Arrebatamento territorial; A mulher e o dragão

0

Autor : Cláudio Ribeiro Melo.

José, nos tempos antigos, quando ainda jovem, antes de se tornar escravo no Egito e futuramente rei da maior nação do mundo teve um sonho.
Sonhei que o sol, a lua e onze estrelas se inclinavam a mim.
Gênesis 37, versículo 9.

O sol, a lua, as estrelas representam a família de José, a nação de Israel.
E viu-se um grande sinal no céu: uma mulher vestida de sol, tendo a lua debaixo dos pés e uma coroa de doze estrelas sobre a cabeça.

Doze são as tribos de Israel, a coroa com doze estrelas; o sol, Jacó, patriarca, a luz das nações; a lua, Raquel, a esposa mais amada, representando as mulheres da nação, a luz na escuridão; José , seu filho, no passado, teve a visão cuja simbologia é semelhante à de Apocalipse.

Apocalipse 12, versículo 1.

A descrição de Apocalipse 12, versículo 1 refere-se à igreja que fará, totalmente integrada, parte da nação de Judá, os servos de Jesus.

E estava grávida e com dores de parto e gritava com ânsias de dar à luz.
Apocalipse 12, versículo 2.

E deu à luz um filho, um varão que há de reger todas as nações com vara de ferro; e o seu filho foi arrebatado para Deus e para o seu trono.
Apocalipse 12, versículo 5.

O filho será no meu pensar, o príncipe da nação de Israel , a primeira testemunha, responsável pela aliança dos sete anos junto ao Anticristo.
A igreja será responsável pela manutenção, sobrevivência do príncipe, da aliança dos sete anos.
A testemunha, príncipe de Israel, regerá a aliança, exercendo julgamento com força celestial a partir da metade da semana de anos, ao final morrerá, ressuscitará, sendo arrebatado para Deus, para seu trono.

Daniel teve uma visão de quatro animais que representam quatro reis ou reinos.
E quatro animais grandes, diferentes uns dos outros, subiam do mar.
O primeiro era como leão e tinha asas de águia; eu olhei até que lhe foram arrancadas as asas, e foi levantado da terra e posto em pé como um homem; e foi-lhe dado um coração de homem.
Continuei olhando, e eis aqui o segundo animal, semelhante a um urso, o qual se levantou de um lado, tendo na boca três costelas entre os seus dentes; e foi-lhe dito assim: Levanta-te, devora muita carne.

Depois disso, eu continuei olhando, e eis aqui outro, semelhante a um leopardo, e tinha quatro asas de ave nas suas costas; tinha também esse animal quatro cabeças, e foi-lhe dado domínio.
Depois disso, eu continuava olhando nas visões da noite, e eis aqui o quarto animal, terrível e espantoso e muito forte, o qual tinha dentes grandes de ferro ; ele devorava, e fazia em pedaços, e pisava aos pés o que sobejava; era diferente de todos os animais que apareceram antes dele e tinha dez pontas (chifres).
Daniel 7, versículo 3-7.

O quarto animal é a besta de Apocalipse 13, versículo 7.
Disse assim: O quarto animal será o quarto reino da terra, o qual será diferente de todos os reinos; e devorará toda a terra, e a pisará aos pés, e a fará em pedaços.
E, quanto às dez pontas, daquele mesmo reino se levantarão dez reis; e depois deles se levantará outro, o qual será diferente dos primeiros e abaterá a três reis.
E proferirá palavras contra o Altíssimo, e destruirá os santos do Altíssimo, e cuidará em mudar os tempos e a lei; e eles serão entregues nas suas mãos por um tempo, e tempos, e metade de um tempo ( os 42 meses finais da tribulação, da semana de anos).
Mas o juízo estabelecer-se-á, e eles tirarão o seu domínio, para o destruir e para o desfazer até o fim.
E o reino, e o domínio, e a majestade dos reinos debaixo de todo o céu serão dados ao povo dos santos do Altíssimo; o seu reino será um reino eterno, e todos os domínios o servirão e lhe obedecerão.
Daniel 7, versículos 23-27.

E eu pus-me sobre a areia do mar e vi subir do mar uma besta que tinha sete cabeças e dez chifres, e, sobre os chifres, dez diademas, e, sobre as cabeças, um nome de blasfêmia.
E a besta que vi era semelhante ao leopardo, e os seus pés, como os de urso, e a sua boca, como a de leão; e o dragão deu-lhe o seu poder, e o seu trono, e grande poderio.
Apocalipse 13, versículos 1-2.

A besta possuirá força dos reinos anteriores pois apresenta características dos animais apresentados na visão de Daniel, leão, leopardo, urso; num determinado momento a besta recebe autoridade máxima do diabo.
E o dragão deu-lhe seu poder, e o seu trono, e grande poderio.
Apocalipse 13, versículo 2.

O dragão que persegue a mulher apresentado em Apocalipse 12, versículo 3 será a besta em sua máxima força.
E viu-se outro sinal no céu, e eis que era um grande dragão vermelho, que tinha sete cabeças e dez chifres e, sobre as cabeças, sete diademas.
Apocalipse 12, versículo 3.

O dragão nesta passagem também representa Lúcifer em sua máxima incredulidade e força maligna.
A primeira besta possui dez diademas em seus chifres, quando atinge seu nível maior passa a possuir apenas sete diademas em seus dez chifres e se transforma no dragão vermelho.
A ponta que surge, que representa o Anticristo, descrita por Daniel abate três reis, se apossando do reino; três reis caem, três poderes caem, supremacia anticristã. O dragão representa a união das autoridades das trevas, dragão vermelho, dez chifres, sete diademas, último nível antes da posse total da besta, da testemunha ser expulsa do Templo começando sua devastação espiritual.
O dragão vermelho quando se prepara para matar o príncipe possui dez chifres, sete diademas. Dez chifres ainda ligados ao dragão, mas três não possuem a autoridade como os demais.
Os chifres ainda estão ligados ao dragão, ainda estão no poder.
Três reis cairão, três chifres cairão, (Daniel : 7, versículos 24-25) , a ausência dos diademas da autoridade é o anúncio da queda.
Neste momento os reis não estariam de acordo com a ideia de destruir a testemunha, bom motivo para a exclusão.

Os reis devem ser destruídos, ou afastados da besta, da aliança anticristã.
A aliança de paz ainda vigora neste momento , ainda há arbítrio entre a escolha para aceitar, rejeitar, 666, a destruição dos cristãos se dará logo.
Os três reis são abatidos, mortos ou afastados da besta ; O Sul, Oriente, Norte, são os opositores do anticristo, o rei do Norte.
A besta também é mencionada no livro de Apocalipse 17.

Há um elo dimensional-temporal entre a besta e Lúcifer em seus plenos poderes.
Quando a besta se aproxima da máxima glória satânica no futuro, Lúcifer adquire máxima glória satânica no passado, como se o anjo caído estivesse presenciando o futuro em seu presente, para nós, passado; neste momento a rebelião no reino dos céus acontece.
E a sua cauda levou após si a terça parte das estrelas do céu e lançou-as sobre a terra.
Apocalipse 12, versículo 4.

Deus é um ser perfeito, onipotente, ele controla os tempos, Javé caminha pelos tempos, épocas; encontramos argumentação aqui até mesmo para sustentar os teóricos da física quântica que acreditam em viagens no tempo, mundos paralelos, dimensões reais palpáveis, porém, inacessíveis.
Deus estaria revelando o futuro para sua criação angelical quando ocorre a batalha dos anjos.
A falta de fé foi o motivo de muitas as guerras.
E o dragão parou diante da mulher que havia de dar à luz, para que, dando ela à luz, lhe tragasse o filho.

Livro de Apocalipse, capítulo 12, versículo 4.
Na passagem acima os reinos da terra aliados da besta, guiados por satanás estariam esperando o momento para destruir o príncipe de Israel, uma das testemunhas do Cordeiro, exatamente na metade da semana de anos. Os reinos estariam vendo um homem representado Deus, afirmando que irá lutar e destruir seus inimigos durante o tempo designado, profetizando revelações difíceis de serem acreditadas , para a maioria das pessoas, ao mundo. A testemunha até aqui não apresentaria qualidades destrutivas espirituais visíveis, é um sacerdote, desafiando reis, exércitos, armas de fogo, tanques de guerra . As testemunhas serão ridicularizadas ao extremo, haverá total descrédito dos anticristãos. O Anticristo em sua loucura, semelhante a Lúcifer, pensará ser superior a tudo, a todos.

A igreja, permaneceria em extrema angústia, sabendo da futura perseguição, da execução dos fiéis ao redor do mundo dentro da área de domínio da besta, sendo desafiada a não acreditar nas profecias. O príncipe, a testemunha é apenas um homem, ao mesmo tempo, a igreja estará vendo as profecias se realizarem de forma maravilhosa; nas dores sua ânsia será presenciar a glória de Deus.
E estava grávida e com dores de parto e gritava com ânsias de dar à luz.
Apocalipse 12, versículo 2.

O Anticristo será morto e ressuscitará ao enfrentar o príncipe, ao enfrentar Deus no Templo, tentando impor seus rituais profanos ( ver “As duas testemunhas”, versão de Cláudio Ribeiro Melo); neste momento as testemunhas são expulsas do Templo, os rituais profanos são estabelecidos, a igreja então foge de Jerusalém, das localidades de risco para um lugar designado que até o momento desconhecemos, o deserto. O deserto pode ser alguma nação que protegerá os que acreditam no Rei Jesus, esta nação, se for uma nação, terá algum apoio pelo mundo.
Ao presenciar a destruição do Anticristo, o príncipe já estará revestido com poder do Espírito Santo, junto à segunda testemunha para executar aquilo para o qual foi predestinado; provavelmente será a testemunha, o príncipe de Judá, que ressuscitará o Anticristo.

Após o batismo do poder do Espírito Santo para lutar como os antigos profetas, após a manifestação da glória ao enfrentar face a face o Anticristo, o filho protetor nasceria para a humanidade, para enfrentar e destruir os blasfemadores do nome do Senhor até à hora determinada.
E a mulher fugiu para o deserto , onde já tinha lugar preparado por Deus para que ali fosse alimentada durante mil duzentos e sessenta dias.

Apocalipse 12, versículo 6.

E deu à luz um filho, um varão que há de reger todas as nações com vara de ferro; e o seu filho foi arrebatado para Deus e para seu trono.
Apocalipse 12, versículo 5.
Ao morrerem, o príncipe e a segunda testemunha, subirão ao céu arrebatadas por Deus. Apocalipse 11, versículo 12.
A Bíblia diz que aqueles que permanecerem com o Cordeiro, terão acesso ao Trono de Deus. Esse é o destino das duas testemunhas, do príncipe, o filho da mulher, da igreja.
Ao que vencer, lhe concederei que se assente comigo no meu trono, assim como eu venci e me assentei com meu Pai no seu trono.
Apocalipse 3, versículo 21.

Quando as Testemunhas recebem autoridade divina e são expulsas do Templo, neste período de acontecimentos da segunda parte da tribulação, quando a igreja foge para o seu lugar de refúgio, quando o príncipe, as testemunhas nascem para guerrear, ocorre um elo no tempo e espaço, uma união dos acontecimentos presentes aos acontecimentos passados, a física quântica estuda essas teorias, já foi dito; nesta junção de fatos a rebelião dos anjos no passado ocorre paralelamente à guerra anticristã mundial.
E houve batalha no céu: Miguel e seus anjos batalhavam contra o dragão; e batalhavam o dragão e os seus anjos, mas não prevaleceram; nem mais o seu lugar se achou nos céus.
Apocalipse 12, versículo 7 – 8.
E foi precipitado o grande dragão, a antiga serpente, chamada o diabo e Satanás, que engana todo o mundo; ele foi precipitado na terra, e os seus anjos foram lançados com ele.
Apocalipse 12, versículo 9.

A rebelião do passado ocorre devido ao futuro, Lúcifer presenciando o futuro por revelação divina, como quando os profetas revelam o porvir aos humanos ( possivelmente em partes, ou em enigmas, em visões semelhantes a sonhos, as próprias profecias são apresentadas desta forma), não crendo no poder do Pai, abandona a humildade de Javé por se considerar superior.
E ouvi uma grande voz no céu, que dizia: Agora chegada está a salvação, e a força, e o reino do nosso Deus, e o poder do seu Cristo; porque já o acusador de nossos irmãos é derrubado, o qual diante do nosso Deus os acusava de dia e de noite.
Apocalipse 12, versículo 10.

O cumprimento das profecias marca a posse do reino de Jesus, Satanás foi vencido no céu, no passado. O cumprimento das profecias, a aparição das testemunhas , destruirá a influência de Satanás no presente. A igreja irá se fortalecer como nunca antes tendo a certeza total da glória presente sendo que também da glória que virá, possuindo uma noção mais ampla da onipotência de Jesus.
E eles o venceram pelo sangue do Cordeiro e pela palavra do seu testemunho; e não amaram a sua vida até à morte.
Pelo que alegrai-vos, ó céus, e vós que neles habitais. Ai dos que habitam na terra e no mar! Porque o diabo desceu a vós e tem grande ira, sabendo que já tem pouco tempo.

Apocalipse 12, versículo 11-12.
Há uma luta real entre a igreja, a mulher, neste estudo, entre os fiéis a Deus e o diabo desde que Adão e Eva foram criados e postos no paraíso, no Éden, em nossa terra.
Durante os séculos, os Cristãos verdadeiros venceram o diabo crendo na vitória de Jesus, no sacrifício do Cordeiro.
O dragão é destruído no passado, passa os séculos perseguindo os filhos de Deus, desde a origem.
E, quando o dragão viu que fora lançado na terra, perseguiu a mulher que dera à luz o varão.

Apocalipse 12, versículo 13.
No presente, ao se manifestarem as testemunhas, a igreja, a mulher, não duvidará da glória divina, Satanás será despedaçado, o império do Anticristo será abalado, sua autoridade mundial, contestada. Os exércitos do dragão, da besta, perseguirão a igreja, os servos de Jesus, para destruí-los.

E foram dadas à mulher duas asas de grande águia, para que voasse para o deserto, ao seu lugar, onde é sustentada por um tempo, e tempos, e metade de um tempo, fora da vista da serpente.
Apocalipse 12, versículo 14.
As asas adquiridas pela mulher representam uma elevação de nível de poder, velocidade, habilidade para voar, ultrapassar as fronteiras naturais.
A mulher será ajudada pelas nações. Os servos de Jesus que estarão em Jerusalém, ou nos locais de grande risco, serão ajudados de forma além do normal a se dirigirem ao refúgio, ao deserto, alguma localidade do mundo, até aqui desconhecida.

Guerra ( Teoria Sul ).
A Bíblia diz que o reino do Sul, onde quer que seja, lutará contra o Anticristo.
E, no fim do tempo, o rei do Sul lutará com ele.
Daniel, capítulo 11 versículo 40.
Santo é o Senhor dos Exércitos de Judá.
Existe a possibilidade de que o Sul seja a localidade de refúgio da mulher, da igreja, dos cristãos que estão ao redor do mundo, o deserto, pois o Sul lutará contra a besta.

É possível que os cristãos tenham proteção em outras localidades pois a besta, ainda que seja o rei do norte, terá inimigos no Oriente e no Norte, sendo em sua região, sendo em outras regiões.
“Mas os rumores do Oriente e do Norte o espantarão.”
Daniel 11, versículo 44.

Os cristãos fora das áreas de proteção serão executados sem misericórdia, a perseguição aos cristãos e judeus que não aderirem ao sistema 666, a crueldade será como nunca antes na história da humanidade.
Apocalipse 13, versículo 15.
Apocalipse 20, versículo 4.
E a serpente lançou da sua boca, atrás da mulher, água como um rio, para que pela corrente a fizesse arrebatar.
Apocalipse 12, versículo 15.
A água será os exércitos da besta, do Norte, a guerra, na tentativa de destruir a igreja, os cristãos.

E o rei do Norte o acometerá com carros (ao Sul), e com cavaleiros, e com muitos navios; e entrará nas terras, e as inundará, e passará.
Daniel 11, versículo 40. (Esta guerra será durante a segunda metade da semana de anos, quando a aliança dos sete anos é violada. Ocorrerão outras guerras entre o Sul e o Norte antes deste confronto.)
E a terra (exércitos do Sul) ajudou a mulher; e a terra abriu a boca e tragou o rio que o dragão lançara de sua boca.
Apocalipse 12, versículo 16.
O Sul cumprirá seu propósito de proteção e salvação da igreja embora não seja mencionada sua vitória no livro de Daniel.

E o dragão irou-se contra a mulher e foi fazer guerra ao resto da sua semente, os que guardam os mandamentos de Deus e têm o testemunho de Jesus Cristo. Apocalipse 12, versículo 17.
Não conseguindo destruir os cristãos no Sul, a besta, o Anticristo, os exércitos do Norte, se direcionarão para Israel, a terra gloriosa, para tentar destruir o restante dos seguidores de Jesus.
E entrará também (o rei do norte, a besta) na terra gloriosa, e muitos países serão derrubados.

Daniel 11, versículo 41.


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here