Medo

0

Meus queridos internautas, tal sentença parece um tanto equivocada quando olhamos de relance para ela, mas vejamos um exemplo de coragem desmedida proporcionada pela fé:

Na revista veja de 4 de abril de 2012 na sarje “Imagem da Semana” foi apresentado ao mundo a imagem de um monge Tibetano em chamas e do lado o titulo: “A batalha da reencarnação”, uma imagem chocante diga-se de passagem, fiquei impressionado com a informação de que ele próprio havia ateado fogo em seu corpo, logo veio em minha mente: “Ele é um suicida que crê na reencarnação”. Mas não é bem assim, ele na verdade o fez para defender seu “mestre” o famoso Dalai-Lama, pois o governo chinês afirma ser ele capaz de escolher quem será o próximo Dalai-Lama, enquanto o monge que atualmente retém o título o senhor Tenzin Gyatso dissolve a afirmação do governo afirmando: “Minha próxima vida é assunto inteiramente meu”, enquanto isto monges tibetanos resolvem para defender a posição de Dalai adotar a forma mais cruel de protesto, a de atear fogo sobre seus próprios corpos.

Homens e também mulheres recorrem a este tipo de protesto usualmente nos últimos anos, é preciso muita coragem para fazer tal coisa. Mas não é este tipo de coragem que os cristão precisam ter, para compreendermos um pouco sobre a coragem necessária para os cristãos vamos ler o texto de Isaias 41:10 e meditaremos nele:

“…não temas, porque eu sou contigo; não te assombres, porque eu sou teu Deus; eu te fortaleço, e te ajudo, e te sustento com a destra da minha justiça.”

Para quem são ditas estas palavras? Essas palavras foram evidentemente ditas pelo profeta, em nome de Deus, para os escolhidos Dele. Leia o verso oito “Mas tu, ó Israel, servo meu, tu, Jacó, a quem elegi, descendente de Abraão, meu amigo.”

E novamente, no nono verso – “Tu és o meu servo, eu te escolhi.” os que são aqui chamados de “escolhidos”, são, no nono verso, também descritos como sendo “chamados”. “Tu, a quem tomei das extremidades da terra, e chamei dos seus cantos mais remotos.”

“Porquanto aos que de antemão conheceu, também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos. E aos que predestinou, a esses também chamou. ” (Romanos 8.29,30).

Ainda, além de nos ajudar a descobrir a quem este texto pertence, note que a pessoa aqui descrita é tida no verso oito como um “servo.” “Tu, ó Israel, servo meu” e no verso nove, “E a quem disse: Tu és o meu servo.” Agora, você é um servo de Deus, querido leitor ainda que estejamos bem fracos, estamos prosseguindo em direção ao Senhor. Em nossa caminhada somos obrigados a confessar “Quase me resvalaram os pés; pouco faltou para que se desviassem meus passos” (Sl 73.2). Mas nós temos sido acolhidos mesmo nessas horas.

Este texto não é apenas para aquele tempo, este texto revela seu caráter profético, que é presente hoje em nossas vidas, neste texto Deus revela um mandamento intrigante: “Não Temas”, e este não é o único veja: “Não te assombres”, Deus através do profeta Isaias nos ordena a não ter medo e a não nos apavorarmos, porque este mandamento é importante para nós hoje?

Vejamos os motivos apresentados por Deus: “Não temas, porque eu sou contigo; não te assombres, porque eu sou teu Deus; eu te fortaleço, e te ajudo, e te sustento com a destra da minha justiça”.

Neste mandamento está implícita em sua desobediência a “incredulidade”, pelo fato de o Senhor apresentar como motivo de não temermos a afirmação: “porque eu sou contigo”, quer algum outro motivo, este é o motivo pelo qual não precisamos temer, Ele continua dizendo: “eu te fortaleço, e te ajudo, e te sustento com a destra da minha justiça”. Já no NT lemos afirmativas tais como a registrada em Mat 28: 20 e eis que eu estou convosco todos os dias, até à consumação dos séculos. Amém!

Em muitos casos o medo é tido como ofensa grave ao Senhor, grave o suficiente em dizer indiretamente que Ele não existe, pois o medo desanima e paralisa a ação do crente, este deixa de realizar muitas coisas no âmbito particular e também comunitariamente no corpo de Cristo, ou seja, na igreja, na obra de Deus, pois sente medo do fracasso e tem dúvidas sobre se vai alcançar o objetivo desejado, então prefere não arriscar, a pessoa enterra o dom de Deus e na volta de seu senhor terá apenas que devolver o que havia recebido sem ter granjeado nada, pois o medo paralisou sua ação e o fez duvidar da promessa de Deus e desrespeitar o mandamento que diz Não temas, porque eu (Deus) sou contigo, muitas vezes deixamos pelo caminho o que Deus preparou para nós, pois não temos condições de receber o presente de Deus, afinal como receber algo de quem não acreditamos nem mesmo em sua existência. Meus queridos a verdade aqui apresentada é algo muitíssimo importante Deus esta conosco e quer que avencemos e para isso diz: estou convosco. Vamos avante possuir tudo aquilo que Deus preparou para nós, em o nome de Jesus.

O segundo mandamento presente é: não se assombrem, ou seja, não fiquem apavorados, este é sinal de que virão momento de assombro mas nossa confiança na provisão divina deve ser suficiente para manter nosso corações ligados a fé, de maneira que continuaremos a caminhar mesmo na tempestade pois sabemos que o Senhor é conosco e afirma: “não te assombres”, porque eu sou teu Deus, Ele afirma veemente que é Deus o nosso Deus e fará mais do que nós podemos imaginar afinal Ele mesmo diz: “eu te fortaleço, e te ajudo, e te sustento com a destra da minha justiça”.

Meus queridos não precisamos desfalecer frente as adversidades da vida temos um Deus todo poderoso que esta conosco e nos ajuda e age justamente, a presença de Deus sempre foi sinal de vitória em meio ao povo de Israel, nós somos o novo Israel de Deus escolhidos e eleitos pela fé em Cristo Jesus, não devemos ter medo ou nos assustarmos com as adversidades porque:
“Os que estão em Cristo são mais que vencedores, Glória a Deus”


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here