Deus que consola os que estão abatidos – 2 Coríntios 7:6

0

“Deus que consola os que estão abatidos.” (2 Coríntios 7.6)

E quem consola como ele?

Vá a algum pobre, melancólico, e angustiado filho de Deus, diga-lhe doces promessas, e sussurre em seu ouvido palavras de conforto escolhidas, ele é como um surdo, que não pode ouvir a palavra de consolo. Ele está bebendo veneno e fel, e consolá-lo, do modo que você pode, vai ser apenas uma ou duas notas de triste resignação que você vai propor a ele, você não lhe trará, ao interior de sua alma, nenhum salmo de louvor, nenhum aleluia, nenhum soneto alegre. Mas deixe Deus vir a seu filho, que ele levante o seu rosto e os olhos do enlutado brilham com esperança. Você vai ouvi-lo cantar:

“Isto é o paraíso, se tu estiveres aqui, se tu te fores, é o inferno!”

Você não poderia animá-lo, mas o Senhor tem feito isso: “Ele é o Deus de toda consolação.” Não há bálsamo em Gileade, mas há bálsamo em Deus. Não há nenhum médico que possa produzir a cura entre as criaturas, mas o Criador é Jeová-Rafá.

É maravilhoso como uma doce palavra de Deus vai produzir todas as canções para os cristãos. Uma palavra de Deus é como um pedaço de ouro, e os cristãos são batedores de ouro, e podem martelar essa promessa por semanas inteiras. Assim, então, pobre cristão, tu não necessitas se sentar em desespero. Vá ao Consolador, e peça-lhe para te dar consolo. Tu és um pobre poço seco. Você já ouviu dizer que, quando uma bomba está seca, você deve derramar um pouco de água em primeiro lugar, e então você terá água, e assim, Cristão, quando estiveres seco, vá a Deus, pedir-lhe para derramar sua alegria no teu coração, e então a tua alegria será completa. Não vá para as amizades terrenas, pois você vai encontrar nelas os consoladores de Jó; mas vá em primeiro lugar ao teu “Deus, que consola os abatidos”, e em breve você dirá: “Na multidão dos meus pensamentos interiores as tuas consolações recreiam a minha alma.”

Nota do tradutor: Tenho experimentado em minha vida a verdade destas palavras, especialmente quando passei por um câncer e um infarto do miocárdio, e por diversas tribulações de todo o tipo neste mundo. E o mesmo Deus que me consolou no passado tem sido a minha força e alegria ainda nas tribulações presentes, e sei que sempre estará comigo nas futuras, até que vá ter com ele na glória do céu. E sei que isto não é um privilégio exclusivo para mim ou para poucos, mas para todos aqueles que esperam no Senhor, aguardando por seu socorro, livramento, consolo e misericórdia.

Tradução e adaptação feitas pelo Pr Silvio Dutra, de um texto de Charles Haddon Spurgeon, em domínio público.


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here