Cinco Lições sobre a vida e a morte de Amy Winehouse

9

Tragédia anunciada: a jovem e talentosa cantora Amy Winehouse, de apenas 27 anos, foi encontrada morta em sua casa em Londres. Duvido que alguém tenha se surpreendido com a notícia, já que o estado debilitado de sua saúde era nítido faz tempo. Gostaria de compartilhar 5 lições sobre sua vida e morte. Vem comigo?

1. Somos frágeis: nosso corpo tem limites que, uma vez desrespeitados, podem nos levar à morte. Não estou falando apenas de cocaína, ecstasy e crack, mas também da nicotina, álcool e outros menos populares. A quantas anda seu IMC? E o colesterol ruim? Níveis de açúcar? E a pressão arterial? Pois é, esses elementos são tão letais quanto as drogas, mas por agirem no silêncio podem trazer a falsa ilusão de que tudo vai bem.

2. De que adianta ganhar o mundo e perder a alma? Frase cunhada por Jesus quase 2 mil anos atrás (Mt 16:26), ainda não encontra eco no nosso “eu” mais profundo. Queremos nos tornar famosos, ricos, ter muitas posses, mas para quê? Uma vida sem significado tem tudo para acabar como a de Amy.

3. Não somos deuses: fama, riqueza e status podem criar uma imagem equivocada sobre nossa condição. Famosos não são mais resistentes que outros, mesmo que os fãs ou os interesseiros à volta possam achar. Do pó viemos, e a ele retornaremos.

4. Any foi encontrada morta: morreu sozinha. Não sei se por causa do estilo de vida, ou por qual outro motivo, mas nem todo sucesso e milhões de fãs podem encobrir o vazio da solidão. Onde é que estavam os amigos? E a família? Somos seres criados para o relacionamento. Quem sabe se uma voz amiga ou alguém que amasse a verdadeira Amy não poderiam ter evitado essa morte prematura?

5. A dor de um pai: também sou pai, e me lembro comovido de Amy levando bronca do pai em estado de nítida embriaguez (veja). Que dor terrível para ele ver no que se transformou a filha criada com tanto carinho (suposição minha). Deve ser uma dor indescritível para esse pai, a quem presto minhas condolências anônimas.

O mundo está menos belo sem a voz de Amy. Fica o alerta para buscarmos significado para vida. O “mundo de Caras” é bem menos glamouroso do que nos parece. Que Deus tenha misericórdia de todos os que estão no mesmo estado em que Amy se encontrava. Que Ele, também, resplandeça o rosto de Jesus sobre nós, para que possamos anunciar-lhes as boas novas do evangelho e levá-los ao autor e consumador da fé: Jesus.

Adeus, Amy.

Por William Mazza

Fonte: Beréia Blog

William Mazza é engenheiro, cristão e colaborador do BereiaBlog

 


9 COMENTÁRIOS

    • Muito bom suas observações, masdizer que: “O mundo está menos belo sem a voz de Amy”; é muita pretensão de sua parte…
      A voz e interpretação dela estava associada ao ideal de vida destrutivo dela, portanto o mundo precisava dela sem o que ela propagava, ou ainda sim, precisamos de gente que viva a vida e não celebre a morte através de autodestruição.

      Mais sobre o assunto: Amy Winehouse, suicídio. Fama, talento, vícios, frustrações… sucesso pessoal? em http://www.wil-santos.blogspot.com
      Twitter: @st_wilson

      E também pesquiso sobre sinais evidentes do fim dos tempos e da Nova Ordem Mundial no Brasil e no mundo, assuntos muitas vezes distorcidos ou escondidos pela mídia.
      Aceito colaborações de estudos, links, vídeos, comentários sobre os textos… outros conteúdos diversos serão bem vindos. Grato.

  1. OLa o que faltou na verdade foi um verdadeiro amigo, para dar uma palavra para essa moça, que é como qualquer outra pessoa, apenas canta, e outro trabalha em um escritório, somos todos iguais, não idolatro, ninguém nem cantor, nem músico, nem nada!! São pessoas que tem dons maravilhosos, mas não sabem usar, e acaba nisto, só, e drogados!!!! infelismente, faltou amigos de verdade!!!

  2. O diabo só mostra o lado glamuroso da fama e dos prazeres, não mostra as concequencias, somos chamados de: loucos, idiotas, atrasados, ignorantes por servir a um DEUS que nos ensina o que é bom ou ruim e nos dá a liberdade de escolha e mostra o que pode acontecer c/ nossas decisões, prefiro ser rejeitada pelo mundo e ouvir a DEUS.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here