Home » Teologia

O que é Torá?

Profile photo of Giliardi Rodrigues Por Giliardi Rodrigues em 18 de fevereiro de 2010

Estudos Bíblicos em seu email

Receba Estudos Bíblicos em seu email gratuitamente! Insira seu email:

Gospel+ no Twitter!

ou no facebook

Por Giliardi Rodrigues

Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

Essencialmente torá em hebraico significa ensinamento, se refere basicamente ao Pentateuco, ou seja, os cinco primeiros livros da bíblia. O nome Torá deriva da palavra hebraica Yará, que quer dizer ensinar, instruir, apontar para o alvo, estabelecer uma fundação. Na tradição judaica existem duas torá, a escrita e a oral.

A autoria da torá é atribuída ao próprio D'us de Israel, foi revelada no monte Sinai a Moises e transmitida ao povo Hebreu durante 40 anos de peregrinação pelo o deserto.

Shavuot (Pentecostes) corresponde a sete semanas depois da páscoa, durante este período o povo hebreu estava com Moises aos pés do monte Sinai para celebrar no qüinquagésimo dia a festa das semanas. Neste dia especialmente D'us entregou a torá ao povo hebreu através de Moises.

A torá escrita também é conhecida como chumash, nela se encontra os 613 mandamentos. Os livros da torá escrita são:

· Bereshit (Gênesis)

· Shemot (Êxodo)

· Vaikrá (Levïtico)

· B’midibar (Números)

· Devarim (Deuteronômio)

A tradição oral é a explicação ou o conjunto de ensinamentos de como cumprir os mandamentos da torá escrita, ao longo dos anos ela foi sendo passada de geração em geração através dos sábios para o povo, de acordo com o pensamento rabínico, não é possível estudar a torá escrita sem antes conhecer a torá oral.

Moises recebeu a lei (torah) no Sinai e a transmitiu

A Josué e Josué, aos anciãos, e os anciãos,

Aos profetas e os profetas transmitiram-na

Aos homens da Grande Sinagoga.

Estes disseram três coisas:

Sede ponderados em vossos julgamentos,

Formai muitos discípulos e levantai uma cerca em volta da torah.

Pirkêi Avót 1:1

A torá é um livro sagrado, pois foi revelada pelo o próprio D'us a Moises, há passagens nela que foram escritos pelo o próprio dedo de D'us.

E deu a Moisés as duas tábuas do testemunho, tábuas de pedra, escritas pelo dedo de Deus. (Shemot /Êxodo 31:18).

A torá aborda a vida do homem em todos os sentidos e aspectos, desde a forma de se vestir, de comer, de trabalhar, de se relacionar com D'us e com o próximo. Nela podemos encontrar todos os segredos do universo, também podemos saber tudo sobre leis, moral e ética. A torá é um livro de sabedoria, pois além de historias, profecias e reflexões ela também revela o plano de D'us para a redenção da humanidade.

O alicerce de toda a bíblia se baseia nos fundamentos da torá. Portanto ela não é apenas um rolo ou um livro da lei, e sim a própria palavra de D'us revelada aos homens. Todas as profecias são baseadas nas promessas da torá, todos os salmos e cânticos são inspirados na torá, até mesmo o novo testamento (Brit Hadasha) é fundamentado na torá.

Por que D’us escreveria a Torá?

Segundo Marcelo Miranda, um pensador chinês do século passado (watman Nee) que acreditava na Bíblia, tenta responder esta pergunta apresentando pelo menos cinco fundamentos lógicos:

· Primeiro: neste livro encontraríamos em algum lugar D’us dizendo ser o seu próprio autor.

· Segundo: este livro deveria conter um alto padrão moral.

· Terceiro: este livro falaria do passado, do presente e do futuro.

· Quarto: daria ao homem respostas às grandes dúvidas sobre o universo, a criação, o porquê de tudo e o sentido da vida.

· Quinto: o próprio livro daria uma solução definitiva e eterna para o homem.

Rabi Eleazar, filho de Azaryah dizia: se não existe a Torá, não existe saber-viver; se não existe saber-viver, não existe a Torá. Se não existe sabedoria, não existe adoração; se não existe adoração, não existe sabedoria. Se não existe saber, não existe inteligência; se não existe Torá, não existe alimento. (Pag. 3:17 – Pirkêi Avót – Tratado dos Pais) – Não só de pão vive o homem, mas de tudo que procede da boca do Senhor (Devarim/ Deuteronômio 8:3).

O conhecimento da torah alinhado com a revelação da palavra de D'us é a ligação entre o natural e o sobre natural, entre o infinito e o finito, entre o físico e o espiritual. Os grandes sábios também dizem que a torá não se restringe somente a forma escrita e oral, mas também espiritual, a torá existe antes da fundação do mundo, as bases do universo foram feitas por D'us através da torá. Ora, se a torá é a palavra de D'us, tudo que foi criado foi feito através da torá.

“Davar” ou “dabhar” no pensamento hebraico significa palavras, no grego a correspondente seria “logos”, sabemos que todo o universo é sustentado por leis naturais que foram instituídas através da palavra, D'us disse: – Haja luz e ouve luz, haja estrelas e as estrelas passaram a existir, e nunca mais deixaram de existir estrelas no universo, quando uma estrela morre e cai no buraco negro, outras nascem e embelezam com a sua luz as galáxias.

Quero chamar a atenção do leitor para o fato que antes da torá ser revelada no monte Sinai a Moisés, homens já conhecia e obedecia a torá. Noé é um exemplo de homem que embora estando em um mundo corrompido pelo o pecado, não andava segundo as praticas do mundo. Enoque de forma semelhante andava em obediência a lei de D'us, ao ponto de ser arrebatado. Abraão também já obedecia a torá e caminhava por ela.

Porquanto Abraão obedeceu à minha voz, e guardou os meus mandamentos, os meus preceitos, os meus estatutos, e as minhas leis. (Bereshit/Gênesis 26:5).

A torá estava no coração de Abraão, ele era um homem justo, reto e integro. Enquanto as pessoas de seu tempo se afundavam na idolatria e se perdiam no paganismo e na adoração de deuses, Abraão estava disposto a servi somente a um único D'us. Então o Criador dos céus e da terra firma um pacto com Abraão, que através da fidelidade dele todas as nações conheceriam a torá e seriam abençoadas por ela através de sua descendência. As escrituras sagradas afirmam que um dia o “Messias” virá a terra para ensinar a lei de D'us e colocar a torá no coração do homem. Todos os povos de todas as nações subirão a Jerusalém para aprender a torá e andar nas leis do D'us de Israel.

MAS, nos últimos dias, acontecerá que o monte da casa do Senhor será estabelecido no cume dos montes, e se elevará sobre os outeiros, e concorrerão a ele os povos. E irão muitas nações, e dirão: Vinde, e subamos ao monte do Senhor, e à casa do Deus de Jacó, para que nos ensine os seus caminhos, e nós andemos pelas suas veredas; porque de Sião sairá à lei (Torá), e a palavra do Senhor de Jerusalém. (Miquéias 4:1) Porque este é o concerto que, depois daqueles dias, farei com a casa de Israel, diz o Senhor: Porei as minhas leis (Torá) no seu entendimento, e em seu coração as escreverei; e eu lhes serei por Deus, e eles me serão por povo. (Hebreus 8:10).

Caminhar com D'us e andar e obediência a sua palavra. A torá é o caminho que revela os propósitos de D'us para a vida do homem. A base da torá é amar a D'us acima de todas as coisas e o amor o próximo com a si mesmo, tanto que os cinco primeiros mandamentos é a relação do homem com D'us e os outros cinco é a relação do homem com o seu próximo.

Porque já é manifesto que vós sois a carta do Messias, ministrada por nós, e escrita, não com tinta, mas com o Espírito do Deus vivo, não em tábuas de pedra, mas nas tábuas de carne do coração (II Coríntios 3:3).

O povo hebreu ficou sendo escravo no Egito por mais de 400 anos, lá os filhos de Abraão foram contaminados pelo o pecado e pelas as praticas pagãs, a torá foi revelada a Moisés para
relembrar o povo hebreu que eles eram um povo escolhido e separado por D'us para carregar a Santa Torá nos seus corações.

O propósito do reino de D'us é que a torá habite no coração do homem e não em tabuas, pedras, rolos ou livros, este é o sentido e a aplicação da torá que é espiritual, a palavra de D'us não é carnal, pois não foi estabelecida por homens. Desde o principio a vontade do Eterno é que o homem viva e caminha pela a palavra, pois ela é vida plena.

E estas palavras, que hoje te ordeno, estarão no teu coração; E as intimarás aos teus filhos, e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e deitando-te e levantando-te… E o Senhor nos ordenou que fizéssemos todos estes estatutos, para temer ao Senhor, nosso Deus, para o nosso perpétuo bem, para nos guardar em vida, como no dia de hoje. E será para nós justiça, quando tivermos cuidado de fazer todos estes mandamentos perante o Senhor, nosso Deus, como nos tem ordenado. (Devarim /Deuteronômio 6:6-7/6: 24-25).

"As opiniões ditas pelos colunistas são de inteira e única responsabilidade dos mesmos, as mesmas não representam a opinião do Gospel+ e demais colaboradores."


PS.: Comentários via Google+ estão logo abaixo desabilitados no momento.


Comentários via Facebook

1 já comentou, comente você também

  1. muito boa a palavra parabens. é muito bom aprender a palavra de Deus e complementar nosso aprendizado.

    

Sua resposta

Adicione seu comentário abaixo, ou faça trackback de seu site ou blog. Você pode também assinar esses comentários via RSS.
Seja legal. Não escreva em CAIXA ALTA. Mantenha no tópico. Limite de 3000 caracteres no comentário.

Há 5,002 comentários no Estudos Bíblicos.