O sacrifício Perfeito

1

Texto – Lv. 16.6
 
Introdução
Amados (as), o texto que acabamos de ler fala sobre Arão, que na ocasião era o sacerdote que intercedia pelo povo de Israel, á DEUS, oferecendo sacrifícios de animais pela expiação dos pecados, ou seja, para que os pecados do povo fossem perdoados por DEUS.
 
Porém, antes de ele oferecer o sacrifício pelo pecado do povo, ele tinha que oferecer o sacrifício pelo seu próprio pecado e pelo pecado de sua família, só depois ele poderia oferecer o sacrifício ao povo.
 
Nesta mensagem estaremos demonstrando como era feita a confissão pelos pecados naquela época, e como é hoje, após a vinda do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.
 
A) – 05 Sacrifícios principais feitos à DEUS, descritos no AT
 
1)    Holocausto – Ato de adoração voluntária a DEUS. (Lv. 16.24).
2)    Oferta de cereais – Reconhecimento da bondade e providência de DEUS. (Lv.6.14-23)
3)    Oferta de Comunhão – Ação de graças e comunhão, incluía uma refeição comunitária. (Lv. 7.11-34)
4)    Oferta pela culpa – Fazer restituição, pagar multa de 20% por dano cometido a alguém. (Lv. 5-14)
5)    Oferta pelo pecado – Confissão e perdão do pecado. (Lv 16.3-22).
 
B) – Porque era oferecido sacrifícios pelos pecados?
 
1)    O pecado sempre resulta em morte Rm 3.23a / Tiago 1.15 .
 
2)    Sem derramamento de sangue não há perdão Hb. 9.22.
 
3)    Lv 4.4  O sacrifico pela expiação dos pecados tinha 03 princípios básicos:
 
 
1)    A substituição (Apresentará ao Senhor)
2)    A identificação (porá a mão sobre a cabeça)
3)    A morte do substituto (será morto).
 
C) – O que é pecado?
 
O pecado sempre vem logo após uma tentação, se não resistimos a tentação, caímos em pecado.
 
O pecado original
 
Em Gen. 3.6 temos ali descrito os 03 princípios da tentação cujo levaram ao pecado original:
1)    Agradável ao paladar.
2)    Atraente aos olhos.
3)    Desejável para obter discernimento.
 
Estes princípios são os mesmos descritos em 1João 2.16
1)    A cobiça da carne (Agradável ao paladar)
2)    A cobiça dos olhos (atraente aos olhos)
3)    Ostentação dos bens (desejável para obter discernimento)
 
O diabo, usou os mesmos princípios para tentar Jesus no deserto:
 
1)    Lc 4.3 – E disse-lhe o diabo: Se tu és o Filho de Deus, dize a esta pedra que se transforme em pão. (Cobiça da carne)
2)    Lc. 4.5 – E o diabo, levando-o a um alto monte, mostrou-lhe, num momento de tempo, todos os reinos do mundo. (cobiça dos olhos)
3)    Lc 4.6 – E disse-lhe o diabo: Dar-te-ei a ti todo este poder e a sua glória, porque a mim me foi entregue, e dou-o a quem quero.(ostentação de bens).
 
Em resumo, o pecado é qualquer desobediência a DEUS.
Não existe pecado grande ou pecado pequeno,…pecado é pecado, e todos pecaram e destituídos estão da glória de DEUS (Rm 3.23).
 
* Você pode até dizer, e não desobedeço as leis de DEUS!! A não, vamos ver:
O sermão da montanha Mateus 5 – 22 28ª Eu porém, vos digo que qualquer que atentar numa mulher para a cobiçar já em seu coração cometeu adultério com ela. 37 Seja, porém, o vosso falar: Sim, sim; não, não, porque o que passa disso é de procedência maligna… 39 Eu, porém, vos digo que não resistais ao mal; mas, se qualquer te bater na face direita, oferece-lhe também a outra… 44 Eu, porém, vos digo: Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem, 45 para que sejais filhos do Pai que está nos céus; porque faz que o seu sol se levante sobre maus e bons e a chuva desça sobre justos e injustos.ª Eu, porém, vos digo que qualquer que, sem motivo, se encolerizar contra seu irmão será réu de juízo…..
 
C) – Mas se o salário do pecado é a morte, e se todos pecaram, o que fazer?Como ser salvo?
 
1)    Confessando com sua boca – Romanos 10.9-10 – a saber: Se, com a tua boca, confessares ao Senhor Jesus e, em teu coração, creres que Deus o ressuscitou dos mortos, serás salvo. Visto que com o coração se crê para a justiça, e com a boca se faz confissão para a salvação. 1 João 1.9.
2)    Pela FÉ!!!!! – Efésios 2.8 – Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isso não vem de vós; é dom de Deus.
 
Mas ai vem outra pergunta, quem é o nosso sacerdote hoje? Qual é o sacrifício a ser oferecido?
 
Conclusão – Hb. 7-27 / Hb. 9.12
Jesus é o nosso Sacerdote, mas ao contrário dos outros sacerdotes ELE não precisa se oferecer sacrifícios, pois ELE foi o próprio Sacrifício.


COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here