Home » Capa, Estudos por VC

Perda de Sentimento

Estudos Bíblicos em seu email

Receba Estudos Bíblicos em seu email gratuitamente! Insira seu email:

Gospel+ no Twitter!

ou no facebook

Perda de Sentimento

Sentimento é o ato de sentir algo em virtude de alguém ou objeto, levando o ser a demonstrá-lo num ato espontâneo. Geralmente, um sentimento quando correspondido gera uma reação, quer seja boa, quer seja desagradável, dependendo de como fora expresso. No relacionamento homem com Deus acontece da mesma forma: os que são apaixonados ou até mesmo loucos por Jesus expressam através de suas atitudes seu amor para com Deus Pai. Mas o que acontece com aqueles que não têm ou perderam sentimento para com Deus?

Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

A Bíblia, que é a Palavra de Deus revelada, nos diz no capitulo 4 e versículo 19 da carta de Paulo aos Efésios da seguinte forma:
“Os quais, havendo perdido todo o sentimento, se entregaram à dissolução, para com avidez cometerem toda a impureza.”
NOTA: Lembre-se que texto sem contexto é pretexto de heresia.

O versículo que citei acima nos fala sobre atitudes de pessoas que perderam todo o sentimento, logo definidas como pessoas vazias, as quais se entregam ao pecado na tentativa de preencher este vazio. Se lermos os versículos anteriores, mas precisamente os versículos 18 e 19 respectivamente, podemos definir o perfil psicológico de pessoas vazias. Baseando-me nesses versículos, tais pessoas são guiadas pela vaidade de sua mente, seu entendimento é entenebrecido, e a ignorância e a dureza de seu coração os separam da vida de Deus.

Conforme definição no dicionário, perda é o ato ou efeito de perder; privação de uma coisa que possuía; desaparecimento, extravio; morte. E sentimento é ato ou efeito de sentir; sensação psíquica; mentalidade, modo de pensar, atitude moral. Baseando-se no conceito descrito posso afirmar que pessoas sem sentimento são pessoas mortas. E existem muitas pessoas assim dentro de nossas igrejas!

Ninguém nasce sem sentimento. Até um psicopata possui sentimento, por mais obscuro que seja. Na maioria dos casos, estes seres nascem a partir de alguma tragédia ou trama ocorrido em algum momento da vida. Assim, os “cristãos sem-sentimentos” são simplesmente pessoas que, com o passar do tempo, se esfriaram na fé. Entretanto não podemos culpá-las nem julgá-las, porque se em sua igreja existem pessoas que se encaixam nesse perfil, a culpa é de seus líderes. Sim, a culpa é nossa, nós que estamos à frente de uma igreja somos responsáveis pelas almas que conosco estão!

Mas o que leva uma pessoa a chegar neste ponto tão crítico?

Primeiro, a ROTINA acaba com qualquer pessoa. Eu particularmente quase cheguei a ter uma explosão de frieza devido a rotina de uma determinada igreja. Hoje já não se vê mais conversão de almas nas igrejas, nem batismo com o Espírito Santo, curas divinas, milagres, enfim… Nossos cultos estão tornando-se monótonos e isso acaba tirando da pessoa o “Instinto de Adorador”.

Quando se perde o Instinto de Adorador, a mente da pessoa, que antes era voltada para os pensamentos do Pai, acaba se perdendo em meio as dúvidas, em meio ao esquecimento, em meio às preocupações. A mente torna-se vazia, pois a rotina te impede de ler a Bíblia, e a vaidade, que eu posso definir como um “momento ilusório”, torna o adorador numa pessoa dependente de si mesma. E quando somos dependentes de nós mesmos, nosso objetivo será sempre satisfazer a vontade de nossa carne, ou seja, a vontade do pecado.

Uma pessoa sem sentimento possui uma mente vazia, que é o mesmo que uma pessoa sem sonhos, sem visão, sem objetivos na vida. A mente vazia faz com que você não entenda a vontade de Deus, e nem compreenda sua Palavra. A vida espiritual torna-se instável, o amor praticamente não existe, nem a vontade de progredir. Deus torna-se distante, como um ser inatingível. Esse é um ponto bastante delicado, pois se você tem essa sensação que Deus está distante, é porque falta um pouco mais de comunhão com o Espírito Santo, pois somente Ele nos faz conhecedores dos mistérios de Deus, e nos leva pra perto do Pai.

Uma pessoa que não aprende é uma pessoa ignorante. Da mesma forma, o crente ou cristão ou protestante ou evangélico (como você preferir), se torna ignorante na fé. Não cresce pois não se alimenta da Palavra, ou ainda não aprendeu a “digeri-la”. O estado de ignorância leva o ser humano a torna-se soberbo! Já percebeu aquele irmão ou aquela irmã que não medita dia e noite na Palavra, não ora, não jejua, não consagra sua vida, mas é orgulhoso(a) que dói. E o pior é que o estado de ignorância o leva automaticamente ao próximo e mais crítico estado de frieza: a dureza de coração.

A dureza de coração o afasta de Deus, separa você da vida de Deus, pois você não achará mais prazer passar horas e horas se entregando ao Espírito Santo, nem alimentando-se da Palavra de Deus. Se você está separado da vida de Deus, você está morto! Não exista vida sem a presença contínua do Espírito Santo. Frieza espiritual mata, pois leva a pessoa a perda de sentimento, o qual por sua vez, te levará à dureza de coração, separando-o de Deus. Deus não quer simplesmente andar do seu lado, Ele quer morar em você, no seu coração. Mas se a dureza dominou seu coração, você não conseguirá deixar o Espírito Santo morar em você, e você infelizmente não saberá o quanto Deus te ama, pois está escrito:
“Ora, a esperança não confunde, porque o amor de Deus é derramado em nosso coração pelo Espírito Santo, que nos foi outorgado.” (Rm. 5:5)

A Paz seja convosco…

Autor: Blogueiro Adorador
www.blogueiroadorador.tk

"As opiniões ditas pelos colunistas são de inteira e única responsabilidade dos mesmos, as mesmas não representam a opinião do Gospel+ e demais colaboradores."


PS.: Comentários via Google+ estão logo abaixo desabilitados no momento.


Comentários via Facebook

Sua resposta

Adicione seu comentário abaixo, ou faça trackback de seu site ou blog. Você pode também assinar esses comentários via RSS.
Seja legal. Não escreva em CAIXA ALTA. Mantenha no tópico. Limite de 3000 caracteres no comentário.

Há 5,000 comentários no Estudos Bíblicos.