Home » Louvor & Adoração

Talentos

Avatar de Wagington  Freire Gomes Por Wagington Freire Gomes em 20 de fevereiro de 2010

Estudos Bíblicos em seu email

Receba Estudos Bíblicos em seu email gratuitamente! Insira seu email:

Gospel+ no Twitter!

ou no facebook

Mateus 25 É uma prarábola sobre os servos cuidadosos e o servo relaxado com as coisas do seu senhor. Os talentos foram entregue a cada um, de acordo com a sua capacidade.
 
Mateus 25.14   Pois será como um homem que, ausentando-se do país, chamou os seus servos e lhes confiou os seus bens.

Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

15  A um deu cinco talentos, a outro, dois e a outro, um, a cada um segundo a sua própria capacidade; e, então, partiu.

16  O que recebera cinco talentos saiu imediatamente a negociar com eles e ganhou outros cinco.

17  Do mesmo modo, o que recebera dois ganhou outros dois.

18  Mas o que recebera um, saindo, abriu uma cova e escondeu o dinheiro do seu senhor.

19  Depois de muito tempo, voltou o senhor daqueles servos e ajustou contas com eles.

20  Então, aproximando-se o que recebera cinco talentos, entregou outros cinco, dizendo: Senhor, confiaste-me cinco talentos; eis aqui outros cinco talentos que ganhei.

21  Disse-lhe o senhor: Muito bem, servo bom e fiel; foste fiel no pouco, sobre o muito te colocarei; entra no gozo do teu senhor.

22  E, aproximando-se também o que recebera dois talentos, disse: Senhor, dois talentos me confiaste; aqui tens outros dois que ganhei.

23  Disse-lhe o senhor: Muito bem, servo bom e fiel; foste fiel no pouco, sobre o muito te colocarei; entra no gozo do teu senhor.

24  Chegando, por fim, o que recebera um talento, disse: Senhor, sabendo que és homem severo, que ceifas onde não semeaste e ajuntas onde não espalhaste,

25  receoso, escondi na terra o teu talento; aqui tens o que é teu.

26  Respondeu-lhe, porém, o senhor: Servo mau e negligente, sabias que ceifo onde não semeei e ajunto onde não espalhei?

27  Cumpria, portanto, que entregasses o meu dinheiro aos banqueiros, e eu, ao voltar, receberia com juros o que é meu.

28  Tirai-lhe, pois, o talento e dai-o ao que tem dez.

29  Porque a todo o que tem se lhe dará, e terá em abundância; mas ao que não tem, até o que tem lhe será tirado.

30  E o servo inútil, lançai-o para fora, nas trevas. Ali haverá choro e ranger de dentes.

Creio que aqueles a qual Deus chamou para a obra Ele verdadeiramente confiou e acreditou e acredita que cada um  é capaz de exercer muito bem, seja ela obra de: Evangelismo, Pastoral, Diaconato, intercessão, levita, ministro de louvor etc. Agora o que temos feito para honrar a confiança de Deus?

Vamos imaginar uma situação: “Deus tem um chamado para uma pessoa e esta pessoa  começa a exercer esta função e alguém diz: “ Você precisa estudar um pouco mais sobre o que você faz”. Mas a pessoa que o aconselha faz isso por amor e por saber que realmente Deus tem isso para vida dele ou dela”  A pessoa responde: Ah meu querido irmão até que eu gostaria muito mas eu não tenho tempo para isso, o pouco que eu sei já esta bom demais. O que falta em muitas pessoas é a humildade de dizer: “é realmente você tem razão, vou me empenhar e correr atrás para agradar um pouco mais a Deus”. Devemos lembrar que por mais autodidata que você pode ser, é necessário alguém para ensiná-lo.

A palavra de Deus acima diz que Deus deu a cada um segundo a sua capacidade não é verdade?  Mas Deus queria que estas pessoas melhorassem aquilo que eles já tinham recebido. Muitas vezes recebemos algo de Deus tipo um dom instrumental. Lembro-me do meu primeiro professor de violão, ele praticamente nasceu sabendo tocar, parecia até que no ventre da mãe dele ele já treinava. Mas isso não o fez o dono da razão e também não fez dele o cara mais bem preparado do mundo. Ele foi atrás de teoria, estudou um pouco mais para aperfeiçoar o pouco que já sabia. Ou seja, ele dobrou o seu talento que era 5 para 10.

E o que você tem feito na casa de Deus ? Você tem honrado aquilo que Deus lhe confiou? Você tem tentado dobrar a sua capacidade ou tem enterrado os seus talentos e o dos outros também? Talvez por motivo de ciúmes você tenha enterrado o talento do seu irmão também. Será que você não anda matando as pessoas que o cercam?  Você faz isso com seu irmão porque você recebeu 1 talento e ele recebeu cinco? A palavra de Deus diz:

Jeremias

48:10 Maldito aquele que fizer a obra do SENHOR relaxadamente!

Se você enterra o seu único talento porque era  pouco, será que não enterraria se fosse 5 também? Será que não estamos de olhos nas coisas que Deus não nos preparou?

Porque se você foi chamado para cuidar de 1 talento então você tem que cuidar deste 1 talento. Você não pode ficar de olho na pessoa que recebeu cinco. Deus não te chamou para cuidar de 5 talentos.

Temos que lembrar que a igreja é um corpo e Jesus Cristo é o cabeça. Sabemos que no corpo tem que haver os braços e o braço esquerdo não é igual ao direito até porque ele tem o seu lado e sua própria posição . Se você pegar um boneco e trocar os lados dos braços, você verá que vão ficar na posição invertida. As mãos vão ficar pra traz do corpo.  Assim somos nós se pegarmos uma posição que não foi nos confiada por Deus para o exato momento. O que acontecerá conosco se fizermos isto? “Simplesmente não seremos abençoados e os planos não darão certo porque Deus não estará no controle, porque não estaremos fazendo a vontade dEle. Você entende isso?

É a mesma coisa se foi chamado para ser somente o porteiro da casa de Deus você terá que honrar este chamado, até que Deus possa confiar em te dar outros talentos. Não podemos desprezar os pequenos começos. São nestes pequenos começos que Deus sonda os nossos corações. Porque Ele quer saber até aonde vai a nossa fidelidade para com Ele.

E não adianta ficar bravo porque o pastor da sua igreja não te dá oportunidades pra você pregar ou fazer qualquer outra coisa mais importante na igreja. Eu já vi casos de pessoas que só porque o pastor não deu oportunidade para ela falar no púlpito, disse que pastor estava sem unção e que o culto não foi bom. É muito mais fácil achar defeitos nos outros ou culpar os outros pelos nossos fracassos.

Onde estão os talentos da pessoa?

Muitos investem o seu talento em escavadeiras para abrir um buraco bem grande para caber o seu próprio talento e levar os talentos dos irmãos que estão ao seu lado. São os verdadeiros matadores de sonhos e visão daqueles que não levam a obra a sério.

Só para relembrar o texto.

26  Respondeu-lhe, porém, o senhor: Servo mau e negligente, sabias que ceifo onde não semeei e ajunto onde não espalhei?

27  Cumpria, portanto, que entregasses o meu dinheiro aos banqueiros, e eu, ao voltar, receberia com juros o que é meu.

28  Tirai-lhe, pois, o talento e dai-o ao que tem dez.

29  Porque a todo o que tem se lhe dará, e terá em abundância; mas ao que não tem, até o que tem lhe será tirado.

Depois desta palavra ainda vamos enterrar os nossos talentos?

"As opiniões ditas pelos colunistas são de inteira e única responsabilidade dos mesmos, as mesmas não representam a opinião do Gospel+ e demais colaboradores."


PS.: Comentários via Google+ estão logo abaixo desabilitados no momento.


Comentários via Facebook

Sua resposta

Adicione seu comentário abaixo, ou faça trackback de seu site ou blog. Você pode também assinar esses comentários via RSS.
Seja legal. Não escreva em CAIXA ALTA. Mantenha no tópico. Limite de 3000 caracteres no comentário.

Há 5,000 comentários no Estudos Bíblicos.