A Unção do Espírito – Parte 3

0

Como no dizer do apóstolo, se é a unção do Espírito que nos ensina todas as coisas relativas à vontade de Deus, como um exímio professor, certamente é ela o colírio ao qual Jesus se refere em Apo 3.18, com o qual nossos olhos podem ser ungidos para que vejam as realidades celestiais e espirituais, e especialmente a vontade de Deus, porque a unção do Espírito é também de entendimento e de temor do Senhor, tal como estivera em Cristo (Isaías 11.3).

Assim um dos primeiros efeitos da unção do Espírito é o Seu ensino a nós das verdades e mistérios do evangelho. E uma vez que os cristãos são assim ungidos, e permanecem na unção recebida do Espírito, eles são usados por Deus como sacerdotes (I Pe 2.9) porque terão poder para interceder em favor dos pecadores especialmente para a salvação deles, e para todos os demais usos que sejam do propósito de Deus e que são cumpridos quando eles estão debaixo da unção e do poder do Espírito.

Isto é necessário para a realização deste ofício sacerdotal dos cristãos, porque é por meio da unção do Espírito que eles são santificados e consagrados a Deus, e têm suas faculdades exercitadas para discernir as coisas espirituais pelo Espírito.Como poderá o homem natural tratar do que é sobrenatural?Como poderão os cristãos carnais tratarem das coisas que são espirituais e que são discernidas somente espiritualmente?Importa pois estar cheio do Espírito para a realização de qualquer obra que seja de fato de Deus e pertencente à Igreja de Cristo.Por isso a exigência, mesmo para aqueles que se ocupariam do ofício do diaconato na Igreja primitiva era que fossem homens cheios do Espírito Santo e de sabedoria (Atos 6).

Então é prometido aos que têm recebido a unção do Espírito que eles terão:
1 – instrução espiritual, e iluminação para compreenderem os mistérios do evangelho;
2 – uma dedicação especial a Deus, ao modo de um privilégio espiritual.

Assim, é somente pela unção permanente do Espírito, por um andar no Espírito, e um contínuo encher-se do Espírito, que o cristão pode ser impedido de ter a sua fé arruinada pela ação de sedutores. Os falsos profetas vestidos de ovelhas não conseguirão jamais enganar o cristão ungido pelo Espírito, desviando-o da verdade, porque a unção que nele está lhe ensinará tudo o que se refira à verdade.
Assim este ensino da unção que permanecerá para sempre na Igreja, não é meramente uma instrução doutrinal externa, mas uma operação eficaz interna do Espírito Santo. É por causa desta unção que Paulo pôde afirmar o que lemos em Ef 1.17,18:

“Para que o Deus de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai da glória, vos dê em seu conhecimento o espírito de sabedoria e de revelação; tendo iluminados os olhos do vosso entendimento, para que saibais qual seja a esperança da sua vocação, e quais as riquezas da glória da sua herança nos santos;”.

Assim, o Espírito usa realmente os meios externos de instrução pela Palavra, e ensina nada além do que está revelado na Palavra, mas nos dá uma compreensão para que possamos conhecer a verdade, e abre nossos olhos para que possamos ver clara e espiritualmente as coisas maravilhosas que estão na Sua lei. E não há nenhum ensino que seja tão eficaz como aquele que é feito mediante a unção do Espírito.
Importa portanto que pregadores, evangelistas, professores, exerçam seus ministérios debaixo do poder e unção do Espírito, para que sejam efetivamente eficazes.


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here