Home » Louvor & Adoração

O papel do ministro de louvor no ensino da Palavra

Profile photo of Luis Rogério Por Luis Rogério em 18 de fevereiro de 2010

Estudos Bíblicos em seu email

Receba Estudos Bíblicos em seu email gratuitamente! Insira seu email:

Gospel+ no Twitter!

ou no facebook

“Há mais restauradora alegria em cinco minutos de adoração do que em cinco noites de folia.” A. W. Tozer

Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

Muitos ministros de louvor imaginam que seu papel de levar o povo à adoração começa e termina naqueles poucos minutos de louvor congregacional. Alguns chegam ao absurdo de realmente restringir sua participação no culto a esse período. Muitos até estão na nave da igreja, mas, alheios ao mover de Deus, mostram-se distraídos e dispersos. Então, como num passe de mágica, aparecem do nada e, milagrosamente, “cheios” de poder. Tenho visto isso constantemente não apenas em músicos ou cantores, mas até mesmo em pregadores que não conseguem “sentir” a presença de Deus até que lhes seja entregue o microfone. Peço a Deus que nunca permita que cheguemos a esse ponto de insensibilidade.

Em praticamente todos os cultos o Espírito Santo nos dá dicas do que Ele quer falar à Sua igreja. Precisamos estar envolvidos em toda a adoração. Não perder um minuto sequer, pois muitas vezes somos enganados por nosso coração, acreditando firmemente que esse ou aquele louvor é o mais indicado para aquele culto. Porém, somente se estivermos “ligados” ao agir de Deus na igreja é que poderemos ter confirmação daquilo que Deus colocou em nossos corações. É verdade que muitas vezes isso não é necessário. Por vezes somos impactados por uma certeza que vem dos Céus quanto ao que devemos ministrar naquele dia, porém, isso não nos exime de participar de toda a adoração, pelo contrário, nos motiva.

Nestes últimos anos tenho tido experiências marcantes no que diz respeito a influenciar e motivar a igreja. Nossa missão de facilitadores, no que diz respeito a adoração, jamais será cumprida se limitarmos nossa atuação apenas ao período de louvor congregacional. É impossível que a igreja ofereça verdadeira adoração sem que, por exemplo, esta tenha um comprometimento com o estudo da Palavra. O ministro de louvor pode e deve se empenhar no ensino bíblico. Para ministrar, ele precisa ser cheio do conhecimento e, estando cheio, deve derramar-se para o povo. É verdade que cada um de nós tem um talento e um chamado específico, porém algumas características são peculiares ao líder de louvor. Geralmente, ele é simpático, tem facilidade para falar em público, é animado, é claro em suas colocações… Enfim, traços característicos, que aliados ao estudo da Palavra, fazem dele até mesmo um bom professor. Portanto, ele deve aproveitar toda oportunidade que o Senhor lhe conceder para ensinar à igreja como agradar e servir melhor ao Senhor Jesus.

Em minha igreja, tivemos uma época em que as pessoas não estavam mais participando da Escola Bíblica Dominical. Toda e qualquer manifestação do poder de Deus era momentânea e passageira. Por conseqüência, o período de louvor também era difícil. Preocupado com essa situação, passei a sempre incluir em minhas pregações um tópico sobre a bênção de vir à Escola Bíblica. Por não ver um resultado imediato nessa investida, comecei a me desmotivar. Minha esposa, Dany, até me advertiu que desse um tempo com isso, pois estava conquistando a antipatia do povo. Decidi não mais tocar no assunto. Porém, quando parei, curiosamente os pastores começaram a fazer o mesmo, incentivando a presença à Escola Bíblica. Era o Espírito Santo ministrando aos seus corações essa necessidade. Fui novamente motivado e voltei a insistir. Meses depois, a Escola Bíblica começou a encher. Pessoas que nunca tinham ido a uma aula sequer, apareceram. Gente de fora, de outras igrejas. O resultado: além de ver numa simples aula bíblica, revelações, palavras proféticas, encorajamento e poder de Deus, o louvor à noite era claramente o reflexo do avivamento através da Palavra.

Quer ver sua igreja explodir em adoração não apenas durante o período de louvor, mas em todo o tempo? Seja um ministro de louvor e adoração que se preocupa com o ensino da Palavra. Assim, o período de louvor não será apenas o resultado da gratidão do povo de Deus pelo que o Senhor fez, faz ou ainda fará, mas será fruto do reconhecimento daquilo que o Senhor Jesus é. E isso só é possível pelo conhecimento da Palavra.

No amor do Pai,

L. Rogério
Escola de Adoração
www.escoladeadoracao.com.br

"As opiniões ditas pelos colunistas são de inteira e única responsabilidade dos mesmos, as mesmas não representam a opinião do Gospel+ e demais colaboradores."


PS.: Comentários via Google+ estão logo abaixo desabilitados no momento.


Comentários via Facebook

Sua resposta

Adicione seu comentário abaixo, ou faça trackback de seu site ou blog. Você pode também assinar esses comentários via RSS.
Seja legal. Não escreva em CAIXA ALTA. Mantenha no tópico. Limite de 3000 caracteres no comentário.

Há 5,002 comentários no Estudos Bíblicos.