Estudos por VC

Pessoas com Duas Naturezas

Previous Article
Oração De Guerra
Comments (1)
  1. Prezado pastor, permita-me trazer uma posição contrária quanto ao assunto AS DUAS NATUREZAS DO HOMEM. E dê-me a alegria de saber que meu posicionamento não será incontinenti rechaçado, mas examinado percucientemente.
    Assim me exponho. A natureza do homem é metaforicamente identificada nas Escrituras Sagradas, ora como coração, ora como carne, ora como árvore. Em Mateus 15:19, Cristo faz referência à natureza do homem não convertido como CORAÇÃO; Paulo, em Gálatas 5:19, como CARNE. Ponha essas passagens lado a lado e o senhor verá que Cristo e Paulo fazem menção ao mesmo assunto – as obras da natureza decaída do homem. Em Ezequiel 11:19, vemos, de forma gráfica, como Deus faz o milagre da transformação de um pecador em uma nova criatura. E o texto é recheado de informações preciosas. Vejamos. Primeiro: Deus não põe dois corações, ou duas naturezas, um ao lado do outro, mas SUBSTITUI um pelo outro. Estabelecendo uma nova metáfora, lembre-se de que o novo homem não permanece ligado à videira brava, mas, DESLIGADO dela, ele é ENXERTADO na Videira verdadeira. Segundo: para que fim Deus concede um novo coração? Compare Isaías 61:3 com Filipenses 1:11. Em Romanos 11:17, Paulo afirma com clareza meridiana que o novo ser é enxertado na Oliveira (árvore que, como a videira, representa Cristo), a fim de ser “PARTICIPANTE da raiz e da seiva da oliveira…” E note: se há enxerto, é porque o ramo foi CORTADO da outra árvore, senão não pode ser enxerto. Corroborando com a peculiaridade do enxerto, Ezequiel usa o verbo TIRAR, que quer dizer EXTRAIR, ARRANCAR FORA: “tirarei da sua carne o coração de pedra…” 11:19. A pedra é símbolo de frieza espiritual, aqui (não endureçais os vossos corações). Então, na sequência, Deus, através do profeta, categoriza que um novo coração é dado ao novo ser, usando as próprias palavras do Criador, “PARA QUE andem nos meus estatutos, e guardem os meus juízos, e os executem…” A expressão “PARA QUE” é uma locução adverbial que indica finalidade. E isso implica condição, ou seja, só há obediência aos mandamentos divinos se o coração de pedra, isto é, a natureza decaída, for permutada, trocada. De modo mais direto: a natureza herdada de Adão, alma vivente, deve DAR LUGAR à natureza implantada do segundo Adão, Cristo, espírito vivificante.
    É impossível a habitação conjunta de duas naturezas antagônicas, pois, como pergunta Paulo, “que concórdia há entre Cristo e Belial?” ou “que consenso tem o templo de Deus
    com os ídolos?” Ora, se somos um santuário, não podem habitar em nós concomitantemente Deus e Satanás. A natureza que trazemos corresponde àquele a quem servimos. E o texto a seguir, escrito por Paulo, creio eu, encerra esse assunto pelo cabal esclarecimento nele contido. “E, assim como trouxemos a imagem do terreno, assim traremos também a imagem do celestial.” I Coríntios 15:50. Imagem. O contexto dessa passagem é o mesmo de Gênesis 1:26 e Colossenses 1:13 e 15. E será de bom alvitre afirmar que IMAGEM é sinônimo de CARÁTER, e que caráter só existe um. Assim sendo, uma pessoa não pode, em hipótese alguma trazer consigo dois caracteres, pois, ou ela manifestará os frutos da justiça, encontrados em Gálatas 5:22, ou as obras da carne, declinadas em Gálatas 5:19 a 21. O apóstolo Paulo fez questão de separar os frutos, para realçar que existem duas árvores diferentes e não uma só produzindo frutos antagônicos. E, como resumo, Cristo diz: “O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito é espírito.” João 3:6. A conjunção aditiva “E” só pode ser antecedida por uma vírgula, conforme o texto de João 3:6, se os sujeitos das orações forem diferentes entre si, isto é, DUAS PESSOAS DISTINTAS. Quem é carne, não pode ser espírito, e vice-versa. Concluindo, ou somos um, ou somos outro, nunca os dois simultaneamente.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

O Estudos Gospel+ é um espaço onde se coloca estudos bíblicos, voltado ao público cristão.

Aproveite o conteúdo e compartilhe o conhecimento através das redes sociais.