Fé salvadora

Comments (1)
  1. Marcelo Victor disse:

    Caros
    Na minha humilde compreensão, o ARREPENDIMENTO não é um DOM de Deus, como muitos pensam, mas, sim, um dos ATRIBUTOS divinos, da mesma forma que a FÉ, os quais nos foram comunicados quando Deus nos criou à Sua imagem e semelhança.
    Cada qual tem a liberdade de manifestá-los de acordo com suas próprias vontades, exatamente como nos mostram algumas passagens bíblicas, como, por exemplo, a parábola do semeador, onde os homens são comparados a certo tipos de terrenos, nos quais são lançadas a semente (a Palavra de Deus), e cada um escolhe como receber a semeadura (dando fruto ou não).
    Há passagens que nos mostram, claramente, a manifestação do ATRIBUTO divino do ARREPENDIMENTO, nas quais podemos ver o Senhor se ARREPENDENDO do mal que intentava fazer a determinadas pessoas, como resultado da Sua infinita misericórdia (Jn 3:10).
    Com relação ao ATRIBUTO DA FÉ, a própria ciência comprova que o homem foi projetado para crer em um ser superior, conforme diz o Dr. Rodrigo Silva: https://www.youtube.com/watch?v=2DF-bUMBmJ0
    Assim sendo, ao nos criar à Sua imagem e semelhança, o Senhor Deus nos transmitiu os ATRIBUTOS do arrependimento e da fé, os quais fazem parte do Seu próprio SER.
    Mas, quer dizer, então, que o Senhor Deus possui o atributo da FÉ? Claro que sim, pois quando Deus disse, por exemplo, “Haja Luz!”, será que Ele não cria que a luz apareceria?
    Outrossim, quando Ele profetizou que a semente da mulher pisaria a cabeça da serpente, mais uma vez aparece a manifestação do ATRIBUTO DA FÉ, pois, naquele momento, o Senhor Deus estava falando de Jesus Cristo, o qual possuía o mais legítimo livre-arbítrio e poderia, por exemplo, ter negado a cruz diante do martírio que haveria de passar. Ou será que alguém duvida que Jesus possuía liberdade de escolha e acha que Ele estava fazendo de conta (que estava sofrendo tentação) quando pediu para o Pai passar d’Ele aquele cálice?
    Para os duvidosos, basta ler o que disse Isaías sobre a liberdade de escolha humana: “Manteiga e mel comerá, quando ele souber rejeitar o mal e escolher o bem. Na verdade, antes que este menino saiba rejeitar o mal e escolher o bem, a terra, de que te enfadas, será desamparada dos seus dois reis” (Isaías 7:15-16).

    Conclusão:
    (1) Os que utilizam o capitulo 2 de Efésio para dizer que a FÉ é um DOM de Deus (dado somente a quem Deus quiser, segundo os Calvinistas), não entenderam que o assunto de tal capítulo é o DOM da salvação e não o ATRIBUTO da fé.
    (2) A entrada na graça do Filho de Deus está condicionada ao som do Evangelho, pois, como diz a Bíblia, a fé vem pelo ouvir. Por grande misericórdia, Deus envia pregadores aos quatro cantos da Terra, provendo uma meio para que aqueles que ouvem o Evangelho possam responder positivamente, segundo a intenção dos seus próprios corações. A pregação do Evangelho fez, por exemplo, com que Lídia prestasse a atenção e pudesse manifestar sua fé, optando por batizar-se e servir a Deus de todo o seu coração.
    (3) O Senhor Deus parece exercer graça quando, pelo Espírito Santo, interfere na historia da humanidade (por questão de justiça), refreando, assim, a maldade dos corações humanos. Porém, no tempo determinado, Ele próprio enviará a operação do erro, segundo a qual, Ele permitirá que os cristãos verdadeiros sejam perseguidos e mortos. No entanto, tal graça parece não ser a “graça preveniente”, crida pelos arminianos, mas uma graça comum, que é fruto do amor de Deus e da justiça divina.
    Deus vos abençoe!!!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

O Estudos Gospel+ é um espaço onde se coloca estudos bíblicos, voltado ao público cristão.

Aproveite o conteúdo e compartilhe o conhecimento através das redes sociais.