Home » Vida Cristã

Maria: um exemplo de Mãe

Profile photo of Silvia Leticia  Carrijo de Azevedo Sa Por Silvia Leticia Carrijo de Azevedo Sa em 20 de fevereiro de 2010

Estudos Bíblicos em seu email

Receba Estudos Bíblicos em seu email gratuitamente! Insira seu email:

Gospel+ no Twitter!

ou no facebook

Estes dois últimos séculos pode até ser chamado de “século feminino”. Onde as mulheres têm ganhado cada dia mais espaço. Porém, este privilégio não é da nossa geração. Houve uma mulher que teve o seu valor reconhecido há muitos séculos atrás, dela falamos muito, pode até ser considerada a mulher mais famosa de todos os tempos. Foi Maria: a mãe de Jesus Cristo.

Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

Ela era uma mulher forte, e decisiva na história da humanidade pós Cristo. “A virgem engravidará e dará à luz um filho … Mas José não teve relações com ela enquanto ela não deu à luz.. E ele lhe pôs o nome de Jesus.” (Mateus 1:23-25)

A coragem de Maria é um exemplo. Imagine o fato. Virgem naquela época sem liberdade de expressão e muito menos corporal, noiva, e aparece grávida. De quem? Um tal Espírito Santo que ninguém conhecia, nem ouvira falar direito. Como dizer ao noivo, que ela havia sido visitada por este Espírito que diz a ela como seria sua gravidez, e nome do bebê. Precisava muita coragem para dizer SIM ao Espírito Santo. Pois Ele jamais a forçaria a tal situação se em seu coração ela não estivesse disponível ao preço que seria pago diante daquela sociedade.

Ela enfrentou tudo, José por sua vez também visitado pelo mesmo Espírito assumiu seu papel de pai. E Maria teve o Salvador. “Você ficará grávida e dará à luz um filho, e lhe porá o nome de Jesus… será chamado Filho do Altíssimo.” Maria pergunta ao anjo Gabriel: “Como acontecerá isso, se sou virgem?” O anjo respondeu: O Espírito Santo virá sobre você, e o poder do Altíssimo a cobrirá com a sua sombra. Assim, aquele que nascer será chamado santo, Filho de Deus.” (Lucas 1:26-35)

Sua caminhada de mãe e mulher não foi diferente da nossa, cumpriu seu papel de esposa, lhe ensinou a dar os primeiros passos, falar, ser obediente. Mesmo sabendo de sua missão e como esta terminaria. Na morte de Cristo na Cruz do Calvário Maria volta a mostrar sua força materna. Vê um filho morrendo sem culpa, sem pecados. Morrendo pelos pecadores de sua época e de épocas vindouras que ela nem sabia quem seria. Não desanimou, seguiu seu filho firme e forte, chorando muito é claro, pois a mãe não aprendeu a perder seu filho, mesmo sendo Ele o Salvador. Mas ela continuou sua caminhada até deixá-lo no sepulcro, sozinho (aparentemente). Mas na sua ressurreição ela confirma. Sua FÉ não foi um sonho nem ilusão, e que todo seu trabalho como mãe e serva de Deus não foi em vão.  Ali estava o SALVADOR do mundo. Seu Filho. Filho de Deus.

Mãe não veja o educar de seu filho como algo só de dificuldades, temos que aprender com Maria, sermos forte na luta e doce no carinho. Não sabemos quem ele(a) será, mas temos a certeza que no que depender de nós ele(a) será um(a) grande cidadão (cidadã). Maio é o seu dia mãe, PARABÉNS. Você é o nosso eterno exemplo de vida. OBRIGADA.

"As opiniões ditas pelos colunistas são de inteira e única responsabilidade dos mesmos, as mesmas não representam a opinião do Gospel+ e demais colaboradores."

PS.: Comentários via Google+ estão logo abaixo desabilitados no momento.


Comentários via Facebook

3 comentaram, comente você também!

  1. Bom dia! Sou católico e gostei muito do texto. Aliás, gosto muito quando evangélicos respeitam o papel de Maria no plano de Deus. Abçs!

    • Bom dia Luiz Otávio, os evangélicoas sempre respeitou a Maria, como exemplo de mulher cristã perante ao nosso Senhor, humilde de coração e dedicada a familia, o que não concordamos tem como unica e exclusiva base a “Escritura Sagrada”, que diz que todo glória deverá ser dada somente a Deus e só a um mediador entre Deus e os homem o nosso Senhor Jesus Cristo, e que Deus abomina a Idolatria (que é o culto de adoração que se presta a uma criatura, a uma imagem, tributando-lhe a honra que é devida só a Deus) caso tenha interesse de examinar a Biblia leia: Exôdo 20:1-5; Isaías 45:20; Isaías 30:22; Isaías 44:9-19; Números 21:4-9 e II Reis 18:3-5.
      Abraço.

  2. A missão que Deus deu a Maria é de uma grandiosidade admirável! A de José também .
    Ná bíblia se destacam muitos personagens com missões importantíssimas: Abraão, Moisés, José do Egito, João Batista, Paulo.. . A de Maria foi trazer o Salvador até nós. Que merecimento, que graça!! A de Jesus Cristo foi morrer na cruz para nos salvar. Claríssimo. As missões são diferenciadas. Cada uma tem seu momento , objetivo divino, importância e limite.
    E todos foram obedientes e corajosos, questionando ou não como fez Moisés.
    Parabéns a Maria que soube ser obediente a Deus e deu o seu sim mesmo correndo todos os risco de ser até apedrejada pela sociedade da época.

    

Sua resposta

Adicione seu comentário abaixo, ou faça trackback de seu site ou blog. Você pode também assinar esses comentários via RSS.
Seja legal. Não escreva em CAIXA ALTA. Mantenha no tópico. Limite de 3000 caracteres no comentário.

Há 5,005 comentários no Estudos Bíblicos.

Da Internet e em Inglês para Praticar