“…do juízo, porque o príncipe deste mundo já está julgado.” (João 16.11)

0

É comum se imaginar erroneamente que nosso Senhor Jesus Cristo – notadamente pelo que teve que se humilhar e sofrer em nosso benefício, em Seu ministério terreno – que Ele sempre estivera em algo parecido como um cabo de força com os poderes do inferno, sobretudo com Satanás, e fazendo muito esforço para não ser derrotado por tais poderes opositores.

Não podemos esquecer que Jesus é Deus junto com o Pai e o Espírito Santo – que Satanás é mera criatura e ainda por cima decaída e expulsa para sempre da presença de Deus e condenada ao juízo eterno no lago de fogo e enxofre, que já estando julgado aguarda somente a execução da sentença que lhe foi passada pelo tribunal divino.

Tudo o que ele e seus seguidores fazem é por permissão divina. Ele não pode agir sem que antes peça permissão a Deus, conforme vemos no caso de Jó, e na legião de demônios que foi expulsa do Gadareno por Jesus, e que Lhe pediu com grande temor que não lhes enviasse para o abismo de fogo naquela hora, mas que lhes permitisse entrarem nos porcos.

Se há ainda uma batalha espiritual entre Satanás e aqueles que servem a Deus, é porque isto estava previsto no Seu plano eterno, visando ao aperfeiçoamento da nossa fé.

Mas chegará o dia em que não haverá mais nenhum combate porque estaremos aperfeiçoados na glória celestial e Satanás, os demônios e todos os espíritos que o seguiam serão sujeitados pelo Senhor a um sofrimento que jamais terá fim.


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here