Hora de Renunciar

1

Apenas 24 horas. Muitas decisões. Não vai dar tempo eu penso. Perguntam-me várias vezes o que eu decidi e eu não respondo o que eu sinto, digo apenas o que “convém”dizer. Há dias em que o sol brilha lá fora mas é inverno dentro da gente. Dias em que renunciaríamos o próprio reino conquistado para viver algo novo.

Se não tomamos cuidado, rapidamente nos tornamos uma máquina de responder para não dar margens para discussões. O receio de ouvir um “Por quê não”? Faz-nos reféns do “Tá bem vai, já que você insiste eu digo sim”!

Dizem que é festa, mas “pega mal” dizer que essa festa não significa nada para você. Chega parecer loucura, mas o que é um tempo de liberdade para alguns é uma enorme prisão entendiante para mim. Existe tempo para tudo, inclusive para fazer o que ninguém espera que você vá fazer, mas que você sabe que já até passou da hora.

“Parem esse trem”! “Quero descer e trilhar outro caminho! Não quero ir para onde todos estão indo, não quero fazer o que todos estão fazendo. Ouço alguns dizerem que a Beleza da Santidade de Deus é maior do que as maravilhas da Terra. Estou faminto por essa experiência! Porque caso ela seja verdadeira posso estar perdendo tempo.

Sentir a presença de Deus, chorar quebrantado em meio há uma nuvem de Sua Glória, ser visitado por um de seus anjos que seja, mexe comigo. Arrebata-me. O tempo pára, já não me sinto escravo dele e de mais ninguém. Nenhuma notícia me apavora, nada me apressa.

Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente.
1 Coríntios 2:14

Silêncio
Ele está presente
André Luiz


1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here