Home » Vida Cristã

Violência: Até onde deixarmos ir

Profile photo of Silvia Leticia  Carrijo de Azevedo Sa Por Silvia Leticia Carrijo de Azevedo Sa em 20 de fevereiro de 2010

Estudos Bíblicos em seu email

Receba Estudos Bíblicos em seu email gratuitamente! Insira seu email:

Gospel+ no Twitter!

ou no facebook

Infelizmente, entramos na lista dos paises mais violentos do mundo. A violência urbana tem prosperado em nossa sociedade de uma forma assustadora. Assaltos dos mais estranhos modos e meios. Cada dia gente mais nova entra no meio da violência. Entre as estatísticas a violência familiar também entrou na mira, cresce de forma desordenada e não menos violenta. Parentes que por desagrado seqüestram outros, namorados que por não aceitar termino matam suas “amadas”. O mundo jaz no maligno. Não há mais como acreditar em quem quer que seja, olhamos para o próximo não como próximo, é o mais estranho quanto posso imaginar. Pessoas tinham “caras” de violentas, hoje podem ser pai, mãe, tios, amigos.

Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

A violência sexual tem sido outra a atormentar pais e mães. Não podemos mais deixar nossos filhos com vizinhos, pois não mais sabemos que são não podemos confiar em parentes, pois eles estão com os de fora. Já não sabemos mais em quem confiar. Vivemos trancafiados dentro de nossas casas com medo que a invadem e nos tirem lá mesmo a vida. Vivemos um eterno medo, não andamos mais tranqüilos pelas ruas numa noite fria, saímos correndo e voltamos mais correndo ainda.

Perdemos o senso de perigo, pois tudo se tornou perigoso, não vamos ao banco, ao supermercado sossegado. Com dinheiro nem pensar, e pior nem a senha do cartão você tem direito a esquecer em um seqüestro relâmpago. Sua vida fica em risco se você tiver um colapso nervoso. Nem pense em reagir? É morte na certa, a menos que você queira matar o bandido e ele ser enterrado como coitado e você como bandido, porque agora é assim, você é o preso e eles o solto. É a chamada INVERSÃO DE VALORES.

Os especialistas em crimes dizem que não conseguem saber de onde vem tanta violência em tão pouco tempo e como se espalha tão rápido. Tenta-se de toda forma amenizar este mal, mas não acabará. Não adianta armar cada dia mais o sistema de segurança pública, nem fazer novos concursos e preparar megas policiais. O problema vai além. Ele esta muito mais relacionada à FÉ do homem do que a vida social que levamos atualmente.

Levamos para dentro de casa um consumismo que tomou o lugar de Deus em nossos corações, queremos mais do que podemos e achamos que podemos mais do realmente se pode. Assim enfrentamos tudo e todos por nada. Um celular, uma nota de dez reais. Entra-se em mansões e casebres apenas para mostrar “poder”. Poder de perturbar famílias e tirar a paz da população. Temos medo de crianças que em casa os nossos filhos da mesma idade tratamos como nosso filhinho. Lá fora são monstros. Atormentam satanicamente quem quer que seja. Até aqueles que geraram sua vida – a mãe.

Já é tempo de acordarmos, não podemos mais aceitar essa situação, não precisamos sair às ruas com faixas nem cartazes, não precisamos ir às televisões em debates loucos e acalorados. Precisamos nos voltar a quem pode mudar o coração do homem. Não conseguiremos jamais chegar aonde Cristo chega.

Em sua morte havia dois assassinos com ele, um abriu o coração e disse sim a Jesus teve seu coração transformado. Zaqueu, um publicano, riquíssimo, mas ladrão nos impostos se encontrou com Jesus teve sua vida mudada, sua família salva e seu nome registrado na história não como ladrão, mas como homem que teve a vida transformada por desejar ser diferente.

Escutamos muito que depois que o homem apronta todas ele vai e vira de Jesus. É assim mesmo. Jesus veio para os doentes, pois são eles que precisam de médicos. O caráter do homem precisa ser restaurado, precisamos encontrar alguém que preencha a alma e não somente os olhos de desejo.

Nossas crianças estão vazias vendo TV e seus desenhos violentos, vendo mães serem violentadas e serem violentas em consequência.

Não queremos ver mais crianças jogadas no lixo, nem abandonadas, mas as mães precisam ter um coração quebrantado, senão isso nunca vai mudar.

Jesus é a SOLUÇÃO, Ele é a única saída, mas é saída que não queremos, pois implica em mudança de vida e de atitudes. O crime pode ser prazeroso, mas é caminho de morte. Ele começa muito cedo, quando recebemos um troco errado e não vemos mal em ficar com ele. Quando encontramos algo e sabemos de quem é e mesmo assim dizemos a nós mesmos, achei é meu.

Dizem que violência é uma epidemia, pois é contagiosa, contamina mesmo. Basta deixarmos levar pela ganância. “O homem violento alicia o seu vizinho, e guia-o por um caminho que não é bom.”(Provérbios 16:29).

"As opiniões ditas pelos colunistas são de inteira e única responsabilidade dos mesmos, as mesmas não representam a opinião do Gospel+ e demais colaboradores."

PS.: Comentários via Google+ estão logo abaixo desabilitados no momento.


Comentários via Facebook

Sua resposta

Adicione seu comentário abaixo, ou faça trackback de seu site ou blog. Você pode também assinar esses comentários via RSS.
Seja legal. Não escreva em CAIXA ALTA. Mantenha no tópico. Limite de 3000 caracteres no comentário.

Há 5,006 comentários no Estudos Bíblicos.

Da Internet e em Inglês para Praticar