Adquirindo a Cultura do Reino

0

Colossenses 1:9-10
Por esta razão, nós também, desde o dia em que o ouvimos, não cessamos de orar por vós e de pedir que sejais cheios de conhecimento da sua vontade, em toda a sabedoria e inteligência espiritual;
Para que possais andar dignamente diante do Senhor, agradando-lhe em tudo, frutificando em toda boa obra e crescendo no conhecimento de Deus.

Cheios de Conhecimento da Sua Vontade
Conhecer a vontade de Deus é fundamental para um crescimento saudável. Podemos conhecer a vontade de Deus, ter o conhecimento da Sua vontade? Se sim, qual é à vontade? Se sim, iremos ser julgados por não a cumpri – lá?
Jesus no modelo de oração que nos deixou disse: …seja feita a Tua vontade (MT 6:10). A nossa oração para ser proveitosa, ter efeito deve ser feita de acordo com a vontade de Deus (I JO 5:14); Entrar no Reino de Deus Está Condicionado aqueles que fazem a vontade de Deus (I CO 6:9-10 ; GL 5:19-21). O que podemos ver com isso? Realmente podemos saber, ou seja, ter o conhecimento da Sua vontade.
Podemos escolher não sabe a vontade de Deus, para não obedece – lá. Mas a característica de um verdadeiro filho de Deus é fazer a vontade do Pai.

Eu vim não para fazer a minha vontade, mas a vontade daquele que me enviou. Jo 6,38
Eu não posso de mim mesmo fazer coisa alguma. Como ouço, assim julgo; e o meu juízo é justo, porque não busco a minha vontade, mas a vontade do Pai que me enviou. João 5:30
Porque eu desci do céu, não para fazer a minha vontade, mas a vontade daquele que me enviou. E a vontade do Pai que me enviou é esta: QUE NENHUM DE TODOS AQUELES QUE ME DEU SE PERCA, MAS QUE O RESSUSCITE NO ÚLTIMO DIA. Porquanto a vontade daquele me enviou é está: QUE TODO AQUELE QUE VÊ O FILHO, E CRÊ NELE TENHA A VIDA ETERNA. JO 6: 38-40

Diante de todos estes versículos temos que buscar diligentemente saber a vontade de Deus para nós. Paulo falou claramente isso em:
Por isso não sejais insensatos, mas entendei qual seja a vontade do Senhor. Efésios 5:17
A nossa maneira de viver fala abertamente se buscamos a vontade de Deus ou não. Nossas ações falam claramente isso.

Davi em um de seus clamores a Deus falou:
Ensina-me a fazer a Tua vontade, pois Tu és meu Deus – Salmos 143:10
Você possivelmente já pediu pra Deus revelar a vontade dEle a você. Mas você persistiu em saber? Você prosseguiu em querer conhecer a vontade dEle?
Jeremias recebeu uma revelação poderosa que podemos ingressar nesta ministração.
Clama a mim, e responder-te-ei, e anunciar-te-ei coisas grandes e firmes que não sabes. Jeremias 33:3
Clamar, buscar, desejar, anelar.
O verbo CLAMAR é de origem latina “clamare”, que quer dizer proferir em voz alta, gritar, implorar.
Exemplo de Clamar:
-Pedir com lágrimas ou em tom de súplica chorosa;
-Pedir humildemente a ajuda de;
-Solicitar com insistência.

Há um elemento ativo e um passivo no tocante a plenitude deste conhecimento. Aquele que quer, deseja e procura, é o único que vai receber e ser ensinado pelo Espírito Santo.
Porque Deus no-las revelou pelo Seu Espírito; pois o Espírito Santo esquadrinha todas as coisas, mesmo as profundezas de Deus – I Co. 2:10
Quanto mais eu busco saber, mais me é revelado pelo Espírito o conhecimento da vontade do Pai. É um ciclo vitalício: Buscar – Receber – Realizar
Bom, já que estamos buscando a vontade de Deus, precisamos agora de uma coisa 30importante;

Prazer em fazer a Sua vontade.
É fundamental além de buscarmos a vontade o prazer de realiza – lá. Salmos 40:8 Diz:
Deleito-me em fazer a tua vontade, ó Deus meu; sim, a tua lei está dentro do meu coração.
Deus nos pede apenas o que podemos fazer. Somos humanos e limitados, então Ele não passaria deste ponto.
Quando Ele diz para conhecermos a sua vontade é por que podemos, quando Ele diz que devemos ser santos, é por que podemos.

Em Toda a Sabedoria

O que é sabedoria? Sabe aquele ditado:
“Se você não quer aprender, o mundo te ensina”. Pois bem, ele é verdade. O mundo nos obriga a por em pratica o que conhecemos. Isso nos leva a entender que sabedoria é?
A capacidade de por em pratica o que se aprende. Vejamos! Primeiro devemos adquirir conhecimento da vontade de Deus, ou seja, aquilo que Deus quer pra mim. Depois disso, em toda a sabedoria utilizar este conhecimento. Logo, pois nada mais é que, ao sabermos a vontade de Deus á colocarmos em pratica.
Porque a sabedoria serve de defesa, como de defesa serve o dinheiro; mas a excelência do conhecimento é que a sabedoria dá vida ao seu possuidor. Eclesiastes 7:12

A sabedoria (a capacidade de por em pratica a vontade de Deus) for posta em pratica, ela te defenderá, e te dará vida. Aleluia!
Vamos dar uma olhada neste versículo poderoso:
Pois quando a sabedoria entrar no teu coração, e o conhecimento for agradável à tua alma, o bom siso te guardará e a inteligência te conservará; Para te afastar do mau caminho, e do homem que fala coisas perversas; Provérbios 2:10-12
A sabedoria é um ribeiro (Espírito Santo) fluente …Ribeiro transbordante é a fonte da sabedoria. Provérbios 18:4

O Senhor Jesus foi um homem que buscou saber a vontade de Deus para Ele, pois Ele não sabia e teve de aprender o que o Senhor Pai queria para Ele.
Ainda que era Filho, aprendeu a obediência, por aquilo que padeceu. Hebreus 5:8
Jesus em toda a sua vida até chegar o momento do batismo e dos milagres Ele não sabia que ia andar sobre as águas, que ia morrer pela humanidade, que ia ressuscitar Lazaro, pois Ele veio na condição de homem, e como homem não sabia o que ia acontecer, exceto quando revelado pelo Espírito Santo.
Mas aos 12 anos Jesus aprendeu quem era, aprendeu como? Os judeus ensinam seus filhos desde muito sedo as leis e os profetas. Jesus foi ouvindo os ensinamentos e juntando as peças do quebra-cabeça até que por último Ele entendeu que era o prometido, o Messias daquele povo. Por isso o espanto do povo, quando viu o povo aclamar Jesus como Messias.

Se Jesus teve de aprender sobre seu chamado, quanto mais nós.
Ora, anualmente iam seus pais a Jerusalém, para a Festa da Páscoa. Quando ele atingiu os doze anos, subiram a Jerusalém, segundo o costume da festa. Terminados os dias da festa, ao regressarem, permaneceu o menino Jesus em Jerusalém, sem que seus pais o soubessem. Pensando, porém, estar ele entre os companheiros de viagem, foram caminho de um dia e, então, passaram a procurá-lo entre os parentes e os conhecidos; e, não o tendo encontrado, voltaram a Jerusalém à sua procura.

Três dias depois, o acharam no templo, assentado no meio dos doutores, ouvindo-os e interrogando-os. E todos os que o ouviam muito se admiravam da sua inteligência e das suas respostas. Logo que seus pais o viram, ficaram maravilhados; e sua mãe lhe disse: Filho, por que fizeste assim conosco? Teu pai e eu, aflitos, estamos à tua procura. Ele lhes respondeu: Por que me procuráveis? Não sabíeis que me cumpria estar na casa de meu Pai? Não compreenderam, porém, as palavras que lhes dissera.E desceu com eles para Nazaré; e era-lhes submisso. Sua mãe, porém, guardava todas estas coisas no coração.
E crescia Jesus em sabedoria, estatura e graça, diante de Deus e dos homens. Lucas 4.41-52

Inteligência Espiritual
Inteligência pode ser definida como a capacidade mental de raciocinar, planejar, resolver problemas, abstrair idéias, compreender idéias e linguagens e aprender.
A inteligência espiritual tem por finalidade o que eu sou, os meus valores.
E dar-vos-ei pastores segundo o meu coração, os quais vos apascentarão com ciência e com inteligência. Jeremias 3:15
Não há ninguém inteligente; não há ninguém que busque a Deus. Romanos 3:11
A inteligência espiritual entende os propósitos de Deus. Jesus falou diretamente a satanás:
Ele, porém, voltando-se, disse a Pedro: Para trás de mim, Satanás, que me serves de escândalo; porque não compreendes as coisas que são de Deus, mas só as que são dos homens. Mateus 16:23

Quando conhecemos a vontade de Deus, e as colocamos em pratica, vindo a ser chamado de sabedoria, temos que ENTENDER, ou seja, sermos inteligentes com as coisas de Deus. Pedro sendo usado pelo diabo não compreendia por que Jesus tinha de morrer. Mas quando Pedro recebeu o Espírito Santo e recebeu a mente de Cristo compreendeu que o Cordeiro teve de morrer para a salvação ser uma realidade.
Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente.
Mas o que é espiritual discerne bem tudo, e ele de ninguém é discernido. Porque, quem conheceu a mente do Senhor, para que possa instruí-lo? Mas nós temos a mente de Cristo.
1 Coríntios 2:14-16

Como compreender algo estranho que o Espírito faça no mundo tal como:
Cuspir no barro e colocar nos olhos de um cego.
Esperar um amigo morrer e depois ir ressuscitar ele.
Chamar uma mulher cachorra.
Falar com homens e mulheres que não convinham falar.
Após tudo isso: Conhecimento da vontade de Deus, sabedoria para por em pratica, e inteligência espiritual para compreender as coisas do Espírito ANDAREMOS DIGNAMENTE NA PRESENÇA DO SENHOR, AGRADAREMOS A ELE EM TUDO, E DAREMOS FRUTOS E A CADA DIA CRESCEREMOS EM MAIS CONHECIMENTO E O CICLO NÃO PARARÁ. ALELUIA.


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here