Porque Existe Morte Física

0

Não há outra forma de se conhecer realmente a Deus senão em santidade e em espírito, porque Ele é santo e espírito.
Não se pode conhecer o amor de Deus senão em comunhão com Ele, e participando do Seu infinito amor.
O amor de Deus pela humanidade é tão grande que o próprio Jesus Cristo afirma que foi em razão da grandeza deste amor que Ele fora dado como sacrifício para morrer em nosso lugar (João 3.16).

Então, por pressuposto, podemos entender que uma das razões de haver morte física, que significa não apenas a separação do nosso corpo físico do nosso espírito, como também a impossibilidade de continuarmos tendo contato com nossos entes queridos que partiram deste mundo, é a de conhecermos a grande tristeza e dor que haveria no coração de Deus caso fosse possível ficar para sempre separado de Seus filhos amados.
Dizemos caso fosse possível, porque não é possível que isto aconteça, porque todos os que Lhe pertencem foram entregues ao cuidado de nosso Senhor Jesus Cristo para que nenhum deles se perca.

“E a vontade de quem me enviou é esta: que nenhum eu perca de todos os que me deu; pelo contrário, eu o ressuscitarei no último dia.” (João 6.39)

Assim, pela dor e tristeza que podemos aprender com a separação que é causada pela morte, nos esforçamos para não entristecer o coração de Deus, vivendo separados do Seu amor, e ao mesmo tempo buscamos a vida abundante que há em Cristo Jesus, para que nós mesmos não nos acumulemos de tristezas e ruína por permanecermos mortos em delitos e em pecados.
A morte física entrou portanto no mundo como uma grande misericórdia da parte de Deus para com todos os pecadores, para que soubéssemos que o salário do pecado é a morte.
E a morte espiritual significa separação eterna de Deus.
Jesus veio ao mundo para vencer a morte, de modo que possamos ser restaurados e reconciliados com Deus.

Se não houvesse morte física, certamente jamais tentaríamos resolver o problema da morte eterna, que é a condenação do espírito a um sofrimento eterno.
Viveríamos em pecado por longos anos ou menos, conforme fosse permitido por Deus, até que Ele trouxesse sobre nós uma abrupta e inesperada condenação lançando-nos no fogo eterno do inferno por não termos dado a devida consideração ao fato de sermos pecadores, e que a justiça de Deus exige que o pecado seja punido onde quer que ele seja encontrado.

Jesus sofreu a punição no nosso lugar, para que por meio da fé nEle, sejamos livrados da condenação e por conseguinte da citada morte.
E tão abençoadora é a obra que Jesus consumou na cruz, que até mesmo o corpo físico dos que morrem nEle será ressuscitado num novo corpo glorificado por ocasião do arrebatamento da Igreja.
Se pelo pecado e pelo diabo a morte entrou no mundo, por meio de Jesus alcançamos a vida eterna, com uma vitória plena sobre todas as formas de morte – física, espiritual e eterna.

Pr Silvio Dutra


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here