A Fé Que Pregamos

0

 

“Edificados sobre o fundamento dos apóstolos e profetas, sendo ele mesmo, CRISTO JESUS, a Pedra angular” Ef 2.20.

Em primeiro lugar, é bom que se frise o motivo da Reforma Protestante implantada por Martinho Lutero. O alvo principal da referida Reforma foi trazer de volta á vida religiosa os padrões do NOVO TESTAMENTO, ou seja, a pureza original do CRISTIANISMO. Os reformadores estavam interessados em desenvolver uma TEOLOGIA que estivesse em completa CONCORDÂNCIA COM OS PADRÕES BÍBLICOS; Eles criam que isto seria possível a parti do momento em que a Bíblia se tornasse a AUTORIDADE FINAL DA IGREJA. Os estudantes que possuíam o Novo Testamento em grego, perceberam logo as DISCREPÂNCIAS entre a Igreja sobre a qual liam no Novo Testamento e a Igreja Católica que viam. E a Reforma veio e fez as mudanças vitais , nas quais as Igrejas tomaram a BIBLIA como AUTORIDADE FINAL, e entendiam que não era necessário NENHUM MEDIADOR entre o homem e DEUS para obtenção da SALVAÇÃO, já CONSUMADA por CRISTO na cruz do calvário para todos aqueles que cressem no EVANGELHO ( Rm 1.16; I Tm 1.15; 2.5).

E, nos últimos dias, nós evangélicos pregamos uma doutrina genuinamente Bíblica. O Evangelho de Jesus Cristo (Mc 16.15,16). Doutrina esta, baseada no próprio CRISTO e APÓSTOLOS, da qual o mesmo é a principal Pedra de esquina, portanto, FIRME COMO ANCORA (Ef 2.20; Hb 6.19). Combatemos o pecado em todas as suas formas e manifestações, já que a passividade ante o pecado é anti-bíblica. Na Bíblia Sagrada, Deus exorta-nos a REPROVAR, CONDENAR e jamais compactuar com as “OBRAS INFRUTIFERAS DAS TREVAS” (Ef 5.11).

Nossa mensagem, tem como objetivo levar as pessoas o PLENO CONHECIMENTO DA VERDADE e da SALVAÇÃO que está em JESUS CRISTO (I Tm 2.4). Mensagem sem preconceito de COR, RELIGIÃO ou POSIÇÃO SOCIAL, haja vista, que DEUS NÃO FAZ ACEPÇÃO DE PESSOAS (At 10.34). Ela esclarece ao religioso que há algo mais importante que RELIGIÕES, mais sublime que TRADIÇÕES e mais necessário que cerimoniais exteriores. Nela CRISTO é o ÚNICO SENHOR e SALVADOR (Lc 2.11). Advertimos a todos os homens a se ARREPENDEREM E CREREM no EVANGELHO, pois foi esta a ordenança de CRISTO (Mc 1.15). Não crer em SISTEMAS POLITICOS, FILOSÓFICOS ou de RELIGIÕES. Evangelho este, que se a sociedade fizer a escolha do mesmo, terá uma proposta de MUDANÇA, REGENERAÇÃO, e TRANSFORMAÇÕES INTEGRAIS (Rm 12.12; II Co 5.17).

Mas alguém poderá afirmar: “ ORA, TODAS AS RELIGIÕES SÃO BOAS E NOS LEVARÃO A DEUS,E O HOMEM É LIVRE PARA ESCOLHER O QUE QUER!” Ledo engano!. Deus nos adverte do perigo de se escolher o caminho errado, por não conhecermos os ditames da Bíblia Sagrada .Por isso nos adverte em sua Palavra que o homem PRESTARÁ CONTAS PELO CAMINHO QUE FEZ OPÇÃO (Ec 11.9). E também avisa que “HÁ CAMINHOS QUE AO HOMEM PARECE DIREITO, MAS O FIM DELES SÃO CAMINHOS DE MORTE” (Pv 14.12). Nas SANTAS ESCRITURAS, se fizermos um exame acurado, veremos que CRISTO e os APÓSTOLOS apontaram o EVANGELHO em sua INTEGRIDADE e EXCLUSIVIDADE como ÚNICO meio de SALVAÇÃO para todos os homens. Eles não relatam que o homem deveria escolher qualquer religião no caminho de volta a DEUS (Mt 7.13; 19.16-21; Jo 6.68; 7.37-38; 10.9; 1 Co 2.2; At 15.11 e 16.31). Os casos de NICODEMOS e CORNÉLIO são exemplos claros que mostram que a vida religiosa NÃO É SUFICIENTE PARA NOS SALVAR ( Jo 3. 1-5; At 10) . A idéia de que muitos caminhos levam a um ÚNICO DEUS, NUNCA fez parte do EVANGELHO em NENHUM momento. Aliás , religião não é PROVA de idoneidade espiritual de quem quer seja , pois o mundo está cheio de religiões e estas NÃO SALVAM, sendo por si só, vãs: “ SE ALGUÉM ENTRE VÓS CUIDA SER RELIGIOSO, E NÃO REFREIA SUA LINGUA, ANTES ENGANA O SEU CORAÇÃO , A RELIGIÃO DESSE É VÔ (Tg 1.26)

Para entrar no CÉU só existe UMA PORTA QUE É JESUS (Lc 23.42,43; Jo 14.6; Rm 8.1). Ele é o ÚNICO “ NOME DADO ENTRE OS HOMENS PELO QUAL DEVAMOS SER SALVOS “ (At 4.12), ELE é ÚNICO MEDIADOR entre DEUS e os HOMENS (I Tm 2.5; Hb 7.22-28; 8.1-2; 9.ll,12,14,15). Se o homem morrer, sem ACEITAR O PLANO SALVÍFICO DE JESUS partirá para a ETERNIDADE PERDIDO PARA SEMPRE, pois não EXISTE uma SEGUNDA OPORTUNIDADE APÓS A MORTE (Lc 16.22-37; Jo 15.5,6; Hb 2.3; 9.27; Ap 20.11-15).

Todos os homens são pecadores ( Rm 3.23; I Jo 1.8-10) e precisam do ÚNICO SALVADOR, CRISTO (Rm 3.24; 5.17-21). Se a religião salvasse, JESUS não precisaria vir a este mundo e dar a sua vida por nós na cruz. A sua morte seria SEM SIGNIFICADO ( Gl 2.21). Mas,, graças a DEUS, ELE veio, morreu pelos nossos pecados, e RESSURGIU para nossa JUSTIFICAÇÃO ( Gl 4.4,5; Rm 4.25), e agora está assentado á direita de DEUS PAI como “A PROPICIAÇÃO PELOS NOSSOS PECADOS” ( I Jo 2.2).

Frente ao exposto, enfatizamos com base na BÍBLIA SAGRADA ( Mt 24.35; Jo 17.17; 2 Tm 3.16,17), que a SALVAÇÃO não está na observância de uma RELIGIÃO, NEM DE OBRAS (Ef 2.8,9; Gl 2.16), mas sim da ACEITAÇÃO do PLANO de DEUS para a SALVAÇÃO de qualquer pessoa que crê e obedece a JESUS ainda em vida ( Jo 3.15-17; 5.24; At 15.11; 17.30; Rm 10.10; I Co 1.18; Tt 3.5; Ap 22.14,17).

E-MAIL: Aluisio_carlosrodrigues@hotmail.com
Endereço: Rua Olavo Lima Silva, 161 – Guararapes – CEP 60090-810 – Fortaleza-CE.


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here