Home » Capa, Destaque, Estudos por VC, Teologia

Sou pecador porque peco, ou peco por ser pecador?

Estudos Bíblicos em seu email

Receba Estudos Bíblicos em seu email gratuitamente! Insira seu email:

Gospel+ no Twitter!

ou no facebook

Sou pecador porque peco, ou peco por ser pecador?

Tem gente que diz que tudo que é proibido é mais gostoso. E de certa forma é verdade. Se o pecado não fosse bom, ele não seria problema para o cristão. Não teríamos que lutar contra nós mesmos. Porém o proibido atrai o homem porque sua natureza é caída.

Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

Essa pergunta que parece boba mas não é. O homem peca porque é pecador, ou é pecador porque peca?

O homem peca porque é pecador. Os únicos que se tornaram pecadores e tinham o livre-arbítrio para escolher o pecado foram Adão e Eva. Depois deles, todos nascem pecadores. Davi, no salmo 51 diz que em pecado foi concebido. Então, esse papo de que criança é pura, não tem pecado, não é bíblica. Você não tem livre-arbítrio para escolher se quer pecar ou não. O homem depois do pecado passou a ser escravo do pecado e sempre vai escolher o que é errado.  

A criança desde pequena quer transgredir. Só dizer: Não coloque o dedo na tomada. E ela vai querer colocar.

Reconhecer que somos pecadores é o primeiro passo na jornada espiritual.

A vaidade espiritual de alguns os levará para o abismo. Pois se penso que sou melhor do que alguém por ser cristão, isso já significa que estou longe de ser cristão.

Muitos querem ser alguém importante, querem poder e querem ter muitas coisas. Assim é o mundo que vivemos. As pessoas estão atrás destas coisas.

Porém Jesus inicia o Sermão do Monte dizendo: “Bem-aventurados os Humildes de Espírito porque deles é o Reino dos Céus”. A primeira parte deste versículo vêm do Grego: makarioi hoi ptôchoi tô pneumati.

Makarioi quer dizer: Feliz, Rico, Afortunado.

Ptôchoi quer dizer: pobre como um mendigo.

tô Pneumati quer dizer: de espírito.

Desta maneira, Jesus queria dizer: Afortunados aqueles que são pobres como um mendigo de espírito porque deles é o Reino dos Céus.

Algumas igrejas querem que você seja Rico de Espírito. Cheio de si e de suas obras. São vaidosos espiritualmente pelo que podem fazer, pelo que não fazem por não ser como os “pecadores” e se colocam como santarrões.

Um mendigo é alguém que não possui nada. Não tem nada. E não é ninguém para a sociedade. Não possui reconhecimento e nem autoridade. Não tem poder sequer de mudar sua própria vida.

Aqueles que reconhecem a sua miséria espiritual, que reconhecem que não tem nada, não podem nada e não são nada diante de Deus.

Paulo dizia que era o maior dos pecadores. Talvez você já queira escrever dizendo que Cristo nos salvou e somos livres. Sim, é verdade!!!

Pelo mérito de Cristo, e somente de Cristo podemos ser livres novamente. Deixar de ser escravos do pecado e ter um novo nascimento. Não porque merecemos, não porque fazemos por onde. Mas pela graça, mediante a fé em Cristo Jesus.

Graça é favor não-merecido. Não merecíamos. Por ser pecadores merecíamos a ira de Deus. Todos nós. Independente do título religioso que você tenha. E se Deus opera alguma coisa através de sua vida, não é porque você fez por merecer, mas pelo mérito de Cristo que pagou o preço que você não podia pagar.

Tudo vêm dEle. Tudo é dEle. Ele é soberano.

Quando se tem essa perspectiva, percebemos que nada podemos fazer no mundo espiritual por nós mesmos. Vejo alguns achando que são alguma coisa e ainda oram dizendo: Se tenho crédito no céu… Outros oram, Deus, me dê o que mereço.

Em Jeremias, O Senhor diz que nossa justiça não passa de trapos de imundícia. Sabe o que isso quer dizer? Trapos de imundícia era o absorvente usado daquela época. É a isso que ele compara nossa pseudo justiça.

Querido, dobre seus joelhos e reconheça que Deus é quem tem todo poder. Ele é o Grande EU SOU. Ele tem todas as coisas. E sustenta o universo com as suas mãos.

Você não tem que decretar nada, ordenar nada e nem direcionar nada. Somos escravos de Cristo. E como servos, devemos apenas dizer: Seja Feita a Tua Vontade. Porque Ele sabe o que é melhor, você não.

"As opiniões ditas pelos colunistas são de inteira e única responsabilidade dos mesmos, as mesmas não representam a opinião do Gospel+ e demais colaboradores."
Avatar de Daniel Simoncelos

Por

Twitter: @DaniSimoncelos. Economista por profissão, Pregador por vocação, Blogueiro por Diversão. Um pecador que foi salvo pela graça de Deus. Crê que seu chamado é para falar do amor daquele que o salvou para todos aqueles que quiserem ouvir de todas as maneiras que ele puder.


PS.: Comentários via Google+ estão logo abaixo desabilitados no momento.


Comentários via Facebook

12 comentaram, comente você também!

  1. Seria bem interessante nos trazer neste estudos maiores referencias de homens e mulheres que pecaram e como amargaram em suas consequencias.

    Aprendi numa frase bem interessante onde diz: Não sou um pecador lutando contra o pecado, mas sim um santo lutando para não pecar.
    oh glória, maravilha, oh glória.

  2. Interessante a reflexão.
    Única questão que não concordo, diz respeito às crianças. Elas são, sim, pecadoras porque concebidas do pecado. Mas, dizer que são puras não traduz que seja antibíblico: são puras porque, ainda que pecadoras não têm a necessária consciência da ilicitude de uma conduta, do pecado de um ato!
    São pecadores, sim, mas involuntariamente. A partir do momento em que pecam conscientemente, voluntariamente, tornam-se impuras e se não se redimirem não serão dignas do ceu, onde não entra pecado. Minha opinião.

    • Querido, muito obrigado pelo seu comentário.
      Qual o significado de pureza? Se há pecado, não há pureza. Entendi seu raciocínio, porém pureza não seria a palavra ideal para falar a respeito das crianças.

      Seriam culpadas do mesmo jeito. Exemplo: homicidio doloso e homicidio culposo. Talvez a pena seja menor para o involuntário. Porém é culpado da mesma maneira.
      Todos são pecadores e carecem da glória de Deus (isso inclui todo mundo!!)

      • Querido ir. a paz do SENHOR JESUS, sou menbro da igreja Assebleia de Deus Ministerio Belem, amei o seu comentario, que o Senhor JESUS continue lhe usando cada dia mais nos seus cometaria, honra e gloria para ELE… Afinal somos todos pecadores.

      • Daniel, eu quem agradece a oportunidade de reflexão!

        Penso que, no caso do homicídio culposo, ainda que o réu não tenha almejado o resultado morte, ele o cometeu por imprudência, negligência ou imperícia.
        Ou seja, ele concorreu, minimamente, para o resultado, seha por uma conduta comissiva, seja omissiva ou por falta de conhecimentos ténicos necessários para a efetivação de um ato.
        A criança, sequer pediu pra nascer. Ou sabe do que seja vida… acredito mesmo que pureza possa não ser a palavra adequada; apesar de Jesus ter, por diversas vezes, enaltecido as crianças, seja como maior do reino dos céus, seja porque o seu louvor é perfeito aos olhos de Deus, incondicionalmente.
        Uma vez mais, agradeço a atenção, prezado!
        Desculpa se estou sendo incoveniente, geralmente não uso da réplica. mas a reflexão é, deveras, interessante!

  3. Miss. Suellenn disse:

    Interessante sua reflexão, porém discordo do amado irmão quando fala que “Você não tem que decretar nada, ordenar nada e nem direcionar nada. Somos escravos de Cristo. E como servos, devemos apenas dizer: Seja Feita a Tua Vontade.” Jesus nos deu poder e autoridade pra pisar na cabeça da serpente e combater o inimigo em Seu Nome, e ainda, disse ‘pedi, pedi e dar-se-vos-á’ e ‘o que pedires em Meu Nome crendo, recebereis’. Em sua parábola do filho pródigo Jesus passa uma mensagem comparativa entre nós e o filho perdido que foi achado. Não somos servos mais, somos filhos. Ele nos adotou! Ele disse que não só fariamos obras como as Dele, mas se cressemos fariamos muito maiores. Que nossa natureza é pecaminosa, é fato, porém nascidos em Cristo, somos redimidos pelo Sangue e limpos de todo pecado. Eu creio e determino sim a benção em minha vida e na de meus irmãos!

    • Querida, muito obrigado por comentar.

      Somos filhos sim. Pedir é muito diferente de decretar ou determinar. Isto não é coisa de filho e servo.
      Porém você pode manipular a bíblia como quiser para fazer aquilo que você quer fazer e não o que Deus quer.

      Paulo foi decapitado. Foi morto. Tiago também. Estevão foi apedrejado. Que tipo de benção você está determinando para sua vida e dos seus irmãos? Existem cristãos em países que perseguem o evangelho, que são mortos por amor a Cristo. E diz a bíblia que são bem-aventurados estes que são perseguidos. Que o servo não é maior do que seu Senhor. Perseguiram a Ele e perseguirão a nós.

      Estes são menos crentes que você? Estavam dispostos a morrer por Jesus. Você está? Ou apenas quer decretar e determinar vitória e bençãos?

      Que Deus nos faça filhos obedientes à sua vontade!

  4. Gostei da reflexão. Só deixaremos de ser pecadores no grande Dia em que Jesus vier nos buscar.
    Outra coisa. O homem pode ter liberdade para escolher muitas coisas, mas não tem para deixar de ser pecador.

  5. Gostei muito da reflexão Deus te abencoe irmao pra mim eu posso estar em pecado mais pecador eu n sou mais pq agora Cristo me vez de um pecador a um vencedor sou apenas um leproso que foi purificado por Cristo muitas pessoas usam esse termo pecador para justificarem seus pecados .-. e tambem falam a carne e’ fraca sim a carne e’ fraca mais o pecado e’ vitamina e’?.
    Fiquem com Deus.

  6. seria como uma pessoa alem mar procurando uma saida e nao encontra
    assim e eu venho diizer que ha uma saida que e jesus.

    

Sua resposta

Adicione seu comentário abaixo, ou faça trackback de seu site ou blog. Você pode também assinar esses comentários via RSS.
Seja legal. Não escreva em CAIXA ALTA. Mantenha no tópico. Limite de 3000 caracteres no comentário.

Há 5,002 comentários no Estudos Bíblicos.