstico, não deve ser um peso sobre o lar. Uma família cristã precisa estar tão envolvida com Deus que os pensamentos e conversas se voltem naturalmente para Ele durante o dia inteiro. O Culto em família é apenas mais um momento onde nos voltamos a Deus e rendemos graças a Ele por tudo que Ele É e por tudo que Ele faz.

Alguns conselhos práticos para o culto Doméstico:

Não precisa ser longo – Não torne o culto algo longo ou enfadonho. Tenha bom senso, se for apenas com sua família, não desestimule seus filhos a participar tornando o culto doméstico algo demasiadamente longo ou formal. Se em determinada ocasião ou ambiente for especialmente propício, é possível estendê-lo por mais tempo, mas deve ser uma exceção e não regra.
Todos devem participar – Coloque seus filhos para trazer a palavra ou cantar algum hino. Lembro que em minha infância, toda semana ou eu ou meu irmão trazíamos uma reflexão o culto que fazíamos em casa.

Procure dias e horários que mais membros da cada estarão presentes.
A adoração familiar deve ser viva e, conforme Deuteronômio 6:4-9, espontânea e natural. Ninguém ganha pontos com Deus pela formalidade.
Bom irmãos, espero que a pratica do Culto Domestico volte a nossos lares, às nossas famílias. Que possamos nos empenharmos no zelo de nos comprometermos a manter em nossos lares o culto a Deus, e a andarmos em nossas casas com corações retos no cumprimento fiel de todos os deveres domésticos, educando, instruindo e exortando nossos filhos e familiares a guardarem os caminhos do Senhor.

Soli Deo Gloria


1 COMENTÁRIO

  1. muito bom assunto. É necessário muita ênfase sobre este assunto porque muitas das debilidades que encontramos nos nossos jovens vindos de lares cristão estão na displicência dos pais em transmitir os ensinos bíblicos em casa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here