Os Frutos da fé

1

”Porque todo o que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo: A nossa fé.” – I João 5.4.

O capítulo 11 da carta aos Hebreus é como uma vitrine que nos mostra as pessoas que sofreram, batalharam, conquistaram, venceram e até foram assassinadas por causa da sua fé. Isto se chama “vencer o mundo”. Porque vencer o mundo é vencer a seu príncipe, o diabo; é não se deixar arrastar pela corrente da maioria incrédula, pelos que burlam dos cristãos, os ameaçam ou lhes prometem uma vida melhor. É vencer a carne, com seus maus desejos, cobiças e angústias, para não se permitir apartar-se de Cristo, nem voltar-se contra Ele. Tudo isso se vence mediante a fé.

Aquele que nasceu de novo e é um filho de Deus pela fé em Cristo, não é escravo de nada e de ninguém. Consegue renunciar a tudo e tudo sofrer por amor ao Salvador. Isso não significa estar imunizado do pecado, que em um momento de descuido não ceda à tentação, nem tampouco que não possa ser derrubado por um ataque de surpresa. Mas não permanecerá caído, ele não pratica o pecado voluntariamente, senão que luta por meio da fé e se livra de suas correntes da escravidão.

O escravo tem que realizar todos os dias o seu trabalho debaixo do pesado jugo de sua escravidão. Assim, o pecado submete e reina sobre os filhos deste mundo, os quais, às vezes choram de desespero. Mas o que é nascido de Deus não é escravo de ninguém e de nenhum pecado, por mais que cada dia tenha que lutar contra as tentações e fraquezas. O escravo do pecado não luta, nem ora pedindo ajuda contra o inimigo, senão se escusa defendendo o seu erro.

A fé e o novo nascimento espiritual não anulam a fraqueza da nossa carne, nem nos exime da luta contra os maus desejos de nossa natureza pecaminosa. Mas sim nos mantém unidos ao nosso Salvador. Com Ele e Nele temos a vitória.

Pai nosso, converte aos que ainda estão a tempo de receber a tua graça, para que unidos sejamos obedientes à tua vontade e possamos suportar com paciência e de boa vontade nossa própria cruz e todas as aflições. Amém.


1 COMENTÁRIO

  1. I can’t express how imnatropt London Community Gospel Choir is to me personally and to British Gospel Music. Through the highs and lows ups and down we have all kept going. And you know something we will never give up. We will pour ourselves into the world. For this purpose were we brought into existence into this land Britain. Sing LCGC Sing more than ever before throughout this 30th year So much love..JulietF

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here