O Nome que é Sobre Todo Nome

0

Pobre é o olhar que vê a morte de Cristo e simplesmente isto. De suas chagas compadecido, por seu sofrimento físico, e simplesmente isto.

Multiplique-se tudo ao infinito, porque ali está o Rei da glória cercado por todos os demônios ávidos por devorarem a sua alma, lançando-lhe em sua fraqueza as suas setas inflamadas.

E o pior de tudo que é imaginável… Carregava sobre si o peso de todos os nossos pecados. Os pecados que seriam apagados pelo sangue precioso que estava sendo por ele derramado.

Ah! Mas que coisa mais atroz, eis que se volta contra Ele, a mão vingadora do seu próprio Pai, cheia da ira santa da Sua justiça, que ali na cruz o esmagaria, com terrível e duro castigo para que o preço exigido para nossa redenção fosse pago.

Então Ele bradou: “Está consumado”. Satanás e os demônios despojados. Vencido finalmente o pecado. Foi recebido com honra na glória. O Cordeiro assentou-se no trono, onde todos os anjos o adoram, e de onde por nós intercede para compartilharmos a sua vitória.


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here