Uma Declaração de Amor

PROPAGANDA
PROPAGANDA

1Jo 4:9-10 – Nisto se manifestou o amor de Deus em nós: em haver Deus enviado o seu Filho unigênito ao mundo, para vivermos por meio dele. Nisto consiste o amor: não em que nós tenhamos amado a Deus, mas em que ele nos amou e enviou o seu Filho como propiciação pelos nossos pecados.

Esta epistola foi escrita aproximadamente aos 85-95d.C, a maioria dos teólogos concordam que o autor da mesma seja João o filho de Zebedeu, escrita da cidade de Éfeso endereçada aos crentes da Ásia Menor em torno de Éfeso, João também conhecido como o discípulo amado, escreve como principal objetivo combater as heresias gnósticas assim como aqueles que a ensinavam ao povo Cristão, sim o apostolo combate ferrenhamente as heresias do gnosticismo mas não é só isso, ele apresenta a Cristo como o verdadeiro Deus único suficiente salvador da humanidade, fala sobre o poder regenerador do sangue de Cristo em favor dos que crêem, afirma não ser possível ter o Pai sem ter o filho, João demonstra estar realmente preocupado em ensinar a verdade de Jesus aos seus “filhinhos”, mas em meio a tantos ensinamentos João deixa transparecer de forma clara a manifestação de uma declaração de Amor feita por Deus ao seu povo nos versículos 9-10 do capitulo 4 de sua primeira entre três epístolas escritas de Éfeso.

Segundo o texto de João, o filho é a manifestação do amor do Pai em nosso favor, Jesus não nasceu por acaso, Ele foi gerado pelo Espírito Santo, o Amor de Deus o gerou em carne para que nós pudéssemos viver por ele, para que nós pudéssemos velo, tocá-lo, como foi o caso de João, pelo amor de Deus é que vivemos não que somos ou nos tornamos dignos de algum gesto amoroso do Pai, nunca merecemos tão grande amor, nunca merecemos o sacrifício de Jesus, nunca iremos merecê-lo, a verdade é que precisamos dele, sem ele, sem o amor de Deus não há, não existe esperança alguma, não há saída, estamos condenados a morte eterna.

Mas dou graças a Deus que manifestou seu grande amor por nós na pessoa de Cristo Jesus seu filho unigênito, João no verso 10 nos dá outra informação importante, ele afirma “nisto consiste o amor de Deus”, nesta parte do texto vemos o amor sacrifical de Deus, ele sabia que seu filho teria que morrer para que nós pudéssemos enxergá-lo, só através da cruz de Cristo nós perceberíamos o seu amor por nós, estávamos cegos, achávamos que estávamos no caminho certo, não amávamos a Deus, na verdade rejeitávamos tudo que vinha dele, mas quando o Amor manifestado na pessoa de Cristo, sacrificado em nosso favor, percebemos que na verdade não o amávamos, mas o tratávamos como inimigo, nós verdadeiramente éramos inimigos de Deus, condenados ao fracasso, ao descaso, a morte e castigo eterno, mas Jesus Cristo o filho de Deus deixou clara a maior e mais sublime declaração de amor por mim e por você.

Nos dias de hoje esse amor continua vigente, hoje somos conhecedores desse grande e insondável amor manifestado e materializado na pessoa de Jesus Cristo, nosso Senhor e Rei, hoje somos chamados novo Israel de Deus, uma colocação muito interessante das escrituras é tratar a “Igreja” como a “Noiva de Cristo”, eu e você fazemos parte e somos a noiva de Cristo, eu e você somos e continuamos sendo o alvo do grande amor de Deus, nós como “noiva” de Cristo deveríamos estar ansiosos por encontrar nosso tão amado esposo, quão noiva você conhece que as vésperas do casamento não esta ansiosa, aflita pelo tão sonhado momento de se encontrar com seu “noivo” no altar da igreja? Acredito que todas aquelas que amam seu futuro marido estão e estarão ansiosas por este momento.

É bem aqui que começaremos algumas comparações entre o noivo e a noiva, sabemos e temos registrado em nossas bíblias o amor do noivo, comparemos ambos e veremos se a noiva esta retribuindo o amor recebido do noivo.

Nós ficamos frustrados com as pessoas que nos rejeita. Essa frustração tem muitas causas, mas falaremos de algumas, talvez as mais comuns.

Quando por acaso acontece algo assim:
O noivo esta o tempo todo tentando demonstrar que a ama que se preocupa com a noiva, que ela é importante para Ele.
A noiva o trata com desprezo quando e resolve dar maior valor as coisas terrenas a modismos passageiros, fica toda iludida com os prazeres que este mundo oferece.

Tem por característica freqüente a:
1° Teimosia: (que dificulta tudo pra o noivo)

2° Ingratidão: (Sempre reclamando de alguma coisa, nunca fica satisfeita com os carinhos e presentes do noivo)

Vamos nos colocar no lugar do noivo e visualizar uma noiva que:
Não demonstra nem um pouco de gratidão, pelo que fazemos.
Não dá boas vindas nem onde ou quando deveríamos ser reconhecidos.
Estamos sempre tentando demonstrar que a amamos que nos importamos com ela, fazemos de tudo para agradá-la, mas não conseguimos nem um retorno.
Nos insulta constantemente, percebemos seu sarcasmo, somos ofendidos mesmo quando tentemos demonstrar nosso amor por ela.
É aquela pessoa que procuramos amar, mas que simplesmente “cuspiu em nossa cara”.

Então chegamos à conclusão que não há como amá-la, nossa razão afirma que essa pessoa não merece o nosso amor, cuidado, proteção, oração (intercessão), porque essa pessoa passa dia após dia nos rejeitando, não há como amá-la.
___________________________________

Deus – nosso Senhor Jesus Cristo é e sempre será nosso maior exemplo, e quando olhamos para a bíblia vemos Deus amando o mundo, o mesmo mundo que o rejeitou durante séculos, vemos Deus amando as pessoas que o ofenderam, que o maltrataram, que se tornaram desprezíveis.

Vemos Jesus sendo torturado, maltratado, cuspido, difamado, crucificado e morto em favor das pessoas que o rejeitou.

Mesmo que eu e você temos rejeitado a Cristo até aqui, Ele continua nos amando e deseja ter-nos ao seu lado para sempre, Jesus é misericordioso Ele pode me perdoar e quer te perdoar também.

A bíblia nos informa que eu e você somos a noiva de Cristo, temos sido uma noiva desprezível, estamos casando por interesse e não por amor. Estamos interessados somente na herança, estamos popularmente dando o golpe do baú.

Somos uma noiva que tem rejeitado e desprezado o amor de nosso Senhor, precisamos mudar nossas atitudes frente ao seu ensinamento. Precisamos compreender melhor o que é ser noiva de Cristo, devemos “nos casar” por amor e gratidão, precisamos deixar a herança apenas como conseqüência e fruto de um amor maravilhoso que em nós precisa estar presente, um amor incondicional por nosso maravilhoso noivo Jesus Cristo.

Mas a pergunta era: Como amar quem nos rejeita?

Aprendendo a amar segundo a bíblia= O meu mandamento é este: que vos ameis uns aos outros, assim como eu vos amei (João 15.12).

Romanos 5.8 – Mas Deus prova o seu próprio amor para conosco pelo fato de ter Cristo morrido por nós, sendo nós ainda pecadores. ARA

Mt 5.44 – Eu, porém, vos digo: Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem, ARC

Mt 12.31 – O segundo é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Não há outro mandamento maior do que estes.

João 15.12 – O meu mandamento é este: Que vos ameis uns aos outros, assim como eu vos amei.

Postagem original em: http://ajadil.blogspot.com.br/2012/03/uma-declaracao-de-amor.html

PROPAGANDA
PROPAGANDA

5 COMENTÁRIOS

  1. Agradeço imensamente os irmãos pelos estudos bíblicos tem me ajudado muito que Deus abençoe a todos ai (ps )em breve eu quero fazer teologia

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here