Home » Vida Cristã

Segundo o coração de Deus

Profile photo of Redação Gospel+ Por Redação Gospel+ em 28 de maio de 2008

Estudos Bíblicos em seu email

Receba Estudos Bíblicos em seu email gratuitamente! Insira seu email:

Gospel+ no Twitter!

ou no facebook

Segundo o coração de Deus – As Características de Davi

Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

O que seria um homem segundo o coração de Deus?
E quais suas características?
Estive meditando na palavra de Deus, e através da vida de Davi, fui edificado muito com sua vida.
Gostaria de compartilhar com os irmãos algumas dessas características.

Entre as características de Davi, um homem segundo o coração de Deus estão:

1) Ser escolhido de Deus – Diz a palavra de Deus: “Muitos são chamados, mas poucos são escolhidos (Mt 22:1-14). Davi era um escolhido de Deus. Bem diferente de Saul que foi escolhido pelos homens, Davi fora escolhido por Deus. O mesmo Deus escolhera Davi. Muitos podem dizer, aonde está a caractéristica de Davi nisso? Pois é, não precisamos de muita coisa para ser segundo o coração Dele, a não ser por um, que estejamos com puro coração e em comunhão com Deus. O Senhor disse a Samuel: Não olhes a aparência, nem seu tamanho, pois Deus olha o coração(I Sm 16:7). Davi era conhecido pelo Senhor pelo seu coração e pelos seus atos em Deus. Davi tinha comunhão com Deus, quando com sua harpa louvava ao Senhor, quando falava com o Deus.

Davi desde jovem gastava tempo com Deus. Uma frase eu ouvi que me marcou quando me converti foi: Se não gastar tempo com Deus, o Senhor não vai perder tempo contigo.

Davi era um desses que gastava tempo com Deus e que ouviu o chamado de Deus e o seguiu. Davi anelava pela presença de Deus e sabia que se o Espírito de Deus não fosse com ele, de nada adiantaria usar de força, pois o Senhor era sua força (Sl 51:11; Sl 22:19)

2) Ser adorador: A palavra de Deus diz que o Senhor procura adoradores que o adorem em espírito e em verdade(Jo 4:23). Davi era adorador. Podemos ver isso nos lindos salmos que o Espirito de Deus deu a Davi. Adoração não é somente cantar, mas viver uma vida de intimidade com o Pai todos os dias. Pelos inúmeros salmos podemos ver que ele passava um bom tempo com o Senhor.

Davi era cantor, porém ele não era conhecido apenas por isso, mas porque o Senhor era com ele (I Sm 16:18). Davi louvava o Senhor em todo tempo, não somente nas suas vitórias(Sl 34:1). Muitas vezes os cristãos louvam a Deus de lábios, mas seu coração está longe, pois em vão O adoram(Mt 15:8-9). Muitos louvam ao Senhor somente nas vitórias, outros nem nas vitórias. Muitos dependem de “shows gospel” para louvar a Deus, outros de “retiros”, congressos, outros dependem de um “mover” para louvar. Mas vemos que o verdadeiro adorador não louva somente na igreja, mas no secreto, em casa. O verdadeiro adorador, adora a Deus no tempo de crise, no tempo da tribulação. Devemos, como Davi, louvar ao Senhor em todo tempo, pois o Senhor é bom todo tempo.

3)Ser servo maduro: Apesar da pouca idade Davi já cuidava do rebanho, era pastor. Era responsável.
Ninguém deixaria alguém que não fosse responsável conduzir de seu rebanho, pois o rebanho era a fonte de renda (I Sm 17:15). Davi mostrou ser digno de confiança. Se queremos ser homens segundo o coração de Deus, devemos saber ser dignos de confiança em Deus.

4)Ser diligente: Davi era diligente e cuidadoso, e não desleixado e preguiçoso. Diz que se levantou de “madrugada”, deixou suas ovelhas com a guarda (I Sam 17:20). Davi prosperou em Deus porque era diligente (Pv 10:4). Ser dilignete é ser esforçado. Em muitas passagens vimos que Davi servia. Serviu aos seu irmãos e as tropas(I Sm 17:17-18). Se quisermos ser segundo o coração de Deus, devemos ser servos diligentes.

5) Ser corajoso: O valente não fica prostrado diante das afrontas quanto ao seu povo e seu Deus. Quando Golias afrontava o povo de Israel ele também afrontava a Deus. Sua coragem “em Deus” fez com que muitas vitórias obtivesse. Quantas vezes o povo de Deus se intimida com as críticas, se mostra indiferente quando zombam da nossa fé e quando falam mal de nosso Deus (I Sm 17:26) Davi se levantou contra o gigante acusador e disse: “Quem és tu, para nos afrontar”. Da mesma forma podemos nos levantar e dizer ao acusador Satanás: “Arreda daqui Satanás, pois tu não cogitas do das coisas de Deus. (Mt 16:23)

6)Ter personalidade: Davi sabia que Deus era com Ele. Davi não ouvia o que o homem diria. Eliabe seu irmão mais velho o criticou por ter deixado as ovelhas para “ver a guerra”. Na verdade ele não veio para ver a guerra, mas para ir a guerra. Saul também disse: “Você é muito jovem pra encara-lo , pois ele é homem de guerra desde a mocidade (I Sm 17:33). Davi tinha convicção em Deus. Davi teve personalidade quando não ouviu “palavras de homens”, teve personalidade quando testemunhou suas vitórias em Deus. Mal sabiam,seus compatriotas, que Davi também era homem de guerra e destemido,desde a infância, mas que sua guerra primeiramente atingia o plano espiritual.(I Sm 16:18).

7) Ter noção de Batalha Espiritual: Quando estava ministrando sobre a coragem de Davi, o Espirito Santo me fez lembrar que Davi tinha noção que aquela batalha não era contra Israel, mas contra o Senhor. Realmente Davi tinha noção desta batalha, pois diz: Eu não vim contra ti com espadas, nem lanças, mas em nome do Senhor(I Sm 17:45). Muitas vezes esquecemos que existe uma guerra espiritual por trás de tudo. Davi tinha essa noção espiritual acima das guerras terrenas. Uma vez o rei Saul foi atacado por um espírito maligno que o atormentava. Diz que Davi foi chamado para adorar a Deus na casa de Saul e esse espírito se retirou na vida do rei(I Sm 16:23). Podemos ver nisso a adoração como arma de ataque antes a perturbações espirituais. Devemos usar todas as armas que nos é dada para a batalha, sempre com autoridade em Deus, através das orações, da adoração e de diversas outras formas. Devemos saber que seguimos ao Senhor das Hostes, o Senhor dos Exércitos, poderoso nas batalhas.

8) Ser fiel: Davi era fiel para com os seus, mesmo quando perseguido. Davi mesmo sendo perseguido por Saul foi fiel até a morte para com este. Vemos isso em sua amizade com Jonatas. Diz que a amizade dos dois era tão grande, que excedia o amor de mulheres (I Samuel 1:26). Ser fiel a alguém demonstra também o nosso amor. A palavra empregada para este amor em hebraico é ahavá ou seja, doar-se. Davi era fiel para com seus e para com Deus. Por isso ele era segundo o coração de Deus.

9)Ser temente a Deus: A palavra do Senhor diz que: “O que encobre as suas transgressões nunca prosperará mas o que confessa e deixa alcança misericórdia”. (Pv.28:13)

A palavra exata em hebraico para arrependimento é charatá. Charatá enfatiza a tomada de uma nova conduta, arrependendo-se por ter cometido uma ação má, ou deixado de praticar uma boa ação, e desejando se comportar de uma forma nova a partir deste momento. Davi pecava como qualquer outro homem, mas este se arrependia. No caso do adultério com Bate-Seba (2 Sm 11,12:1-, vemos que quando o profeta anunciou que Davi era o “vizinho rico” que tinha roubado a ovelha de um homem pobre, logo este se arrependeu. Diz que as primeiras palavras de Davi ao saber seu erro foram: “Pequei contra o SENHOR” (2 Samuel 12:13).

Os Salmos 51 mostra o quanto Davi se arrependia. E sabia que o maior pecado era contra Deus (Sl 51:4).

Ele também sabia que um coração contrito e quebrantado o Senhor não despreza (Sl 51:17).

Pedia toda vez que confessava, que o Senhor o limpasse (Sl 51:7). Por ter intimidade com o Senhor, Davi sabia que a intimidade do Senhor é para aqueles que o temem (Sl 25:14).

Também aqueles que temem a Deus o Senhor os livra. Diz a palavra que: Os anjos do Senhor acampa ao redor daqueles que O temem e os livra (Sl 18:1-2) Davi venceu em Deus, porque na sua retaguarda havia um exército bem maior do que aqueles que ele possuia. Poucos sabiam que a força de Davi não estava nos seus braços, mas nos seus joelhos. Sua força não estava no seu braço forte, mas nas mãos do Deus Todo-Poderoso.

10)Ter Humildade: Davi apesar de já ser Rei, continuou sendo a mesma pessoa. Não vislumbrou seu reinado ser maior do que de Deus. Em algumas igrejas, muitos ministros “se acham” mais poderosos que Deus. Davi sabia que a humildade resultava como a única posição de autoridade em Deus. Ele acatava os conselhos de Samuel, de seu pai e de Saul. Davi poderia matar Saul, mas não o fez.

Ele não quis posição, nem ser famoso, apesar de ser reconhecido. Mas o maior reconhecimento de Davi veio do Senhor de ser segundo o coração de Deus.

Se você quer ser segundo o coração de Deus, não oculte suas transgressões, nem finja para Deus. Seja honesto para com o Senhor. O Senhor sonda os corações e conhece. O Senhor como um Pai zeloso, quer que reconheçamos nossos erros.

Quer que sigamos o seu chamado em nossas vidas. Quer que sejamos servos adoradores, maduros, diligentes e com personalidade.

Servos que não se intimidam, mas tem intimidade com Ele. Quer que sejamos fiéis e tementes, e que acima de tudo, que façamos segundo Sua a vontade.

"As opiniões ditas pelos colunistas são de inteira e única responsabilidade dos mesmos, as mesmas não representam a opinião do Gospel+ e demais colaboradores."


PS.: Comentários via Google+ estão logo abaixo desabilitados no momento.


Comentários via Facebook

Sua resposta

Adicione seu comentário abaixo, ou faça trackback de seu site ou blog. Você pode também assinar esses comentários via RSS.
Seja legal. Não escreva em CAIXA ALTA. Mantenha no tópico. Limite de 3000 caracteres no comentário.

Há 5,002 comentários no Estudos Bíblicos.