Escolhas

0

Texto base:Dt 30:11- 20

Em nossa vida, no dia-a-dia somos constantemente levados a fazer escolhas. Desde as mais simples e corriqueiras que tem um peso muito pequeno em nossa vida (como qual roupa vestir?, que sapato usar?, o que comer?), até as mais difíceis que podem mudar ou determinar o curso de nossas vidas (estudos, profissão, casamento, etc).

Interessante que existem escolhas que são tão corriqueiras que nem percebemos, talvez porque não afetam de forma pontual nossa vida. Logo pela manhã quando acordamos, já temos escolhas a fazer e passamos o dia todo assim. Nossa vida é feita de escolhas.

No texto que lemos Deus disse ao povo que eles tinham uma escolha a fazer. E essa mesma escolha também é colocada diante de nós dia após dia. Escolher abrir mão de nossa vontade para fazer a do Senhor é uma escolha diária, e ela tem o poder de mudar radicalmente nossa vida. Talvez para muitos ela seja a mais difícil de se fazer: A decisão de entregar a Cristo o controle de nossa vida e de tudo que a envolve.

Muitas vezes até podemos verbalizar, cantar que entregamos tudo a ele, mas na prática, na vivência diária, não é bem assim. Nossa vontade fala mais alto e então, vamos retomando o leme em nossas mãos. E vivemos a vida assim, alternando com Cristo o controle, ora ele dirige, ora nos dirigimos. Mas Ele sabe, e nos também sabemos, embora tentemos enganar a nós mesmos que verdadeiramente nunca abrimos mão 100% do controle. As escolhas e decisões sempre sucumbiram a nossa vontade própria.

Muitas vezes essas escolhas esbarram no sentimento de incapacidade. Não nos sentimos capazes de arcar com as implicações que vem com aquilo que escolhemos e então ficamos em cima do muro e como pretexto dizemos que não conseguimos.

Eu não consigo fazer tal coisa, não consigo deixar de fazer isso ou aquilo, de pensar e agir assim ou assado, não tenho forças para lutar contra isso… e por ai vai.

Mas, nos esquecemos que em Deus conseguimos. E nele que devemos fixar nossos olhos. Vamos ver dois exemplos bem claros: Moisés, quando Deus o chamou para libertar seu povo da escravidão, olhou para si mesmo e disse: “Eu não consigo. Não sou capaz de fazer isso. Envia outra pessoa!”

Davi quando viu Golias e todo assombro que a figura dele causava as tropas de Israel, olhou para Deus e disse: “Eu irei, porque o meu Deus consegue. Ele tem capacidade para fazer”. Quando nossos olhos estão focados em Deus, Ele nos capacita a fazer as escolhas certas, a entregar em Suas mãos tudo o que diz respeito a nossas vidas.

Precisamos crer que Deus nos capacita, que nEle somos capazes de ser tudo o que Ele próprio planejou para nossa vida (Ef 1:18 – 20). O que você não consegue? O que em sua vida tem sido difícil de vencer e que te impede de entregar-se por completo nas mãos do Senhor? O que você não tem conseguido vencer?

Substitua o “eu não consigo” pelo “eu consigo”, “eu vou”, “em Deus eu posso”. Que verdadeiramente nossas escolhas e decisões, por mais difíceis que forem não sejam mais conduzidas pela nossa própria vontade ou força, mas sim pelo Espírito Santo de Deus. E nEle que somos capacitados a vencer as tentações, o pecado, a nossa carne. Somente quando Jesus está no controle, no centro de nossa vontade somos capazes de fazer as escolhas certas, porque Ele nos mostra o caminho, indica a direção.

 

Sandra Marne


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here