O Deus Que Tudo Vê

1

Eis que os olhos do SENHOR estão sobre os que o temem, sobre os que esperam na sua misericórdia(Sl 33:18).

As Escrituras no livro de Gênesis no capítulo 16 conta a história da despedida de Agar , a serva egípcia de Abraão. Conta o relato bíblico que Agar sendo serva de Abraão foi dada ao seu Senhor. Segundo o costume da época se estabelecia que a mulher que não pudesse dar filhos(descendentes) proveria uma serva para o marido, para que este a possuísse. (Gn 16:1-4).

Porém, através deste ato, diz as Escrituras que houve discórdia entre a serva e sua senhora.
A serva vendo que havia concebido começou a desprezar a sua senhora. Já, Sara, por sua vez, não aguentando a situação, humilhou-a o que provocou a despedida .

Porém , apesar de toda esta situação embaraçosa criada por essas mulheres, vemos que o Senhor e seus olhos sempre estão atentos para nos acudir e ouvir o nosso clamor.

Conta esse relato que estando ainda grávida, Agar foge da presença de sua senhora, e passando por grande aflição encontra a presença de Deus que por um anjo que lhe acode e faz promessas . (Gn 16: 9-12).
O mais interessante foi o que acontece logo em seguida, que diz que após tudo isso que aconteceu “Hagar invocou ao Senhor” e disse:

Tú és o Deus que vê. Não olhei eu neste lugar para aquele que me vê?(Gn 16:13)
Verdadeiramente, o Senhor é aquele que tudo vê. E naquele lugar onde Deus viu a aflição de Agar e seu filho ficou conhecido como Laai- Roi , que significa aquele que vive e vê.

Aliás, Agar por duas vezes essa experiência de ser socorrida pelo El Roi , ou seja, pelo Deus que vê.
Em outra passagem, também por causa de dissensões entre a sua família e a de Sara, resultou novamente na expulsão da serva de Abraão. (Gn 21: 9-14).

Mas diz as Escrituras que estando ela errante no deserto e temendo a morte de seu filho pela falta de água, ela se põe a chorar. (Gn 21:16). Logo após isso, diz as Escrituras que ouvindo a voz do menino, um anjo bradou :

Que tens, Agar? Não temas, porque Deus ouvia a voz do rapaz desde o lugar onde está.
Ergue-te, levanta o moço e pega-lhe pega mão, porque dele farei uma grande nação. (Gn 21:19)

Amados, existe uma canção cristã bem famosa que diz: “Porque Ele vive, posso crer no amanhã”… Porque Ele vive, temor não há…

Sabe, há algumas pessoas que acabam enxergando apenas o problema e por não conhecer quem é Deus e aquilo que Ele pode fazer acabam se desesperando e cometendo loucuras.Porém, mesmo sobre esses que não o conhecem, Deus derrama da sua benevolência e do seu amor. Isso
por que o Senhor não despreza a oração de um aflito.

Pois assim diz a palavra de Deus:

Pois não desprezou, nem abominou a dor do aflito, nem ocultou dele o rosto, mas ouviu quando lhe gritou por socorro (Sl 22:24).

Pois, Tu, Senhor és bom e compassivo, abundante em benignidade para todos os que Te invocam (Sl 86:5).

O interessante é que Deus não é aquele que nos socorre, mas aquele que pode fazer mais do que isso. Deus pode fazer infinitamente mais daquilo que pedimos ou pensamos(Ef 3:20).

Vemos que em ambos os casos pelo qual o Senhor socorreu Agar, Ele lhe fez promessas.
Como no caso de Ismael, Ele sabe onde estamos. Os salmos 139 diz que Ele nos sonda e nos conhece. Esquadrinha o nosso andar, nosso deitar e conhece todos os nossos caminhos(Sl 139:1;3). Diz também que os olhos do Senhor nos viram quando nosso corpo ainda estava informe, ou seja , sem formação. E que no seu livro foram escritos todos os nossos dias.(Sl 139:16).

Com a história de Agar, podemos entender que o Senhor é aquele que sempre nos ouve e vê. Ele é o EL ROI o Deus que sempre nos vê. Que nos enxerga bem além daquilo que podemos ver. Que não está distante, nem indiferente aos nossos problemas. Ele ouve a nossa oração e está atento para nos acudir nos momentos mais difíceis da nossa vida. E ainda que o homem venha a nos decepcionar e as circunstâncias digam que não vai dar certo, o Senhor é aquele que nos surpreende e nos faz promessas . O Senhor é aquele que nos traz provisão em meio ao deserto. É aquele que nos consola na hora da dor. É aquele que do céu ouve os nossos gemidos e o nosso clamor.

Na minha angústia clamo o Senhor e Ele me ouve (Sl 120:1). Pois é nos momentos em que menos O esperamos é ai que Ele se manifesta.

Pois assim diz a palavra de Deus:

Na minha angústia invoquei o Senhor por socorro ao meu Deus, Ele no seu templo ouviu a minha voz e o meu clamor lhe penetrou os ouvidos (Sl 18:6).

Então invoquei o nome do Senhor, dizendo: Senhor livra a minha alma ! O Senhor guarda os símplices; estava abatido, mas Ele me livrou.

Porque, Tu, Senhor livraste a minha alma da morte, meus olhos das lágrimas e os meus pés da queda (Sl 116:4;6;8).

Por fim , o Senhor nos ensina uma grande lição dizendo:

Invoca-me no dia da angústia, eu te livrarei e tu me glorificarás (Sl 50:15).


1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here