Home » Capa, Jovens

Traição: Você conhece essa dor?

Estudos Bíblicos em seu email

Receba Estudos Bíblicos em seu email gratuitamente! Insira seu email:

Gospel+ no Twitter!

ou no facebook

Traição: Você conhece essa dor?

A traição é um risco que corremos ao dividir a vida com alguém. Ela pode ocorrer em qualquer tipo de relacionamento: amizade, parentes, profissionais, amorosos.

Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

A traição em geral, ocorre quando depositamos expectativa ou confiança em alguém, e, de má fé, de forma desleal, baseada em mentiras, encoberta com falsidade somos enganados, desapontados, decepcionados e golpeados de forma inesperada.

Quem nunca foi traído? Quem não conhece a dor da traição? Seja por um amigo (a), namorado (a), esposa, marido, irmão, colegas de trabalho, familiares, etc? A traição mata os relacionamentos mais lindos dessa vida; destrói a confiança. A traição dói, fere, machuca, é como uma faca afiada que despedaça de uma vez um relacionamento que foi construído aos poucos, muitas vezes, que levou anos.

Confesso que já fui traída por uma pessoa que eu considerava muito amiga e hoje mesmo tendo perdoado completamente, consigo lembrar como se fosse ontem a dor da decepção.

A traição, de um modo geral, é uma epidemia de proporções alarmantes, e essa epidemia tem se alastrado a cada dia, principalmente na área conjugal . Tem sido o principal motivo de casamentos desfeitos, lares desestruturados, famílias destruídas. É por conta dessa triste realidade que as pessoas estão tão inseguras e desconfiadas hoje em dia.

O amor tem se esfriado, as pessoas tem se tornado inseguras, instáveis, ressabiadas, desconfiadas.A realidade é que com toda podridão, vulgaridade e banalização do amor que temos visto, o medo da traição tem atacado igualmente homens e mulheres.

Tenho me assustado com o grau de casamentos desfeitos pela traição. Essa semana um pastor compartilhou como anda a cidade Medina (divisa de Minas com Bahia) , uma cidade completamente desestruturada pela prostituição, adultério e divórcios. Ele tem tido dificuldade de encontrar uma família estruturada para auxiliar nos ministérios da igreja. Em todos os lares, as famílias vivem a experiência do 3º ou 4º casamento com filhos fora dos laços do matrimônio, filiação bastardia ou adulterina.

Para a maioria das pessoas, a traição está somente ligada ao sexo, à ação de uma namorada (o), esposa ou marido infiel. No entanto, a traição está operando em uma escala muito maior do que apenas no aspecto sexual, pois ela começa de forma lenta através da cobiça, do envolvimento afetivo e às vezes sentimental.

O casamento é uma instituição formada por Deus para trazer felicidade e PLENA realização do homem e da mulher, e, é de se preocupar ao ver as sérias mutações que estão ocorrendo. A bíblia considera como adultério a violação dos votos do casamento. Podemos ter a certeza que, a desconfiança reina em um casal que não obedece às orientações de Deus em sua integralidade.

Nunca vivemos em uma época em que a liberdade de escolher o cônjuge ou namorado fosse tão ampla, e, ainda assim os índices de traição são consideravelmente maiores. Acontece que perdemos os critérios, perdemos os valores, perdemos as referências de um lar estável, escolhemos precipitadamente alguém e pensamos que essa pessoa suprirá o vazio do nosso coração. Vivemos a era do descartável, a nossa mentalidade é “se não der certo, termina” , são os namoros just for fun, e isso é uma defraudação emocional conosco e com o próximo, pois, ao nos relacionarmos com alguém deixamos ‘marcas’ de nós naquela pessoa.

Quando entramos em um relacionamento fazemos um compromisso de fidelidade (seja amizade, namoro, noivado, ou casamento). A verdade é que qualquer tipo de traição dói muito, deixa marcas profundas. A traição, está diretamente ligada à falta caráter de uma pessoa, razão pela qual, ela tem perdão (é o que a Bíblia ensina), mas a possibilidade de reconciliação é opcional. A única carta magma de Deus para o divórcio é o adultério.

A Bíblia registra vários casos de traição, e todos levaram a queda, todos tiveram drásticas conseqüências.
Jesus sentiu a dor de ser traído. Ele jantava com um amigo que lhe trairia (veja Mc14.18). Judas traiu Jesus no momento mais difícil de sua vida. Jesus suportou e perdoou aquela infidelidade, Ele queria nos mostrar como lidar com a traição seja qual for o grau de sofrimento que ela nos cause; no caso de Jesus a traição de Judas resultou em Cruz..

Gosto muito do exemplo de José, homem integro, foi traído friamente por seus irmãos, posto no poço e vendido como escravo, para depois ser concedido a Potifar, e, outra vez, ser maliciosamente traído por sua esposa. Foi posto na prisão, fez amizade com o coopeiro do rei e mais uma vez conheceu o beijo da traição pois aquele homem quebrou a promessa feita na prisão e se esqueceu de José. Imagina a agonia, a dor, a aflição de José.
Portanto,anima-te, querido leitor, se a dor da traição tiver feito parte da sua vida, apesar da infidelidade humana que podemos ser vitimas algum dia, Deus é fiel e nunca muda. Os anos passaram e José foi lembrado pelo Senhor e exaltado ao trono do Egito.

Superamos a traição ao reconhecermos a fidelidade do Espírito Santo em nossas vidas, só assim poderemos permanecer emocionalmente saudáveis e estáveis.

O conforto que encontramos na Palavra de Deus a respeito da traição, é que Ele pode mudar qualquer quadro. Ele deseja operar em nossas vidas com poder e Graça. Caso contrário, se continuarmos por conta própria lutando para a restauração emocional ou familiar diante de uma traição estaremos fadados ao fracasso.
Deus continua sendo o ÚNICO capaz de mudar as histórias e curar feridas. Acredito que Deus sonha com relacionamentos saudáveis. Deus é especialista em transformar fracassos em triunfo.
É preciso ser honesto, lembrar que tudo que plantamos vamos colher. Diante de uma traição mantenha-se firme em seus princípios e valores, ainda vale a pena acreditar na fidelidade.

Tudo na vida, deve servir de aprendizado; sabemos que mesmo do pior mal Deus sabe tirar algum bem para os que O amam.
DEUS que nunca nos decepciona e deseja moldar-nos dia a dia para que sejamos parecidos com seu Filho, só ELE tem o manual de um bom proceder humano.

Para não sermos alvos dessa situação, como diz o ditado da vovó: “ melhor PREVENIR que REMEDIAR”. Como prevenir? Sendo submissos ao Senhor pedindo-lhe orientação e discernimento diante das pessoas que surgirem em nosso caminho. Lembre-se: Jesus foi traído com um BEIJO.

Nunca deixe alguém roubar de você aquilo que JESUS morreu para lhe dar: Alegria, PAZ, esperança, vitória, estabilidade, liberdade, segurança e constância.

O relacionamento errado do homem com DEUS gera uma degradação de relacionamentos humanos. Se não tivermos um relacionamento correto com DEUS provavelmente não encontraremos satisfação e contentamento em nenhum outro relacionamento humano.
Onde há Deus, há esperanças, Ele é a receita para os relacionamentos saudáveis.

Escrevo naquEle que nunca nos decepciona e é sempre fiel.

Raíssa Bomtempo
(www.raissabomtempo.blogspot.com)

"As opiniões ditas pelos colunistas são de inteira e única responsabilidade dos mesmos, as mesmas não representam a opinião do Gospel+ e demais colaboradores."

PS.: Comentários via Google+ estão logo abaixo desabilitados no momento.


Comentários via Facebook

1 já comentou, comente você também

  1. muito forte isso….

    

Sua resposta

Adicione seu comentário abaixo, ou faça trackback de seu site ou blog. Você pode também assinar esses comentários via RSS.
Seja legal. Não escreva em CAIXA ALTA. Mantenha no tópico. Limite de 3000 caracteres no comentário.

Há 5,005 comentários no Estudos Bíblicos.

Da Internet e em Inglês para Praticar