Música gospel: a quem pertence a glória?

1

Porque amavam mais a glória dos homens do que a glória de Deus. João 12:43

Tudo começa quando um ser humano criado à imagem e semelhança de Deus, concebido para ser amigo íntimo Dele, se coloca em Suas mãos e compõe algo verdadeiro e sincero para adorá-lo e exaltá-lo. De repente aquela canção, que era um puro gesto de sinceridade e intimidade entre a criatura e o criador, se espalha velozmente de maneira incrível e até abençoada, ganhando dimensões nacionais e internacionais, transformando-se no mais novo hit evangélico e assim catapultando o simples ser humano ao patamar da mais nova super-estrela-gospel-do-momento.

É isso aí! Quase todas as histórias que se contam sobre o início de carreira dos cantores, cantoras e grupos musicais evangélicos começam assim. A intenção é sempre a mesma: Edificar o povo de Deus através do seu ministério e suas canções, mas depois de algum tempo, quando as coisas tomam grandes proporções, tudo muda.

Nesta minha trajetória de mais de 25 anos vivendo e dependendo do ministério da música evangélica, eu vi de tudo. Já vi cantores se levantarem e vi também muitos caírem, presenciei desafetos agressivos bem como disputas vorazes por posições e valorizações em gravadoras e programas de televisão.

Vi gente chorar e se desesperar por reconhecimento, se agredir fisicamente, se curvar a propostas indecorosas de dinheiro e assim vender seu ministério a showmícios de inescrupulosos políticos. Vi pessoas se travestirem física e emocionalmente, mentindo aquilo que não são, a fim de obter algum espaço e assim se projetar de alguma maneira para seguir carreira e ser aplaudido…

Traições conjugais, esfacelamentos de famílias, miséria moral e espiritual fantasiada de trejeitos evangélicos que nada têm a ver com o genuíno chamado do Senhor para o servimos com humildade e singeleza de coração. Falo isso com conhecimento de causa, pois também vivi, sofri e “graças a Deus” venci algumas destas terríveis provas.

Por que algo que começa tão lindo e repleto de amor e simplicidade se converte na mais insana corrupção humana, criando apostatas e mutantes da fé, e do real sentido da adoração a Deus?

Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem as fontes da vida. Provérbios 4:23

Devemos guardar o nosso coração!

O coração é enganoso, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o conhecerá? Jeremias 17:9

É certo e muito verdadeiro que hoje ainda existem homens e mulheres que não se venderam, permaneceram, lutaram e não se curvaram a este modo inútil e antibíblico. Eles continuam por aí deixando o espírito dirigi-los, abençoando vidas através do testemunho com suas vidas, levantando o estandarte (Deste um estandarte aos que te temem, para o arvorarem no alto, por causa da verdade. Salmos 60:4) e proclamando o verdadeiro sentido de adorar ao Senhor, que é viver em prol do crescimento espiritual do Seu Reino. Repare que a maioria não está na “mídia gospel”; não estão sendo homenageados com troféus, mas continuam sendo chamados a prosseguir, sendo muitas vezes convidados por pastores sérios e compromissados com a “verdadeira palavra de Deus” para, no mover genuíno do Espírito Santo de Deus, levar o povo a adorar ao único que é “estrela”, Jesus, a resplandecente Estrela da Manhã!

Eu, Jesus, enviei o meu anjo, para vos testificar estas coisas nas igrejas. Eu sou a raiz e a geração de Davi, a resplandecente estrela da manhã. Apocalipse 22:16

Em Cristo,
Pr. Marcos Góes

Retirado do site Super Gospel

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. achei esse estudo maravilhoso pois a verdade é que dentro das igrejas hoje, ainda ou passaram a ter competiçoes de musica para determinar quem é o melhor,quando deveriam estar se juntando para direcionar um cantico celestial ao Senho nosso Deus.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here