Os meus planos e o propósito de Deus

0

Provérbios 19
21 Muitos são os planos no coração do homem, mas o que prevalece é o propósito do Senhor

Nossa mente está sempre trabalhando e fazendo planos. Isso é natural, é sinal que estamos vivos e lúcidos. Mas, pode existir uma grande diferença entre aquilo que estamos planejando em nossa mente e o propósito de Deus. Não sei você, mas eu em muitos momentos me peguei em situações de escolhas sérias, e parece que são essas horas que nossa mente mais se agita e nos deixa com aquela dúvida sobre como diferenciar o que vem de Deus e o que sou apenas eu mesmo (mente) tentando planejar para arrumar uma saída.

A minha mente não pára, ela está sempre em pleno vapor, fazendo planos, estruturando novos projetos e, por vezes, é algo que se torna até cansativo. E pensando no texto citado, pode ser algo que não vá adiantar muito, pois o que irá prevalecer sempre é o propósito de Deus. Sendo assim, entendemos que o cristão deve ter apenas a preocupação de alinhar seus pensamentos ao pensamento de Deus, mas para isso, nós precisamos entender como identificar esse tal propósito de Deus.

O propósito de Deus não muda de uma hora pra outra, ele prevalece. Não sei se você, assim como eu, já se pegou fazendo planos a médio ou curto prazo para qualquer área de sua vida, mas nem se lembra mais quantas vezes eles já mudaram e, a impressão que fica é que cada vez que esses planos foram alterados, era para que desse lugar a idéia ainda melhor e até mesmo insubstituível, até aparecer o próximo plano mirabolante. Mas, dentre tudo isso, sobe algo a sua mente que de tempo em tempo aparece e de uma maneira bem clara (geralmente acontece quando as outras idéias não surtiram o efeito esperado, ou quando sua mente descansa); algo que a princípio parece simples, não são como os seus grandes projetos espetaculares planejados por sua mente fértil, mas que toda vez que o espírito joga a informação para sua mente, você sente paz. Isso, para mim, se chama propósito de Deus. É aquilo que está armazenado no espírito e nunca morre.

Muitos são os meus planos, mas o propósito de Deus prevalece, ele nunca morre,
ele sempre aparece novamente, pois está guardado em meu espírito.

Uma outra maneira eficiente e bíblica para distinguir o propósito de Deus para nossas vidas é estudando, compreendendo e tendo revelação de Sua palavra. Em Hebreus 4.12 diz: “Pois a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais afiada que qualquer espada de dois gumes; ela penetra até o ponto de dividir alma e espírito, juntas e medulas, e julga os pensamentos e as intenções do coração.”

De acordo com o texto de Hebreus, a palavra de Deus é eficiente para fazer separação entre aquilo que tem origem na minha alma (mente, emoções) e o que tem origem no meu espírito (parte que lida com Deus). Consequentemente, faz também a separação entre: juntas e medulas (diz respeito a eficácia da palavra) e também do que é pensamento (planos, idéias) e o que é a intenção do coração (propósito de Deus).

Ela penetra até o ponto de dividir:
ALMA ESPÍRITO
pensamentos intenções do coração

Por Ramiro Chagas :: http://ramirochagas.com

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA