Pela Misericórdia de Deus

0

O que era desde o principio, o que ouvimos, o que vimos com os nossos olhos, o que temos contemplado, e as nossas mãos tocaram da palavra da vida. I João 01:01.

Não se pode navegar em tranqüilidade se o mar estiver revolto, não há como caminhar descalço, se o chão estiver muito quente, não se pode edificar uma fortaleza se não tiver os equipamentos necessários; tudo, para dá o inicio, precisa de uma motivação.
Certo é, viver em situações adversas é como andar no fio do escape, não se sabe ao certo o que de fato pode acontecer; é como caminhar em noites escuras sem ter ao menos uma lanterna para clarear o caminho. Pode-se, deparar ou não, com obstáculos diversos.

A visão humana é limitada, ela não ver o que esta por detrás das nevoas escuras, é preciso ter algo ou, alguma coisa que a direcione, que a conduza que mostre o caminho certo. Disse Jesus: Eu Sou a luz que vim ao mundo, para que todo aquele que crê em mim não permaneça nas trevas. João 12:46.

Em todo o tempo do viver, a vida humana é como incógnita, sempre tem altos e baixos, às vezes parece o revirar das ondas do mar, subindo e descendo. Quão desgastante é esperar por algo que parece que não vai acontecer; agonizante é ter que passar por um precipício sem ter algo para equilibrar-se, segurar-se. Porém, mesmo nas revira-voltas da vida, todos precisam caminhar, não importando o trajeto a percorrer, viver é preciso.

Na caminhada da fé, muitas coisas tornar-se contraditória ao nosso ponto de vista, por que; quando embarcamos na jornada cristã, logo, assimilamos que tudo será bem diferente; se viermos doentes ficaremos curados; se viermos carregados, ficaremos leves; se viermos pobres, ficaremos ricos; e assim sucessivamente. Não é que isto não possa acontecer, pode sim! Se, for este o querer de Deus para conosco, mas, o alvo em conhecer a Deus é bem diferente de tudo isto; quantos, acham que, depois que tornaram-se “crentes”, vão virar super-star, virar ídolo gospel, estrela pop; alguns, porque faziam determinada coisa quando estava lá fora, vem para Deus e querem dá continuidade naquilo, dentro do evangelho, como se eles fossem alguma coisa, e Deus dependesse do saber humano. Dá a entender que, eles estão fazendo favor, vindo para Deus; outros não examinam a palavra e pensam que tudo passará a decorrer em mil maravilhas, “fácil, fácil”.

Quem mesmo embutiu isto na cabeça destes cristãos modernos? De onde surgiram estes disparates? Já que a bíblia nos ensina totalmente diferente. Mas alegrai-vos no fato de serdes participantes das aflições de Cristo; para que também na revelação da sua glória vos regozijeis e alegreis. I Pedro 04:13. Ou seja, tem conflito na vida cristã, há problemas diversos, mas, nosso animo provem do que não vemos, mas cremos, Jesus. A alegria provocada pelas coisas procedentes à vida humana é momentânea e passageira, assim como um moinho que o vento espalha, mas, o contentamento que provém de Deus, cria raízes tão profundas capazes de fazer atravessar o sobrenatural.

Vejamos: todos os profetas tiveram tribulações adversas, tantos; viviam outrora suas vidas de forma regular como qualquer cidadão; quando ouviram a voz de Deus, e atenderam ao seu chamado, passaram a ter um caminhar muito árduo, eles pagaram alto preço para ter intimidade com Deus, alguns, perderam suas identidades humanas, tantos foram acoitados, massacrados e mortos. Eles poderiam ter de tudo, o melhor nesta vida, porque isto também é promessa, porém, eles entenderam que era necessário abandonar, deixar de lado as coisas que perecem, para conquistar as que duram para sempre. Muitos deixaram de viver suas próprias vidas para viver a vida de Deus, sofrendo na pele as mais cruéis das chagas. E outros experimentaram escárnios e acoites, até cadeias e prisões. Foram apedrejados, serrados, tentados, mortos ao fio da espada; andaram vestidos de peles de ovelhas e de cabras, desamparados, aflitos e maltratados. Hebreus 11:36-37.

Veja também o Profeta Elias, alguém capaz de falar e, Deus, além de fazer o que Ele falou, criar situações para ele saísse do perigo que ele criou. […] Vive o Senhor, Deus de Israel, perante cuja face estou, que nestes anos nem orvalho nem chuva haverá, senão segundo a minha palavra. Depois veio a ele a palavra do Senhor dizendo: vai-te daqui […] e esconde-te. I Reis 17:1-3.
No entanto, ele viveu sozinho, andou como fugitivo, tantas vezes, era sustentado por Corvos, e viúvas, pobres. Elias poderia ter cobrando de Deus uma vida com abastança, já que ele conseguia realizar tantas maravilhas. Mas, por amor as coisas de Deus, ele foi até chamado de causador de problema, só porque não se aliava as diretrizes daqueles que estavam distantes da vontade de Deus. E sucedeu que, vendo Acabe a Elias, disse-lhe Acabe: És tu o perturbador de Israel. I Reis 18:17.

Quando a bíblia diz: o mundo vos odeia. Então, isto mostra uma realidade divergente do cristianismo de hoje, porque em muito, em nosso meio, estamos tentando adaptar o evangelho a contento, compactuar as coisa lá de fora, aqui dentro, muitos estão fazendo barulho como enxame de abelhas, porém, o seu néctar da fé está em casa de moribundo, porque de fato, estão e não estão, estão dentro dos templos, mas estão distantes de Deus, ainda não se converteram ao Senhor. Porque, se Jesus não foi aceito por este mundo, como é que nós que somos seus servos podemos ser amigos do mundo, e ainda achar que estamos fazendo a vontade de Deus? Há um engano em tudo isto, é preciso ser aborrecido no mundo. Se o mundo vos aborrece, sabei que, primeiro que a vós, me aborreceu a mim. João 15:18.

Há muito holofote e pouca conversão. Quando de fato nos convertemos a Cristo, o mundo sente, porque o nosso cheiro irrita as narinas das trevas, ele passa a nos odiar. A nossa presença de certa forma tem que incomodar a tantos quantos vive lá. E, isto será prova real que Deus está em nossa vida. (Dos quais o mundo não era digno) errantes pelos desertos, e montes, e pelas covas e cavernas da terra. E todos estes, tendo tido testemunho pela fé, não alcançaram a promessa. Hebreus 11:38-39.

A palavra está dizendo que tem que haver repulsão entre nós e o mundo, quando saímos do mundo e adentramos no evangelho, acontece uma colisão; toda a colisão de alguma forma, sempre tem arranhões, feridas e perdas. Ou seja, quando nos aproximamos de Jesus, há um impacto que provoca dores; coisas precisam ser arrancadas, circunstâncias tende fazer sangramento; feridas, serão necessárias, rupturas serão vistas, laços precisam ser cortados, para alguns, será imprescindível perder certas coisas que faziam parte da velha vida. Porque, rasgamos nossa titularidade terrena, e conquistamos à automação celestial, logo, as coisas terrenas não mais fazem parte do nosso cotidiano. Sabemos que somos de Deus, e que todo o mundo está no maligno. I João 05: 19.

Passa a haver divergência entre a nossa atual vontade, com a vontade de outrora, os passos já não serão mais os mesmos; a caminhada será mais cautelosa; não há como viver pensando como se pensava antes. Isto demonstrará que passamos a conhecer o evangelho da graça, na nossa decisão em sermos servos de Cristo, passamos a ser não amados pelo mundo.
No entanto, é fundamental agirmos como os servos do Senhor, descrito na sua palavra, que em tempo algum desistiram da caminhada, mas fizeram a fé prevalecer. Os quais pela fé venceram reinos, praticaram a justiça, alcançaram promessas, fecharam as bocas de Leões, Apagaram a força do fogo, escaparam do fio da espada, da fraqueza tiraram forças, na batalha se esforçaram, puseram em fugida os exércitos estranhos. Hebreus: 11:33-34.

Jesus não disse que iríamos viver em calmaria, pelo contrario, Ele disse: No mundo tereis aflições;
Ai ai ai, ai ai! Isto faz tornar-se controvérsia, aquilo que muitos têm ensinado. Nestas palavras, fica claro que, após, render a nossa vida aos cuidados de Deus, dias dolorosos iríamos passar. Porque o mundo iria se levantar contra nós, e pelo motivo de ainda andarmos nele, iríamos passar por tribulações […] No mundo tereis aflições, mas tende bom animo, eu venci o mundo. João 16:33.

Porém, diante de qualquer dificuldade, teremos uma regalia que outros não terão. Certo isto é! Temos uma promessa que nos posiciona na vanguarda, nos faz distanciar das demais pessoas, ainda que sejamos afligidos e amargurados, vamos vencer, não morreremos abitolados em agonias, porque o nosso coração não mais estará centralizado nas coisas deste mundo, mas, na única promessa que perdura por toda a eternidade, a vida eterna. E esta é a promessa que ele nos fez: a vida eterna I João 02:25

Isto se, o nosso pensar, não for mais, como o de qualquer um, mas, como de um servo do Senhor; logo, as coisas referentes a esta vida serão circunstanciais, se a tivermos tudo bem, se não a tivermos, tudo bem também, não serão elas a ditar as normas do nosso dia a dia, pois, viveremos condicionados apenas na vontade do nosso Deus, não mais nas coisas deste mundo. Porque tudo que o há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não é do Pai, mas do mundo. I João 02:16.

Só se apossa das promessas de Deus, aquele que assume o caráter da natureza divina e renuncia os prazeres deste mundo. Pelas quais ele nos tem dado grandíssimas e preciosas promessas, para que por elas fiqueis participantes da natureza divina, havendo escapado da corrupção, que pela concupiscência há no mundo. II Pedro 01:04.

Por isso, precisamos em qualquer que seja a situação olhar somente para Deus, Confiar Nele, independente do que Ele tenha nos dado, não importa se com muito ou com pouco; viveremos conscientes que os dias são de trevas, mas, nossa mente está focada na luz, e isto nos fará andar no caminho correto.
A palavra do Senhor é o que desde o inicio da criação impera, através dela, vemos as maravilhas criadas, ouvimos sobre seus feitos grandiosos e podemos tocar nas riquezas da sua presença, então, ela unicamente tem que ser nossa motivação para viver. Só através dela alcançaremos as misericórdias de Deus. Ela tem que ser o ponto de equilíbrio em nossa vida, se ela diz que é necessário passarmos por divergências para que o caráter de Cristo seja formado em nós, então, prossigamos em direção do alvo eterno. Portanto vede prudentemente como andais não como néscios, mas como sábios, Remindo o tempo; porquanto os dias são maus. Efésios 05:16.

Deus abençoe a todos!

Pra. Elza Carvalho


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here