A Porta Estreita

0

Partes de um sermão de Charles Haddon Spurgeon, traduzidas e adaptadas pelo Pr Silvio Dutra.

“Esforçai-vos por entrar pela porta estreita, pois muitos, eu vos digo, procurarão entrar e não poderão.” (Lucas 13.24)

Os preceitos de nosso Senhor Jesus Cristo são ditados pela sabedoria mais sólida. Ele nos deu prescrições divinas e os seus mandamentos para a saúde de nossas almas – embora revestido de autoridade soberana, são pronunciados com tanta bondade infinita que podemos considerá-los como o conselho de um amigo verdadeiro e fiel.

Temos a exortação do Evangelho: “Esforçai-vos por entrar pela porta estreita.” Ela própria é o portão, através do qual podemos encontrar admissão ao céu – e a maneira de entrar na intimidade de Jesus Cristo não é por obras, mas por crer! Então, quanto à luta que somos convidados a travar, é um esforço sincero para vencermos todas as rochas, vales e areias movediças de falácias populares e tradições enganosas, e para navegarmos nas águas profundas com sua Aliança e com Sua Palavra para serem a nossa bússola, em simples obediência a seus estatutos, confiando-nos a Ele como nosso piloto, cuja voz sempre ouvimos, embora não possamos ver a Sua face.
“Muitos procurarão entrar e não poderão.” Ouça esse aviso, para que você não esteja entre estes “muitos”, senão entre os poucos que escapam.

Pelo Deus vivo, peço-vos que temam e tremam, para não serem achados fora do portão na vinda de Cristo para Juízo. Não descanse, não seja paciente, muito menos alegre, até que você esteja salvo! Estar em perigo do fogo do inferno é um perigo que nenhum coração pode imaginar de forma adequada!
Há uma multidão de pessoas que procurarão entrar e não poderão. Quem são estes? Se você olhar atentamente para a multidão que no dia de hoje procura passar, eu acho que você vai ver uma diferença considerável entre busca e esforço. Você não é apenas aconselhado a procurar. Esforçar-se é um exercício mais veemente do que procurar.
Muitos virão até o portão de misericórdia e procurarão entrar, mas não se esforçarão.

E quando eles olham para o portão, eles se opõem à verga, porque é muito baixa, nem eles vão se dignar a se inclinar para passar. Não há como crer em Jesus com um coração orgulhoso! Aquele que confia em Cristo deve sentir-se como culpado, e reconhecer isto. Ele nunca vai ser salvo até que tenha sido completamente convencido do pecado.
Muitos dizem, “Eu nunca vou me rebaixar a isso. A menos que eu tenha alguma coisa para fazer no trabalho, e compartilhar um pouco do mérito, não posso entrar.” Não, senhores, alguns de vocês são totalmente incapazes de crer em Cristo, porque creem em si mesmos! Enquanto um homem se julga um bom sujeito, como ele pode pensar bem de Jesus? Você eclipsa o sol! Você é bom demais para ir para o céu, ou, pelo menos, muito bom em sua própria apreensão.

Alguns são incapazes de entrar porque a soberba da vida não vai deixá-los. Eles vêm para este portão em sua carruagem e riquezas e tentam obter a admissão. Mas eles não podem obtê-la. Não há outra forma de salvação para o maior príncipe que já viveu se não confiar em Jesus como faz o camponês pobre.
O Senhor Jesus, no dia da Sua vinda, vai acabar com todas essas distinções que existem na terra.

Oh, homem rico, a glória não está em ser mais rico! Toda a sua riqueza, se você pudesse levá-la com você, não iria comprar uma única pedra de pavimentação das ruas do Céu! Não confie neste material pobre! Oh, coloque-a de lado, como uma coroa de glória, e passe humildemente pelo portão com Lázaro!
Alguns são incapazes de entrar porque eles carregam mercadorias contrabandeadas com eles. Então, no portão de misericórdia que é Cristo, nenhum homem pode ser salvo se ele deseja manter seus pecados. Ele deve desistir de todo caminho de falsidade.
“Bem”, exclama outro, “Eu gosto de estar no domingo, com o povo de Deus, mas você não pode me negar as diversões do mundo, durante a semana, eu não posso abandoná-las.”

Bem, então você não pode entrar, porque Jesus Cristo não nos salva em nossos pecados, Ele nos salva dos nossos pecados.
“Doutor”, diz o tolo, “cura-me, mas eu gostaria de manter a minha febre.” “Não”, diz o médico, “como você pode estar bem, enquanto você mantém a febre?” Como pode um homem ser salvo dos seus pecados, enquanto ele se apega a seus pecados? O que é a salvação, senão ser liberto do pecado? Os amantes do pecado podem procurar serem salvos, mas não serão capazes – enquanto eles abraçam seus pecados, eles não podem ter Cristo!

Outros, e estes estão na pior situação de todos, acham que eles entraram. Eles confundem o lado de fora do portão com a parte de dentro! Um erro estranho para se cair, mas muitos assim se iludem. Eles esfregam as costas contra as mensagens e, em seguida, nos dizem que estão tão perto do céu, como qualquer outra pessoa. Eles nunca passaram pelo portão, eles nunca encontraram abrigo em Cristo, embora eles possam ter se sentido maravilhosamente animados em um encontro de avivamento, e cantado tão alto e vigorosamente como qualquer um dos crentes da congregação,
eles não são novas criaturas, mas ainda assim, eles são mais comportados do que eram antes! Cuidado para não confundir uma obra da natureza da operação da Graça de Deus. Não se deixe levar por falácias do diabo.

Assim é que há uma multidão – uma incontável multidão de pessoas que procurarão entrar, mas por razões múltiplas não serão capazes de fazê-lo. E ainda há um aspecto mais terrível para o mesmo fato. “Muitos, eu vos digo, procurarão entrar e não poderão.”
Vemos nas Escrituras que, mesmo após a morte, haverá alguns que procurarão entrar e não poderão. Muitos alegarão que haviam trabalhado em nome de Cristo na terra, como se eles tivessem alguma esperança reluzente que a sentença sobre eles possa ser revertida.
E eu li em outro lugar daqueles que virão e baterão à porta e dirão: “Senhor, Senhor, abre-nos.” Mas o dono da casa, que já levantou e fechou a porta, responderá: “Em verdade, vos digo, eu não vos conheço.”

Existe, então, uma coisa como oração no inferno? Talvez sim. O homem rico não orou pedindo a Abraão que enviasse Lázaro aos seus irmãos? Mas é natural esperar que, uma vez que duvidavam das promessas de Deus na terra, eles pudessem duvidar das ameaças de Deus no inferno.
Não conseguirão escapar do tormento, porque a porta do céu não admite pecador que não tenha sido lavado no sangue do Redentor!
Oh, entre então! Entre agora, enquanto ainda o portão da misericórdia está aberto para você! Apressa-te a entrar enquanto ainda o anjo da misericórdia está com os braços abertos e clamando: “Quem quiser, venha e tome de graça da água da vida.”
Aqui está o Evangelho em poucas palavras, Jesus sofreu a ira e o tormento que justamente merecíamos. Ele, sem dúvida, suportou a pena de nossas transgressões se penitentemente crermos no Seu Sacrifício.

Quando você confia no Seu perdão, você é, portanto, um homem perdoado! Uma mulher perdoada! Você está salvo, e salvo para sempre! E você o louvará com alegria de coração, sabendo que você já entrou pela porta estreita!


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here