Home » Estudos por VC, Jovens

Quando a masturbação torna-se um vício

Estudos Bíblicos em seu email

Receba Estudos Bíblicos em seu email gratuitamente! Insira seu email:

Gospel+ no Twitter!

ou no facebook

Quando a masturbação torna-se um vício

Em algumas igrejas, este tema causa polêmica quando é abordado. Essas polêmicas se dão por causa das ideologias defendidas pelas mais variadas ciências. Dentre elas, escolhi a Psicologia, que por sua vez alega que por se tratar de uma necessidade do corpo, a mesma tem de ser suprida, assim como as demais necessidades que se manifestarem. Mas neste post, apresentarei o que a Palavra de Deus fala sobre o assunto, colocando em debate a Psicologia com a Bíblia Sagrada.

Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

Esse tema despertou minha atenção quando percebi que a prática da masturbação está sendo algo além de uma necessidade: ela está tornando-se um vício para o praticante. A Psicologia diz que quando uma prática torna-se um vício para o indivíduo, o mesmo está sujeito ao vício. Neste caso eu afirmo que quando surge essa necessidade, o praticante será “obrigado” a supri-la em virtude do seu vício dominante. Se você não consegue mais viver sem se masturbar é porque essa prática rotineira transformou-se num vício insaciável.

A Palavra de Deus nos fala em Mt.5:28 que “…qualquer que olhar para uma mulher com intenção impura, no coração, já adulterou com ela.” ; ou seja, o simples olhar de desejo já nos faz pecar diante de Deus. Masturbação não é algo exclusivo aos homens, pois existem mulheres que também se masturbam. Talvez você diga: “se eu já pequei no olhar, não faz mal a prática do ato.” Como eu já disse antes, o simples olhar de luxúria já é pecado, mas a prática do ato torna-se prejudicial, pois é uma atitude resultante de um desejo impuro. Quando você coloca em prática seus desejos impuros, você torna-se escravo dos seus desejos, principalmente da sua mente. Não devemos ser escravos de nossa mente, mas devemos dominá-la! Colocar em prática os desejos impuros faz com que as pessoas procurem desculpas para seus pecados e fraquezas, ao invés de pararem de pecar. O pior é quando a masturbação está presente no casamento (isso mesmo, até pessoas casadas têm esse vício), pois ela destroi os casamentos. Deus criou o sexo para o prazer mútuo do casal (sexo só depois do casamento, ok!), e quando uma das partes pratica o ato de se masturbar, quebra o sentido do sexo no casamento. Masturbação é o ato de trazer prazer sexual a si próprio, quer seja através das mãos, quer seja através de objetos adequados. Geralmente, a prática da masturbação no casamento magoa, não só o praticante, mas também o cônjuge; e mágoa é a causa de muitos casamentos irem à ruína. Portanto, a prática da masturbação é mais perigosa do que os desejos impuros sexuais.

Quando lhe perguntam se “Masturbação é Pecado?” como você entende essa pergunta? No final do parágrafo anterior expliquei o que é masturbação. Pecado vem da palavra grega “Hamartia” que quer dizer errar o alvo em função de algo ou alguém. No caso da masturbação, ela é pecado por tratar-se de um vício na vida no praticante.

Talvez você diga “mas eu não sou viciado em pornografia”, então eu pergunto: por que você se masturba? A Bíblia relata um dos maiores, senão o maior, ensinamento de vida cristã, instruído pelo próprio Senhor Jesus Cristo que disse em Mt. 5: 29,30 “Se o teu olho direito te faz tropeçar, arranca-o e lança-o para longe de ti; pois te é melhor que se perca um dos teus membros, do que todo o teu corpo seja lançado no inferno. E, se a tua mão direita te faz tropeçar, corta-a e lança-a para longe de ti, porque te é melhor que se perca um dos teus membros, do que todo o teu corpo seja lançado no inferno.”. Calma, Jesus falou aqui no sentido figurado, para mostrar as consequências de nossas atitudes. Ele não referiu aos órgãos da visão e do tato propriamente ditos, porque até mesmo uma pessoa cega ou mutilada pode sentir desejos impuros. Jesus nos ensina aqui que devemos lançar fora de nossa vida tudo aquilo que nos enfraquece espiritualmente, tudo aquilo que nos afasta de Deus. Às vezes, ignoramos certos desejos que nos levam ao pecado, mas se os mesmos não forem reprimidos, consequentemente nos trarão destruição. É melhor experimentar a dor da remoção de um hábito ruim ou da perda de algo que entesouramos, do que sermos escravos das nossas vontades, ou nesse caso, de um possível distúrbio sexual.

Faça um exame de consciência neste momento buscando saber o que te leva à masturbação. Em alguns casos específicos, a masturbação é resultante de uma vida marcada por frustações sexuais, ou até mesmo objeto de uma mente doentia. Quando você encontrar qual o motivo que o leva a masturbar-se, procure tomar as atitudes necessárias para remover este vício da sua vida. O primeiro passo é você reconhecer que é escravo da masturbação e nem me venha com aquela história de que “eu posso sozinho”, se fosse verdade você não estaria procurando ajuda na internet. Reconheça pra si próprio este hábito, e por ser dita a masturbação uma necessidade, diga pra si mesmo que você não precisa supri-la e nem precisa dela. Algo só se torna necessidade na vida de alguém a partir do momento que se torna importante. A masturbação é realmente importante para você? E por que as pessoas sentem culpa após se masturbarem? Pela prática contínua, o subconsciente humano torna a masturbação uma necessidade, mas como já disse antes, você tem que dominar sua mente, e dizer pra si mesmo que você não precisa masturbar-se.

Após reconhecer e declarar que não precisa realizar seus desejos impuros, o próximo passo, eu considero o mais difícil para o praticante, é viver a vida sem a prática da masturbação. A masturbação acaba tornando-se um vício no praticante, e todos os que já tiveram algum vício sabem, que a fase de abstinência é pior fase na recuperação do caráter e na restauração da personalidade. Mas não se preocupe que a Bíblia nos ensina em Fp. 4:8 que “… tudo o que é verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isso o que ocupe o vosso pensamento.”. A masturbação é resultado de um pensamento sexual impuro, portanto, ocupe seu pensamento pensando nas coisas de Deus, no amor que Ele tem com a humanidade e no plano e propósito dEle para sua vida. Busque a Deus continuamente, se envolva com as atividades de sua igreja, leia a Bíblia, ore, jejue, dedique sua vida a Deus, pois se assim procederes, com certeza você se verá livre de todo e qualquer pensamento mau.

Fiquem na Paz do Senhor…

Texto extraído do meu blog Congregação Macedônia

"As opiniões ditas pelos colunistas são de inteira e única responsabilidade dos mesmos, as mesmas não representam a opinião do Gospel+ e demais colaboradores."

PS.: Comentários via Google+ estão logo abaixo desabilitados no momento.


Comentários via Facebook

3 comentaram, comente você também!

  1. Quero acrescentar que Deus já falou comigo por profecia sobre o assunto dizendo “sim, peça perdão sim”. Mesmo que a sociedade diga que é uma necessidade e é normal, não é o que Ele pensa.

    Lembrem-se: masturbação é relação sexual SEM o conjuge. É uma violação do casamento.

    Ah, mas não dá para conter? Pra começar isso é mito. Segundo: A fome é pra comer algo, não para mascar chiclete. O desejo é para nos impelir as nossas esposas ou esposos, e a casar, com profundo desejo impelido até por necessidade. É uma ferramenta de incentivar o relacionamento. É preciso não roubar.

    Masturbação é baseado na natureza da traição: EGOISMO. E é pecado, é infidelidade para com Deus, e tira a sexualidade (inclusive os desejos e estimulos) do seu lugar natural.

    E saibam: no caso de dificuldade para parar mesmo querendo é sinal de agencia de espírito controlador da mente

  2. Olá José Luis…

    Obrigado por comentar!!! Concordo com você, inclusive no sentido da masturbação ser infidelidade com Deus e alterar a sexualidade de sua ordem natural. Deus nos criou sabendo de nossos limites humanos, entretanto, nos revestiu de sabedoria para entendermos que dá pra viver sem se masturbar.

    De fato, a dificuldade em parar está ligado ao fato de haver o espírito controlador da mente, mas se deixarmos o Espírito Santo tomar controle de nossa vida, esse e outros vício existentes serão removidos de nossas vidas.
    Agradeço mais um vez pelo comentário.
    Que Deus continue te abençoando…

    Abraços…

  3. Luis Carlos Junior disse:

    Graça e Paz, fui liberto da masturbação faz uns 6 meses, é um ato prazeroso mais as circunstância são horríveis. Mais esses dias fiz o ato de novo e me senti a pior pessoa do mundo, mais orei e estou jejuando não quero que isso se torne vicio de novo na minha vida!
    Mais Deus tem misericordia daqueles que buscam de todo coração e sabem até onde eles podem ir!
    Um grande abraço!

    

Sua resposta

Adicione seu comentário abaixo, ou faça trackback de seu site ou blog. Você pode também assinar esses comentários via RSS.
Seja legal. Não escreva em CAIXA ALTA. Mantenha no tópico. Limite de 3000 caracteres no comentário.

Há 5,002 comentários no Estudos Bíblicos.

Da Internet e em Inglês para Praticar